terça-feira, 3 de junho de 2014

OTAMENDI NÃO VEM Á COPA DO MUNDO; SABELLA CORTOU SEU NOME DA RELAÇÃO FINA





















Otamendi estava treinando com a Seleçao quando foi cortado da lista da Copa por Alejandro Sabella

Atlético poderia ter três jogadores de seu elenco disputando a Copa do Mundo no Brasil, na semana que vem. Mas o zagueiro Nicolas Otamendi, que pertence ao Valência (ESP) mas tem contrato com o clube até 30 de junho, foi cortado da lista final da Argentina, nesta segunda-feira (2).
Aproveitado como zagueiro aberto na direita nos treinamento de Alejandro Sabella, Otamendi tinha esperanças de ir para o seu segundo mundial, uma vez que defendeu a Argentina em 2010, sob o comando de Diego Maradona, na África do Sul.
Com isso, o Galo terá apenas Jô e Victor representando o clube na Copa.
Mesmo que não vá atuar no Mundial, Otamendi já se despediu do Atlético. Ele é aguardado no Valencia para começar a pré-temporada europeia. O Galo só volta a jogar em julho, após a Copa do Mundo. Otamendi estava emprestado ao Alvinegro, após ser vendido pelo Porto depois do término da janela de transferências internacional.
O curioso é que a Argentina irá fazer a preparação para a Copa, em solo brasileiro, justamente na Cidade do Galo, CT no qual Otamendi se acostumou a trabalhar. Os outros cortados por Sabella foram Ever Banega e José Sosa. O primeiro, curiosamente, voltou para a América do Sul, assim como Otamendi, para ser observado por Sabella de perto. A Argentina chegará em BH na próxima segunda-feira.


http://ads.img.globo.com/RealMedia/ads/Creatives/default/empty.gif
POBRE DE NÓS
Cantadas, drinks... jornal inglês faz guia cheio de ironias para a Copa
"The Guardian" brinca com qualidade da água, corrupção, problemas nas obras brasileiras e relaciona frases que podem ser ditas em português
Ingleses fizeram um guia irônico para a Copa
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Exibindo nossa faceta terceiro-mundista, província com sentimentos arraigados no Portugal de Dom João VI, mentalidade subdesenvolvida e entregue à uma mídia asquerosa e comprometida, e invadiram o nosso quintal com essas piadinhas ridículas dos ingleses, de profundo mau gosto e que só eles e os reacionários brasileiros, interessados em colocar a culpa de tudo que errado vier acontecer na Copa do Mundo, nos ombros do governo de esquerda-social
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
O jornal "The Guardian" publicou um manual recheado de ironias para os torcedores ingleses que pretendem acompanhar a Copa do Mundo no Brasil. O diário dá alguns exemplos de frases em português que podem ser úteis em determinadas situações, como, por exemplo, dar uma cantada em alguma brasileira, sair para tomar um drink ou pedir desculpas.
O "Guardian" avisa aos viajantes que será preciso entender como funciona o transporte público, quanto dar de gorjeta para os garçons e quanto pode ficar bêbado antes que a "polícia vire os canhões de água em você".
A publicação ironiza, entre outras coisas, a qualidade da água brasileira, além da corrupção e dos problemas que o país enfrentou nas obras para o Mundial. Há também espaço para brincar com a própria seleção inglesa e as últimas participações de pouco brilho nas copas.
Confira as frases do jornal inglês para os visitantes no Brasil:
ALGUMAS CANTADAS MORTAIS QUE PODEM SER USADAS
- Oi gata, vamos praticar para as Olimpíadas. Eu serei o especialista em higiene da água, e você a prefeita local corrupta.
- Vou te chamar de "febre da dengue" porque, querida, você me dá sangramento gastrointestinal ... do coração.
- Você caiu do céu, ou da cabine de um guindaste irregular e sem manutenção?)
COMO PEDIR DESCULPAS
- Desculpe por fazer bagunça no seu país. Prometo estar fora daqui até as semifinais, no máximo.
- Me desculpe por não conseguir me referir à Arena Pantanal sem rir como uma criança de quatro anos.
- Me desculpe por dizer que a caxirola era simplesmente uma vuvuzela de pobre.
PEDIDOS DE AJUDA
- Wayne Rooney foi expulso de novo. Por favor, me dê uma almofada para abafar obscenidades.
- Me desculpe, me empresta a calculadora? Eu torço pela Inglaterra e não consigo somar há quantos anos sofro.
- Com licença. Seu rádio parece estar tocando a música oficial do Pitbull para a Copa. Vou precisar de uma caixa de fósforos e um machado o mais rápido possível.
COMO IR TOMAR UM DRINK
- Não me importa o que você me dê, desde que seja o suficiente para me ajudar a arremessar essa mesa naquela vitrine ali.
- Nós dois sabemos que não vou conseguir pronunciar 'caipirinha' direito, então provavelmente é melhor para todos os envolvidos que você me dê simplesmente uma gin tônica.
- Me dê sua cerveja mais aguada. Mas estou te avisando: não quero que tenha gosto de nada.
- Estou bêbado e quero comemorar essa viagem com uma tatuagem. Por favor, só de farra escreva errado "Viva sem arrependimentos" num lugar em que todos possam ver.
O QUE DIZER DURANTE UMA PARTIDA
- Deixa eu esperar até que tenhamos feito um gol, ou termos um contestado a nosso favor, para dar minha opinião sobre a nova tecnologia na linha de gol da Fifa.
- Você sabe que por mais que eu aprecie assistir a um futebol de primeira, num país glorioso cheio de gente bonita, eu ainda sinto falta dos comentários afiados do Clive Tyldesley (famoso comentarista inglês).


Trincheira: Então, direis: Por que você repercute isso em sua Trincheira tão lida? Porque precisamos tomar conhecido, até os mais alienados, que a campanha suja que fazem contra a Copa do Mundo não visa apenas atingir o evento, um dos mais importantes do mundo. Visam atingir o governo da presidenta Dilma. Os olhos desse pessoal está além da Copa. Trazem os fatos lá de fora, e os colocam na mídia grande (leia-se Organizações Globo) que disfarça suas intenções: não podem atingir a Copa, porque é uma promoção dela, mas pode atingir o Governo, porque jogam do outro lado. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.