sábado, 19 de julho de 2014

POR UM MINUTO ESQUEÇA O FUTEBOL,  LEMBRE-SE COMO
A HUMANIDADE VIVE SEU ESTADO MAIS SELVAGEM -
Flávio Anselmo - 19-7-14

Tenho cá minhas dúvidas de que foi um míssil terra-ar ucraniano que abateu o Boeing 777. Um vídeo que teria sido feito horas antes de o avião da Malaysia Airlines ter sido abatido e nele um míssil terra-ar está sendo levado pelas ruas de Torez, na Ucrânia. Não se sabe, ou não querem informar, mas as investigações preliminares, mostram que o avião comercial trasnportando 298 passageiros, de  Amsterdã pra Kuala Lumpur, foi abatido nesta região logo após as 4h (horário local). Falam que não se sabe de onde partiu o disparo, só que não há dúvida, informam, que  a arma usada foi  um míssil SA-11 Buk, conhecido como “Gadfly” na Otan. A Ucrânia acusa os separatistas, apoiados pela Russia,  de usarem um sistema similar para derrubarem um avião militar, um AN-26, na última segunda-feira.
Não se pode concluir, ainda,  que a sujeira da humanidade, o resto podre do mundo, aquele lado que age fomentando a morte de inocentes, esteja entre os separatistas na briga de poder.
 Dedico este espaço de esporte à morte de 108 pesquisadores, ativistas e membros de ONGs cujo maior mal é que resolveram participar de um congresso anti-AIDS na Austrália. Tenho certeza que sem a presença deles, a ação assassina não aconteceria, porque o mundo não receberia a notícia tão atordoado e revoltado. Aos bandidos das ações terroristas só há interesse quando o mundo é despertado pra maldade humana, em seu estado mais selvagem.
 ( Globo.com) Trevor Stratton, um consultor sobre a Aids, disse em entrevista a uma rede australiana que a cura da doença poderia estar no avião que caiu.
- A cura da Aids poderia estar a bordo daquele avião, simplesmente não sabemos - disse Stratton.
Cientistas do mundo são unânimes ao dizer que o episódio representa uma perda enorme para a comunidade acadêmica. Um dos pesquisadores, Joep Lange, foi presidente da Sociedade Internacional de Aids, entre 2002 e 2004, e vinha atuando como diretor do Departamento de Saúde do Centro Acadêmico de Medicina da Universidade de Amsterdã. Recentemente, o pesquisador divulgou um estudo que demonstra, pela primeira vez, como um composto probiótico poderia atuar no vírus HIV.
Há quem diga que a esperança de uma cura para a Aids num futuro próximo pode ter se perdido com a queda do Boeing. Em 2001, Lange criou a PharmAccess, uma fundação sem fins lucrativos cujo objetivo era melhorar o acesso aos medicamentos e tratamentos da Aids em países pobres. O pesquisador contribuiu no desenvolvimento de terapias combinadas a preços acessíveis e em meios de prevenir a transmissão do vírus da mãe para o bebê.
A diretora da Unaids Brasil, programa conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids, Georgiana Braga-Orillard, afirmou que a morte dos pesquisadores no voo é uma perda muito grande.
- Estamos esperando a confirmação oficial. Não são somente cientistas. Tivemos informações que ativistas e membros de ONGs que fazem parte da luta contra a Aids também estariam no voo. A perda é muito grande, estamos tristes.
David Cooper, professor da Universidade de New South Wales, em Sidney, afirmou à agência Reuters que Lange tinha um compromisso absoluto com a pesquisa contra a doença e dava atenção especial aos países da Ásia e África.
- Ele nunca aceitava algo como impossível.
A Sociedade Internacional de Aids, que organizou a conferência, expressou suas condolências pela morte dos pesquisadores e afirmou que irá cooperar com as autoridades.
“Em reconhecimento à dedicação dos nossos parceiros na luta contra o HIV/ Aids, a conferência vai continuar como planejado e vai incluir oportunidades para refletir e lembrar aqueles que perdemos”, afirmou em nota.
O atual presidente da sociedade, em entrevista a jornalistas, manifestou seu pesar.
- Nesse momento incrivelmente triste e delicado, a Sociedade Internacional de Aids está ao lado de nossa família internacional e envia condolências aos entes queridos daqueles que perderam alguém nessa tragédia - disse Chris Beyrer que afirma que com a morte de Lange, "o movimento HIV/Aids perdeu um gigante".


Sergio Ferreira comentou seu status.
Sergio escreveu: "Estou contigo em sua reflexão, mestre. O grande problema, a meu ver, é que pra haver uma mudança real na nossa seleção e até no futebol brasileiro, precisaria primeiro acontecer algo impossível, ou seja, a destituição de Marin, Marco Polo e seus asseclas. Se tivéssemos um presidente com capacidade, independência e boa visão de gestão, antenado no que acontece mundo afora, poderíamos ter esperança..."

Altamiro Fernandes da Cruz  =2º Ten PM= BH

Olá, meu caríssimo Flávio! Quero parabenizá-lo pela (como sempre, né?) sua bela crônica para, em seguida dizer-lhe: O futebol brasileiro está - de há muito - dormindo sobre os louros de suas remotas conquistas. Não se modernizou; não evoluiu e ficou parado no tempo "com a boca escancarada, cheia de dentes, esperando a morte chegar". E ela, a morte, veio inexorável nos fazendo chorar de vergonha. Vergonha, esta, que faltou aos dirigentes e treinadores caquéticos. "O hexa já está no papo" diziam os lorpas sob o inconteste aplausos dos pascácios. E, lamentavelmente, na busca do Hexa fomos engolidos pelo HEPTA (7 X 1) que nos fora enfiados goelas abaixo pela competentíssima (nem precisava ser tão competente) equipe da Alemanha.
Será que conseguirão - os nossos incompetentes treinadores e dirigentes - tirar algum ensinamento destra catástrofe a qual eles nos impuseram? Esperamos que sim pois, caso nada venha a ser feito, estaremos fadados a sofrer novas e vexatórias derrotas e estaremos deixando de ser o país do futebol (a pátria de chuteira), para sermos o país das decepções esportivas.
Com relação às suas deliciosas goiabas vermelhas de Rio Casca (nossa! A minha boca encheu-se de água ao imaginar-me degustando-as.), pode ficar tranquilo, caro amigo, porque o nosso Bom Deus haverá de deixá-lo entre nós por mais infinitas copas, nos brindando com as suas belíssimas crônicas. Tenho certeza que Ele - o Paizão todo poderoso - vai cuidar do nosso Coração de Leão das Alterosas.
Mesmo sabendo que esta Copa foi CÓPULA para a imensa torcida brasileira, devemos levantar a cabeça e, como bem disse o poeta "dar a volta por cima"!
Um forte abraço e votos de muita saúde e prosperidade para o bravíssimo Coração de Leão das Alterosas! Atenciosamente!

O BOM DE SER RICO

O site francês "RMC Sport"  informou os números que o Real Madrid pagou ao  Monaco da França e os salários do craque colombiano James Rodriguez, contratado depois da Copa do Mundo.  Segundo os números divulgados, o clube espanhol pagou € 85 milhões (R$ 257 milhões) pra assinar por cinco temporadas com o meia, artilheiro da Copa e que receberá a bagatela de € 8 milhões (R$ 24 milhões) anuais.
Já o diário "AS", de Madri, noticiou antes que o acordo é iminente e seria fechado nos próximos dias. Mas que  o Real Madrid oficializará a contratação por outros números, que não batem com os valores do site francês;  divergem um pouco. O jornal madrilenho informa que os merengues pagarão € 70 milhões (R$ 212 milhões) e cederão ainda um jogador ao Mônaco. Não fala dos salários, mas garante que o vínculo seria mesmo de cinco temporadas.
Enquanto se busca maiores detalhes sobre a contratação do colombiano, o
Real Madrid apresentou outro reforço de peso para o meio de campo. O alemão Toni Kroos que foi apresentado à torcida, como de costume, no Estádio Santiago Bernabeu lotado.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.