domingo, 17 de agosto de 2014



CRUZEIRO RETOMA LIDERANÇA EM PASSEIO SOBRE PEIXE E GALO DEIXA ESCAPAR TRÊS PONTOS EM FLORIANÓPOLIS

A décima quinta rodada do Campeonato Brasileiro sobrou emoção pra todos os lados. A começar no sábado. Corinthians e Bahia empataram em 1 a 1, resultado ruim pros dois. O Timão se afastou mais dos líderes e o Bahia entrou na zona de rebaixamento. Também teve um resultado ruim para o Cruzeiro: Goiás 0 x 1 Internacional que assumiu a liderança e jogou enorme responsabilidade pros azuis na vice-liderança. Mas só até no dia seguinte.
RETOMADA DA LIDERANÇA: -  Com incrível competência e um futebol de primeira linha, o Cruzeiro deu uma piabada no Santos de Robinho no Mineirão. O placar de 3 a 0 não diz exatamente o futebol que Everton Ribeiro, Ricardo Goulart, William , Moreno e cia mostraram no Mineirão.  Tudo foi bom: o futebol, o público e até a arbitragem de Leandro Vuadem.   
O Cruzeiro foi soberano: bem melhor nos dois tempos. O Santos ameaçou uma reação entre 30 e 45 minutos do primeiro tempo, obrigou Fábio a duas defesas difíceis. Foi só.  No mais, com gols de Marcelo Moreno, Ricardo Goulart e Júlio Baptista recuperou a liderança perdida no sábado. Chegou a  33 pontos, dois a mais que o Internacional, segundo colocado, que venceu o Goiás (1 a 0), nesse sábado, no Serra Dourada.
PRESENTE PRA PACOTE - O triunfo também foi um presente para o técnico Marcelo Oliveira, que completou sua 100ª partida à frente do Cruzeiro. São 67 vitórias, 18 empates e 15 derrotas, com 73,7% de aproveitamento. É o maior rendimento de um técnico na história do clube. Houve, também, um show da China Azul nas arquibancadas:  41.967 proporcionaram o maior público da Raposa neste Campeonato Brasileiro. Todavia, ainda é pouco.
GOLEADORES NO FILME - Dois dos goleadores do Cruzeiro no campeonato não passaram em branco. O primeiro gol saiu aos 24 minutos, com Marcelo Moreno raspou de cabeça cruzamento de Everton Ribeiro, Ricardo Goulart chegou no lance e quase complicou. A sorte é que não acertou a bola. Os santistas reclamaram impedimento de Goulart. Se ele tivesse tocado na bola, isso sim, estaria impedido.
Marcelo Moreno fez seu sexto gol no Brasileiro, o primeiro da goleada. Ricardo Goulart marcou o seu nono e continua firme na liderança da artilharia. E Julio Baptista voltou, substituindo Moreno no segundo tempo e fez grande jogada no terceiro gol, após receber de Everton Ribeiro, o melhor em campo. Convém destacar, também, as atuações de Dedé e Léo, excelentes nas bolas aéreas e seguros nas bolas do chão.
O Cruzeiro joga agora na próxima quinta-feira, às oito e meia, no Mineirão contra o Grêmio que derrotou o Criciúma, em Porto Alegre, por 2 a 0.

GALO DEIXA ESCAPAR TRÊS PONTOS NO FINAL EM FLORIPA - Bem que a bola de cristal de Levir Culpi previu uma repetição do acontecido em Chapecó, onde o Atlético conseguiu apenas arrancar o empate.  Na Capital, repetiu tudo e trouxe de Santa Catarina outro empate, agora por 2 a 2. Chegou a quase comemorar a vitória por 2 a 1, porém levou o gol de empate aos 42m do segundo tempo. Jogou fora excelente chance de entrar no G-4, caso tivesse vencido as duas partidas. Ou ficar perto da turma de cima, se tivesse ganhado do Figueirense.
 O time esteve duas vezes em vantagem no marcador. Abriu a contagem com Dátolo, de cabeça, e tomou o empate logo depois, com o atrapalhado Léo Silva marcando gol contra.
PRESSÃO DOS LOCAIS - No segundo tempo, suportou enorme pressão do Figueira, desesperado e na zona do rebaixamento, mas conseguiu desempatar a partida. Grande jogada de Alex Silva, pela direita - ele entrou no lugar de Marco Rocha, lesionado - e que foi derrubado na área. O árbitro não estava disposto a apitar nada, de tanta preguiça. Mas o seu auxiliar de fundo de campo gritou: "pênalti!" e então o cansado soprador de apitou apontou a marca da cal. Diego Tardelli cobrou com categoria e fez 2 a 1. A  zaga falhou de novo, num cruzamento de escanteio, e o Figueirense empatou com Clayton. O próximo jogo do Galo, também, será fora, contra o Flamengo no Maracanã. E Levir não poderá escalar Leonardo Silva que foi suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

COELHO FAVORECIDO -
Até que os resultados da 16ª rodada da série B acabaram favorecendo o Coelho que foi derrotado pelo Avaí por 2 a 0, em Floripa e caiu fora do G-4. Porém, na sexta-feira o Joinville perdeu fora de casa pra Ponte Preta e se manteve com 23 pontos.

No sábado, o Vasco impediu que o Ceará disparasse na liderança e embolou as primeiras posições da Série B. Ceará e Vasco têm 31 pontos e em breve o Coelho enfrenta ambos.
Quinto colocado com 26 pontos, o América pode voltar ao G-4 nesta terça caso vença o Luverdense no Horto. Os outros dois confrontos da rodada – Boa Esporte 2x1 Sampaio Corrêa e Oeste 1x3 Vila Nova-GO – não interferiram na posição do time alviverde na tabela de classificação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.