quinta-feira, 21 de agosto de 2014

DAGOL MARCOU NA ASSISTÊNCIA DE DEDÉ, MAS O HERÓI DA SUADA VITÓRIA FOI "SÃO FABIO".














Foto Superesportes

Foi um jogo incrível que quase levou à loucura os 35 mil torcedores, na sua grande maioria cruzeirense, que viveram intensamente as emoções de um grande clássico Cruzeiro e Grêmio, no Mineirão. Os gaúchos comandados por Felipão vieram pra explorar o contra-ataque e jogar no erro dos mineiros. No primeiro tempo, graças à velocidade e o estilo escorregadio do menino Dudu, revelado na Toca da Raposa, quase tiveram êxito, não fossem as três defesas sensacionais de São Fábio. Em duas delas, abafou os chutes de Dudu que chegou a driblar uns três cruzeirenses antes de encarar o goleirão. A outra defesa foi num chute de longe do volante Ramiro.
O Cruzeiro tinha maior volume de jogo. A bola passava de pé em pé e parava no bloqueio gremista. Bem marcados, Ricardo Goulart e Everton Ribeiro não conseguiam muita coisa e William errava nos passes. Enfiado no meio da zaga, Júlio Baptista não aparecia. Marcelo Oliveira fez a inversão, com JB vindo buscar e RG enfiado. Não funcionou também.
O Grêmio botou Dudu em cima de Egídio e o lateral não saía e era constantemente driblado. Pelo outro lado, Ronan prendia Mayke, também, na defesa. As saídas da bola ficaram por conta de Henrique e Lucas Silva e só entregavam passes ruins. Melhorou no segundo tempo, com a entrada de Alisson no lugar de William. O menino se mexe muito e aparecia em todos os cantos do campo. Depois entrou Nilton, pois os dois volantes estavam amarelados. Saiu Lucas Silva. Aos 17m, Marcelo trocou de novo a estratégia do jogo, colocando Dagoberto, bem mais leve, no lugar de JB. O Cruzeiro teve um gol anulado, numa bola levantada na área por Everton Ribeiro. O goleiro Marcelo saiu mal, trombou com Rhodolfo e a bola foi às redes. No entanto, o árbitro viu falta de Dedé em Rhodolfo. Pra mim, gol mal anulado. Não houve nada.
 A torcida estava aflita e quase não acreditava mais na vitória quando ela veio numa porretada de Dagoberto, de cabeça. Dedé tomou a bola na intermediária e avançou até a intermediária contrária. Levantou a cabeça e colocou a bola com precisão pra cabeçada de Dagol, aos 40m. Cruzeiro 1 a 0. Com a vitória, e a derrota do Internacional na quarta-feira pro São Paulo, o Cruzeiro colocou cinco pontos à frente do vice-líder. Os azuis têm 36 pontos e 75% de aproveitamento.  O Inter tá com 31, correspondendo a 64.6%, o mesmo do Corinthians, que, no entanto, tem uma vitória a menos. O quarto colocado no G-4 é o São Paulo com 29 pontos.
FICHA TÉCNICA;

Cruzeiro - Fábio; Mayke, Leo, Dedé e Egídio; Henrique e Lucas Silva (Nilton); Everton Ribeiro, Ricardo Goulart e Willian (Alisson); Júlio Baptista
Técnico: Marcelo Oliveira
Grêmio - Marcelo Grohe; Pará, Werley, Rhodolfo e Zé Roberto; Ramiro, Riveros (Edinho) e Fellipe Bastos; Luan, Dudu e Ronan (Fernandinho)

Técnico: Luiz Felipe Scolari
Gol: Dagoberto, aos 40 minutos do 2o tempo
Motivo: 16ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data: 21 de agosto (quarta-feira)
Estádio: Mineirão
Árbitro: Flávio Rodrigues Guerra (SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Anderson José de Moraes Coelho (SP)
Cartões amarelos: Edinho, Dudu e Zé Roberto (Grêmio); Lucas Silva, Henrique, Nilton e Alisson (Cruzeiro)
Pagantes: 32.294
Presentes: 34.335
Renda: R$ 1.413.807,00

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.