terça-feira, 16 de setembro de 2014

GAÚCHO DOS NÚMEROS DIZ QUE VANTAGEM DO CRUZEIRO AINDA É CONSIDERÁVEL SOBRE SÃO PAULO. E EXPLICA.

(Superesportes) - O Cruzeiro perdeu o confronto direto com o São Paulo pela liderança do Campeonato Brasileiro. Apesar disso, os quatro pontos de vantagem do clube celeste na ponta da tabela deixam a equipe em situação confortável na disputa pelo título nacional. É o que diz o engenheiro gaúcho Tristão Garcia, especialista em números no futebol e dono do site Infobola. (Em dois jogos, os são-paulinos empataram um e venceram outro) 
Ao Superesportes, Tristão explicou que o Cruzeiro ainda tem uma vantagem considerável em relação ao São Paulo, pois joga nove vezes no Mineirão até o fim do campeonato, onde tem 100% de aproveitamento. Já o São Paulo disputará oito partidas no Morumbi e nove fora de casa, algumas delas contra adversários fortes como mandante, como Corinthians no Itaquerão, Grêmio na Arena, Atlético no Independência e Santos na Vila Belmiro.
”Para calcular as probabilidades, fazemos o que chamamos de média 
qualificada, calculada em cima de uma meta de o clube vencer todos os jogos em casa e empatar fora. O Cruzeiro está cinco pontos acima desta média, enquanto o São Paulo está um ponto abaixo. O São Paulo ontem (domingo), ao vencer o Cruzeiro, não fez mais do que uma obrigação, que é vencer todos os jogos em casa para almejar o título”, analisou Tristão.
PONTUAÇÃO SEGURA; - Jamais um vice-campeão brasileiro fez mais do que 72 pontos. Essa pontuação foi alcançada pelo Grêmio em 2008 e pelo Atlético em 2012. “Essa pontuação do Atlético é falsa em termos matemáticos, porque na última rodada, na verdade, o time já tinha perdido o título. Aí ganhou o clássico do Cruzeiro e chegou aos 72. O Grêmio foi o único vice que chegou à última rodada disputando título, em condições de ganhar, e terminou o campeonato com 72”, ponderou o engenheiro.
Apesar desse histórico, Tristão Garcia acredita que o Cruzeiro não deve trabalhar com este número baixo, para não haver imprevistos pelo caminho, já que o São Paulo vem de uma evolução técnica e pode aumentar muito seu rendimento. “A pontuação realmente segura é 76 ou 77 pontos. Quem chegar a esse número muito provavelmente será o campeão”.
Para alcançar os 73 pontos, o Cruzeiro precisa vencer seus nove jogos em casa. Para chegar aos 76, seria 
necessário vencer uma partida a mais fora de casa, ou empatar três.
PIOR PERSEGUIDOR; - Tristão Garcia definiu o São Paulo como o pior perseguidor de um clube no Brasileirão. A história mostra que o Tricolor já tirou vantagens grandes de concorrentes e conseguiu o título. Ocorreu em 2008, quando terminou o primeiro turno oito pontos atrás do Grêmio e acabou campeão.
O São Paulo é o pior perseguidor que um clube pode ter, é o maior pontuador do Brasileiro de pontos corridos e o maior vencedor. Vale ressaltar que nunca uma equipe fez mais de 43 pontos em um returno, essa marca pertence ao Grêmio em 2010. O São Paulo de 2008 fez 42 e foi campeão”, revelou.
Caso repita a excelente campanha de 2008 no segundo turno, o São Paulo terminará o Brasileiro com 78 pontos. Nesse caso, o Cruzeiro teria que vencer pelo menos 11 dos 17 jogos restantes para fazer 79 e assegurar o título.
Jogos restantes do Cruzeiro
No Mineirão
:
Atlético-PR, Atlético, Internacional, Corinthians, Palmeiras, Botafogo, Criciúma, Goiás e Fluminense
Fora de casa:
Coritiba, Sport, Flamengo, Vitória, Figueirense, Santos, Grêmio e Chapecoense
Jogos restantes do São Paulo
Fora de casa:
Coritiba, Corinthians, Grêmio, Atlético, Chapecoense, Criciúma, Vitória, Santos, Sport
No Morumbi:
Flamengo, Fluminense, Atlético-PR, Bahia, Goiás, Palmeiras, Internacional, Figueirense

TRINCHEIRA; Só pra dizer que não acredito porra nenhuma nessa histórica de matemática em Campeonato Brasileiro. Prever vitória em casa é papo furado. No futebol, a matemática, ciência exata, cai da arquibancada toda hora.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.