terça-feira, 23 de setembro de 2014

MINHA PIRÃMIDE POLÍTICA TEM DILMA NA CABEÇA E PIMENTEL COMO A  ESPERANÇA DAS GERAES

PRA FICAR livre de uma vez das mensagens fajutas, reacionárias que me chegam de todos os cantos enviadas por amigos, parentes e leitores, quero renovar de uma vez pra todas, já na esquina das eleições, que estou liberado pela Justiça Eleitoral de votar porque tenho mais de 70 anos. Mas quero exercer meu sagrado direito, pra lascar vários votos contra o esquema tucano que domina as Geraes e pra evitar que ele, via o Garoto de São João Del Rei ocupe o lugar de Dilma Rousseff no Planalto.
 O meu é secreto, porém faço questão de revelar o meu porque é meu direito democrático.  Votarei num novo mandato pra Presidente Dilma, e praquê Fernando Pimentel assuma o Palácio da Liberdade. Meu candidato a deputado federal é o garoto Marcelo Aro, uma nova geração pensante na política brasileira. Deputado estadual, meu amigo Sinval Ladeira, que já devia ter ganhado este mandato desde a primeira vez que concorreu. Estes dois não são petistas, mas eu os conheço bem. Pra Senador, dou meu voto de coerência em Josué Alencar, filho do ex-vice-presidente José Alencar, com raízes em Caratinga. Agora, por favor me deixem em paz. Não há menor possibilidade de que eu seja doutrinado a mudar de opinião.

DURA REALIDADE - Esta eu li no site da MSN: - "O ex-atacante Gabriel Batistuta deu uma declaração impressionante em entrevista ao canal "TyC Sports". Aposentado desde 2005, quando pendurou as chuteiras aos 36 anos, o ex-jogador da seleção argentina afirmou que pediu para ter as pernas amputadas depois de parar de jogar.
"Fui ver meu médico e pedi que cortasse as minhas pernas. Ele me olhou e perguntou se eu estava louco. Eu insisti, não aguentava mais, vivia mal-humorado. É impossível descrever o quanto eu sentia dor. Eu vi (Oscar) Pistorius (atleta paralímpico) e disse que aquela era a solução. Mas o médico disse que não ia fazer aquilo", disse.
Ídolo da Fiorentina, Batistuta sofreu com seguidas lesões já nos últimos anos da carreira, quando defendeu Inter de Milão e Al Arabi, do Catar. Ele contou que, por causa das dores nos tornozelos, chegou a urinar na cama.
"Deixei o futebol e, de um dia para o outro, não podia mais caminhar. Urinei em mim mesmo na cama, tendo um banheiro a três metros de distância, porque não queria levantar. Eram quatro horas da manhã, e eu pensava o que iria me doer o tornozelo se eu levantasse", afirmou.
"Ele (o médico) colocou parafusos no meu tornozelo. Perguntou para eu escolher em qual perna eu queria fazer isso, porque não poderia ser nas duas. Foi a direita, não fazia diferença. Meu problema é que não tenho cartilagens e tendões. Meus 86 quilos estão apoiados sobre os ossos, e osso contra osso me dava dor", contou.

ABRA OS OLHOS, CRUZEIRO - Com lesão muscular agravada no clássico,  Alisson não enfrentará o Coritiba, nesta quarta-feira, às sete e meia  no estádio Couto Pereira. Será num pesado desfalque como foi após deixar o gramado domingo. Sem ele, o time caiu de produção., piorada com a entrada do preguiçoso Dagoberto. Pacote não revelou o nome do seu substituto e espero que desta vez seja mais consciente e não deixe William de fora. Apesar da péssima campanha do Coritiba, com 23 pontos ganhos em 23 jogos e dentro da zona de rebaixamento, o Cruzeiro terá de botar as barbas de molho. Gordura pra queimar ainda possui - os sete pontos de vantagem sobre o São Paulo - mas se bobear tudo isso some entre os dedos.
Marcelo Pacote Oliveira anunciou que poderá fazer outras mudanças no time, a fim de preservar alguns jogadores desgastados com a sequência de jogos. No entanto, não revelou quais. O time do Cruzeiro, portanto, na nossa vã consciência deverá ser o que perdeu do Atlético, apenas com a dúvida no ataque:  Fábio; Mayke, Dedé, Leo e Egídio; Henrique e Lucas Silva; Everton Ribeiro, Ricardo Goulart e Willian (Dagoberto ou Marquinhos); Marcelo Moreno.
AMÉRICA EMPATA - Quase que o Coelho se vingou do Joinville, autor da denúncia ao STJD e que fez o time mineiro perder 21 pontos na Série B. Agora lanterna da competição, com 16 pontos, o América fez 1 a 0 no Joinville, lá na casa deles, e era melhor no jogo. Aí quase no final do primeiro tempo, Obina foi expulso. Aí lascou tudo. O Coelho teve que se desdobrar pra segurar a vitória, mas levou o empate após os 30m da fase final.  Na classificação de momento, o América é o lanterna da competição, com 16 pontos, atrás de Vila Nova-GO, 17; Portuguesa, 19 e Icasa, 21. Esta foi a 25ª rodada, e faltam 13. Ou seja, 39 pontos. Com base nas competições anteriores, o América precisará de 45 pontos pra fugir do rebaixamento.  Em 39 possíveis, terá de ganhar 29. É troço demais.

Enquanto isso, o Boa Esporte vem brilhando. Passou a incomodar e por isso terá de ficar de olho nos bastidores pra não ser derrubado que nem o Coelho. Nesta terça-feira, o Boa, em Varginha, derrotou a Luverdense por 2 a 1 e chegou à quinta posição com 41 pontos. É o primeiro fora do G-4.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.