terça-feira, 16 de setembro de 2014

VAMOS LER PITACOS ALHEIOS; E COM ATENÇÃO PORQUE A MOÇADA ESTÁ BEM INSPIRADA

Não quer dizer que eu concorde com tudo que escrevem meus queridos leitores, mas têm razão em muita coisa. Além do mais, respeito o que dizem, não discuto com eles, e faço da Trincheira um foro de debates. Quem quiser que se manifeste, a favor ou contra.

João Batista escreveu: "Amigo Flávio. Sem dúvida que o pênalti desarticulou o Cruzeiro, mas é inadmissível que esse trapalhão Dedé entregue todos os jogos importantes que o Cruzeiro perde, seja em competições do Brasileirão contra os grandes fora de casa seja fora do país. Esse rapaz precisa aprender a jogar o simples e não achar que joga mais do que ele é capaz. Contra só para lembrar as falhas recentes: Uma trapalhada com o Fred resultou em gol; contra o SP foi uma lástima: amarelado antes dos quinze minutos do primeiro tempo e é claro que faria uma lambança como o fez. Só o Marcelo mantém esse trapalhão na zaga, deixando o Manoel que joga simples no banco. Seria para compensar o alto salário do sujeito que ele pões para jogar e comprometer os resultados? 80% dos jogos que o Cruzeiro perde, tem uma trapalhada desse sujeito, um absurdo! Cadê o Bruno que não volta para fazer a zaga com o Léo e Manoel? Outro que não jogou nada foi o Everton Ribeiro, outro que quando mais o time precisa se perde em campo com toques excessivos, nesta partida forma mais de 12 passes errados do cara. É preciso mais precisão e treinamento para erra menos. Essa de tirar Lucas Silva e deixa o Grossão do Nilton em campo, outra falha do Marcelo... enfim. Bom perder agora no início do returno e acender a lanterna amarela para as correções urgentes. Dois Atléticos nas duas próximas rodadas definirão se o Cruzeiro vai levar ou não este título que já estava em suas mãos com folga, bastava um empate hoje que seguiria mais tranquilo, agora vai ter que correr atrás do prejuízo quer queiram ou não oss mais sensatos, certamente gera um pouco de abalo no grupo e o Pacote tem que recuperar o moral dos seus comandados se não quiser ver um título que já estava em suas mãos escapar pelos dedos. Mais raça, entrega e determinação e menos salto alto, ajudam os times vencedores. Abra o olho Cruzeiro!!!"
Abraço
João Batista de Carvalho
Belo Horizonte
https://bay174.mail.live.com/ol/clear.gifhttps://bay174.mail.live.com/ol/clear.gifhttps://bay174.mail.live.com/ol/clear.gifhttps://bay174.mail.live.com/ol/clear.gif
William Renato Lopes - escreveu: gols de cabeça.
Sou atleticano, e gostaria de levantar uma questão que venho observado nos times do Cruzeiro e do Galo.
Não sei se já percebeu, mas o Cruzeiro tem feito muitos gols de cabeça. Acredito que de cada 5 gols do Cruzeiro, 3 ou 4 são de cabeça. Além disso, há um revezamento incrível de jogadores nas cabeçadas mortais: ora Dedé, ora Ricardo Goulart, ora Marcelo Moreno, e por aí vai.
E sempre com a mesma característica: Everton Ribeiro (na maioria das vezes) cruza, quase que sempre da entrada da grande área, buscando o 2º, 3º ou 4º pau. E ali já ficam posicionados de 3 a 4 jogadores azuis, aguardando pelo cabeceio fatal. Chega a impressionar a facilidade que o Cruzeiro tem de fazer gols de cabeça, num futebol tão disputado onde este tipo de gol foi praticamente abolido. 
Para um time fazer gol hoje em dia, é toque para lá, toque para cá, com muita burocracia.
Basta ver como jogam atualmente os times da Europa, que já perto da grande área, dão inúmeros toques na bola antes de mandar para o fundo das redes.
O Cruzeiro apenas levanta a bola e manda para o fundo do gol.
Sabe a quê eu atribuo isto?
Na minha opinião, é uma questão de técnico.
Ao meu ver, isto é treinamento muito bem feito pelo Marcelo Oliveira. Parece que ele é um daqueles técnicos que faz o simples. Ao invés de treinamentos mirabolantes, com implantação de doutrinas à lá Pepe Guardiola, parece que ele retorna às origens do futebol básico.
É claro que o Cruzeiro atual não se resume à isto, tem jogadas de velocidade, toques de bola, muita intensidade e disputa.
Mas impressiona esta facilidade nas bolas aéreas.
Creio que por méritos do técnico Marcelo Oliveira, que mostra que está treinando muito bem este time. Quanto ao Galo, burocracia é a marca deste time. Não há gols de cabeça.
Quando um jogador não decide pelo seu talento individual, o time fica à mercê da falta de gols.
Acho que o Levir devia fazer uma reciclagem com o Marcelo Oliveira. Ou voltar às suas origens dos anos de 1994, 1995, quando dirigiu o próprio Atlético. Naquela época, Renaldo deitou e rolou com as bolas aéreas alçadas pelos laterais Paulo Roberto Prestes (1994/1995) e Paulo Roberto Costa (1995).
Acho que vocês comentaristas deviam levantar esta questão.
É algo muito interessante, que deveria ser abordado. Um grande Abraço,
William Renato Lopes
Analista de Sistemas
B. Céu Azul - BH/MG

Paulo Hamacek - BH -  escreveu: "Jogadores superados - Caro Flavio , infelizmente , entra ano sai ano e o América continua o mesmo . È uma pena , a turma da imprensa só meter o pau depois do América atolado . Para o América , jogador bom é o terceiro , quarto reserva , geralmente velho de time ruim . O que o América almeja com esses " craques " ?  Arrebentarem e vende-los por preço alto ?  O atual elenco ( ??) tem 34 jogadores . Para que tanta inutilidade ? Para que tanto dinheiro empregado inutilmente ?  Um bom numero seria em torno de 20 atletas (2 goleiros ) mais jogadores da base .  Quem viu o zagueiro Messias ganhando a Taça MG desse ano , precisa de Adalberto , André ,Vitor Hugo ?  Tem até um Magrão  gordo no plantel .
O Cruzeiro não toma jeito .  O time vai para o ataque e os zagueiros  marcam de longe .  Zagueiro , para não tomar cartão amarelo , não permitir perigo de gol , independente do time estar no ataque tem que colar no atacante . Se estiver colado , cometer falta , não leva cartão .  O Cruzeiro tem tomado muitos gols e cartões assim . Quem corrige isso é o técnico . Como esse Léo é fraco . Zagueiro que vira de bunda com medo da bola  e toma drible fácil , não pode ser zagueiro .  Jogo , como o de ontem , seriam três zagueiros , 2 com marcação homem /homem , desde a linha do meio de campo .. Por essas e outras , os times ruins argentinos ganham Libertadores  Abraços
Wanderley escreveu: "Meu caro Flávio, vc disse tudo. Diretoria Amadora e incompetente (do América). Como é possível contratar alguém no escuro, sem conhecer a "folha corrida" e passada do cidadão. Hoje o Google pode ajudar. Incompetência pura."
Abraços,
Wanderley Pantera
Belo Horizonte



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.