sexta-feira, 17 de outubro de 2014

CRUZEIRO JOGA A PRIMEIRA EM CASA CONTRA SANTOS E GALO FARÁ DECISÃO COM FLA NO MINEIRÃO, SEGUNDO SORTEIO NA COPA DO BRASIL

COROAÇÃO FINAL - Pra coroar de vez a supremacia atual do futebol mineiro torço pra que os ventos da sorte soprem em favor de nossos dois principais times e que a Copa do Brasil seja decidida em duas partidas no Mineirão. Para que isso aconteça, conforme sorteio realizado na CBF,  nesta sexta-feira, o Atlético e Cruzeiro terão de superar nos jogos de ida o  Flamengo, no de Rio de Janeiro, e o Santos no Mineirão, respectivamente, dia 29 de outubro, uma quarta-feira.
Os jogos de volta serão dia 05 de novembro. O Galo recebe o Flamengo no Mineirão e o Cruzeiro irá a São Paulo. São dois clássicos que marcaram época no futebol brasileiro. Na Taça Brasil de 1966, o Cruzeiro conquistou seu primeiro titulo importante com duas vitórias sobre o time de Pelé - uma goleada aqui e uma vitória de virada no Pacaembu. Nas decisões de 80 e 82, quando tinham os melhores times do País, Atlético e Flamengo imortalizaram mais as arbitragens tendenciosas de José de Assis Aragão e José Roberto Wright.
TUDO DIFERENTE NO MOMENTO - Nas semifinais da Copa do Brasil que começam dia 29 as histórias estão bem mudadas. O momento dos quatro times é completamente distinto do quadro que se mostrava naqueles saudosos anos. Não existe mais Pelé, nem Tostão, Reinaldo, Zico, Dirceu Lopes, Zito, Cerezzo e outros craques famosos.
Hoje vale o conjunto, a entrega e o apoio das torcidas o que não faltará em nenhum dos casos. No Campeonato Brasileiro o Atlético atravessa uma fase excelente; na base do conjunto e do esquema tático devido a Levir Culpi ocupa o 4º lugar no G-4, após pífia participação no primeiro turno. O Flamengo de Vanderlei Luxemburgo luta, ainda, pra fugir da confusão do descenso, com uma campanha bem instável no Brasileiro.
LIDER X SANTOS - O Cruzeiro é o líder isolado do Brasileiro, com seis pontos na frente do segundo colocado. Só que atravessa aquela fase de indefinição. Classificou-se diante do ABC por causa dos dois gols marcados no campo do adversário. Fez 2 a 0 e tomou a virada de 3 a 2. Como havia vencido por 1 a 0 no Mineirão, ficou com a vaga. Não funcionou a história de que até o time alternativo do Cruzeiro ganharia o Campeonato Brasileiro. Não é verdade e o time tem negado fogo nos jogos importantes. O Cruzeiro vem de três derrotas seguidas - Corinthians, e Galo, no Mineirão, e ABC, em Natal. Seu adversário, o Santos, longe da disputa do título do Brasileiro, confia na meninada de sua base pra ganhar a Copa do Brasil, e conseguir a vaga na Libertadores. Eliminou o Botafogo, com placares agregados, por 8 a 2. No Pacaembu, enfiou 5 a 0 nos cariocas.
PROJEÇÕES FATAIS - Pelo que vi, li e ouvi aqui no meu recinto de tranquilidade, do alto das montanhas nada verdejantes do Santo Antônio, nem Aécio Neves vai ganhar da presidente Dilma Rousseff, e a final da Copa do Brasil será feita por Atlético e Santos. Pelo menos essa foi a projeção de Caio Ribeiro, no Sportv. Pelo que vejo, o rapaz que exibiu babas elásticas bovinas, como diria o mestre Nelson Rodrigues pelo futebol do Cruzeiro, com justificadas razões teve uma recaída. Retornou ao berço natal da Pauliceia Desvairada.
BRUXA CONTINUA SOLTA - Com bruxas ou sem elas, o Galo tem cumprido suas metas nessa fase do Campeonato Brasileiro e na Copa do Brasil. Do jogo contra o Curintia, além da alegria com a goleada e a classificação da equipe sobraram preocupações pra partida contra a Chapecoense, neste sábado à noite. Luan saiu antes por causa de dores nas costas, na região onde teve costelas fraturadas no clássico. Maicosuel ficará de sobreaviso. Outra dúvida é Leandro Donizette, que deixou o jogo, queixando-se de dores musculares. Outra problema. Se não der, joga Josué. Quando esta relação de 14 nomes de jogadores será extinta, ninguém sabe. Coitado do Levir!
PREOCUPAÇÃO NORMAL - Os torcedores do Cruzeiro não param de mandar-me mensagens, ou me xingando ou me dando razão quanto à fase do time. Levar seis gols em dois jogos - Flamengo e ABC - de times fracos é pra deixar qualquer um preocupado. Seis pontos de diferença sobre o Internacional, com ainda 30 pontos em disputa e a queda visível da equipe não garante nenhum título antecipado ao Cruzeiro.
Já escrevi aqui nesta Trincheira que o puxa-saquismo de alguns companheiros da grande mídia, dando o Cruzeiro como virtual campeão brasileiro, de novo, é um perigo. É uma armadilha pra desfocar o elenco e enfiar alguns atletas na camisa de força da arrogância e da autossuficiência. Outros tremem diante da responsabilidade da situação. A defesa do Cruzeiro, por exemplo, com Dedé e Manoel virou um bagaço. O meio-campo precisa urgente de Everton Ribeiro e Ricardo Goulart. O primeiro volta contra o Vitória domingo à noite, no Barradão.
FORA ESQUEMA MEDROSO - Porém, Marcelo Pacote Oliveira, também assustado com a caída do time, tem procurado esquema medroso e que inutilizam a força do contra-ataque do Cruzeiro sua grande arma. A fase não está nada boa e os deuses do futebol estão contra: os árbitros não marcam mais pênaltis existentes em favor, nem os inexistentes como faziam no primeiro turno. E andam marcando os inexistentes ou não contra. As bolas dos cruzeirenses chutadas a gol, ou vão na trave, ou fazem o cartaz do goleiro ou passam rente à meta. As dos adversários entram até quando mal chutadas; os beques azuis desviam pras redes. Até o goleirão Fábio, o homem das bolas impossíveis, não tem pego nem as possíveis. Tá danado, Pacote!
Espero que o time anunciado pra domingo, Fábio, Maike,Dedé, Manoel, Egídio, Henrique, Lucas Silva, Everton Ribeiro, Marquinhos, Álisson e Moreno funcione contra o perigoso Vitória, puto da vida por ter sido eliminado outro dia da Copa Sul Americana.


RELAÇÃO DE DOER - Olha só a relação de jogos que o Cruzeiro tem pela frente antes de comemorar o bicampeonato brasileiro: Vitória, neste domingo, fora; Palmeiras, em casa; Figueirense, fora; Botafogo, em casa; Criciuma, em casa; Santos, fora; Grêmio, fora; Goias, em casa, Chapecoense, fora e Fluminense, em casa. Só mesmo o mais fanático dos cruzeirenses, como Flávio Carvalho, acha esta relação um filé. Céus!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.