quinta-feira, 9 de outubro de 2014

CRUZEIRO PERDEU EM CASA, PORÉM MANTEM BOA DIFERENÇA SOBRE O SEGUNDO COLOCADO

DERROTA DO DETALHE - Não concordo com alguns comentários e declarações feitos após a nova derrota do Cruzeiro para o Corinthians, desta vez no Mineirão, onde o time azul tem fama de imbatível. Justificada, sem dúvida. Perdeu na competição apenas pro Atlético, que, também, é mandante no Mineirão, e agora pro Corinthians. Desfalques por desfalques, time paulista, também, teve os dele, por causa da Seleção e de lesões, que nem o Cruzeiro. A derrota foi fruto de detalhe, daqueles que evitam se entregar o favoritismo a qualquer um dos adversários,visto que em clássico são decisivos.
A falha de Henrique na pretensão de dar um passe de letra na congestionada região do meio-campo, armou o contra-ataque esperado pelo Timão. Mano Meneses, seu treinador, apostou exatamente nisso: numa só bola errada do adversário. Na lateral esquerda estava adaptado Ceará, pois Egídio saíra machucado logo no início do segundo tempo; na cobertura foi Léo, atabalhoado, deu o carrinho e retirou a perna com medo de fazer pênalti. Luciano fugiu pela ponta-direita e chutou quase do fundo, de perna esquerda, e venceu Fábio, até então mero expectador na partida.
Alguns bocas azedas já anunciam a queda do Cruzeiro, a diferença desaparecendo e o São Paulo e o Internacional encostando. A diferença é grande, ainda. Claro que pode diminuir se o time de Marcelo Pacote Oliveira não usar a inteligência como sua principal arma nessa reta final. O esquema usado pelo Corinthians aqui valeria bastante nessa caminhada por seis vitórias que dariam aos cruzeirenses o bicampeonato.
OUTRAS BOBAGENS - Não concordo com a declaração de Pacote esculhambando agora o calendário do futebol brasileiro. É o que lhe dá o seu emprego, pago com excelente salário. Como não concordo com as vaias ao garoto Marlone, que, realmente, até agora não justificou o cartaz que tinha no Vasco e que levou o Cruzeiro a contratá-lo. Concordo com suas justificativas pela falta de sequência de jogos, porém sem achar que isso possa livrar inteiramente a sua cara. Alisson, por exemplo, fez por merecer a titularidade, por causa de suas atuações nas poucas oportunidades que teve antes.

FICHA TÉCNICA - Cruzeiro 0 x 1 Corinthians
Cruzeiro: - Fábio; Mayke, Manoel, Leo e Egídio (Ceará); Henrique e Lucas Silva; Marquinhos, Marlone (Dagoberto) e Willian (Alisson); Marcelo Moreno. Técnico: Marcelo Oliveira
Corinthians: - Cássio; Fagner, Felipe, Anderson Martins e Fábio Santos; Guilherme Andrade (Ferrugem), Bruno Henrique (Danilo), Petros e Renato Augusto; Malcolm e Ángel Romero (Luciano). Técnico: Mano Menezes
Gol: Luciano, aos 27 minutos do 2º tempo
Motivo: 26ª rodada do Campeonato Brasileiro
Estádio: Mineirão, em Belo Horizonte
Data: 8 de outubro de 2014 (quarta-feira)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Alessandro Rocha de Matos (BA) e Kleber Lúcio Gil (SC)
Cartões amarelos: Henrique (Cruzeiro); Anderson Martins e Cássio (Corinthians)



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.