quinta-feira, 30 de outubro de 2014

CRUZEIRO VOLTA A JOGAR COMO NO PRIMEIRO TURNO, VENCE PEIXE E LEVA VANTAGEM NA VILA BELMIRO

Pelo menos na maior parte do jogo, o Cruzeiro voltou a jogar como no primeiro turno do Campeonato Brasileiro, em alta velocidade, e venceu o Santos por 1 a 0, gol de William, um placar mentiroso, porque além de prejudicado pelo assistente Rodrigo Pereira Joia que deu impedimento inexistente de Júlio Baptista, no lance em que Ricardo Goulart marcou o segundo gol azul, invalidado. Sem Álisson, lesionado, e Marquinhos impedido de atuar, o time dominou o Peixe de Robinho e só permitiu-lhe uma trégua no segundo tempo, após a saída de William, junto com Mike, os melhores em campo.
Dagoberto entrou no lugar de William e o Cruzeiro perdeu o pique. E Dagol perdeu gol feito aos 45m do segundo tempo, num cruzamento de Maike. Após as entradas de Marcelo Moreno no comando do ataque, saindo Júlio Baptista que se mostrou fora de forma, mas esteve em bom níve, e de Marlone na vaga de Everton Ribeiro, os azuis voltaram  a dominar as ações e quase marcaram mais gols.
O fato de não ter sofrido gol em casa dá uma boa vantagem ao Cruzeiro para a volta. Qualquer empate garante o time de Marcelo Oliveira na decisão do torneio de mata-mata. Na próxima semana, Santos e Cruzeiro decidem a vaga na Vila Belmiro.Antes disso, a Raposa recebe o Botafogo, no domingo, pelo Campeonato Brasileiro.
A pressão inicial da Raposa surtiu efeito logo aos 10 minutos. Willian chutou da direita, a defesa santista rebateu e o próprio William, de perna esquerda, chutou rasteiro, cruzado. O  goleiro Aranha se esticou todo, mas não alcançou a bola: 1 a 0. 
Everton Ribeiro e Ricardo Goulart estiveram perto de repetir as grandes tabelas e grandes atuações. Da mesma forma William que voltou a encantar a torcida até levar uma cotovelada nas costelas. Mesmo assim aguentou até o segundo tempo.
Na primeira grande jogada do Cruzeiro na etapa, aos sete minutos,  foi prejudicado  pela arbitragem. Willian tomou a bola no meio e ligou para Júlio Baptista finalizar. No rebote de Aranha, Goulart empurrou para as redes, mas o auxiliar marcou impedimento no primeiro chute.


FICHA TÉCNICA: CRUZEIRO 1 X 0 SANTOS

Cruzeiro: Fábio; Mayke, Dedé, Leo e Egídio; Henrique e Lucas Silva; Everton Ribeiro (Marlone), Ricardo Goulart e Willian (Dagoberto); Júlio Baptista (Marcelo Moreno)
Técnico: Marcelo Oliveira
Santos: Aranha; Cicinho, Edu Dracena, David Braz e Mena; Alison, Arouca e Lucas Lima; Rildo (Jorge Eduardo), Gabriel (Serginho) e Robinho (Leandro Damião)
Técnico: Enderson Moreira
Gols: Willian, aos 10 minutos;
Motivo: jogo de ida da semifinal da Copa do Brasil
Local: Mineirão, em Belo Horizonte
Data e hora: 29 de outubro de 2014, quarta-feira, às 22h
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Rodrigo Pereira Jóia (RJ) e Rodrigo Henrique Correa (RJ)
Público: 25.714
Renda: R$ 1.029.363
Amarelos:Marcelo Moreno (Cruzeiro); Eugênio Mena (Santos)



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.