domingo, 18 de janeiro de 2015

GALO SUPERA FLA NUMA COBRANÇA DE PÊNALTIS ESPETACULAR E ESTÁ NAS QUARTAS DA COPINHA

GALO IMPOSSIVEL - Se o tempo normal de jogo, prejudicado pelo calor intenso, foi apenas muito disputado, com pouca qualidade técnica, na cobrança dos pênaltis que valia uma vaga nas quartas-de-final da Copa SP de Futebol Júnior, Atlético e Flamengo se superaram e deram uma verdadeira aula de como cobrar penalidades aos marmanjos profissionais, neste domingo em Osasco.Destaques no tempo normal para Jordan, zagueiro do Galo, de apenas 18 anos , forte, técnico e que segurou o bom ataque do Flamengo. Cobrou, também, um dos pênaltis com imensa categoria. É pra se ficar de olho nele, Levir Culpi. Os times empataram a série normal da cobrança e foram para os penaltis alternados. O goleiro Rodolfo agarrou a décima cobrança do Flamengo, e  Gustavo marcou o 10º gol do Galo. Final, Atlético classificado 10 x Flamengo eliminado 9. Emoção pura.

DE ARRASCAETA VEM Aí


Salvo melhor juízo, a contratação deste jovem atacante uruguaio foi i agente André Cury, responsável, também, pelas contratações de Felipe Seymour e Eugênio Nena . Ele levou a proposta do Cruzeiro ao dono dos direitos de De Arrascaeta (foto) e na sexta-feira o gerente de futebol, Waldir Barbosa, seguiu para Montevidéu. Aí chegou a informação que o atacante de 20 anos assinara contrato de cinco temporadas. O Cruzeiro teve, também, boas informações sobre o meia com seus ex-jogadores Revétria, Forlan e Vitorino. Todos elogiaram muito do futebol da jovem revelação uruguaia.

DOR DE COTOVELO - Apenas o presidente do Internacional, que perdeu a corrida com o Cruzeiro na contratação de De Arrascaeta, tentou menosprezar o negócio. Disse que De Arrascaeta será um reserva de luxo e caro no time do Cruzeiro. E o que é que ele tem com isso?

NENHUMA AVALIAÇÃO AGORA - Eu assinaria um atestado de burrice se fizesse críticas agora ao jogo mostrado pelo Cruzeiro, no amistoso contra o Londrina, no Estádio do Café e no qual sofreu a primeira derrota do ano (1 a 0, gol de falta de Celsinho).  Visto que não tenho nenhuma tendência á burrice, vou aceitar a derrota normalmente e que o time de Marcelo Oliveira teve uma atuação instável. Leandro Damião, dos novatos, foi quem mais jogou e participou pouco das jogadas de área, porque foi bem marcado. Fabiano, Joel e Seymour entraram no segundo tempo e não mudaram nada; o Cruzeiro já perdia por 1 a 0, gol de Celsinho cobrando falta. Aí é que me preocupa, como sempre preocupou essa quantidade de gols de falta que o Fábio toma.

CRUZEIRO DO PACOTE - O Cruzeiro que Pacote mandou a campo em Londrina, vê se lhe agrada, teve Fábio(Rafael) , Ceará (Fabiano), Léo (Bruno Rodrigo), Manoel e Breno Lopes; Henrique (Felipe Seymour), Lucas Silva (Willian Farias), Everton Ribeiro(Joel) e Júlio Baptista (Marquinhos); Willian (Judivan) e Leandro Damião (Neilton)



É DE METER MEDO





Sem aviso prévio Leandro Donizete (foto) já entra nos clássicos contra o Cruzeiro querendo furar as carótidas alheias e beber o sangue, imaginem agora que deu entrevista, de cabeça fresca, vindo das férias, anunciando, ainda que em tom de humor, que não vai aliviar nos próximos encontros com o Cruzeiro; "Mas sem violência" ressaltou. Duvido, porque ele é incapaz de jogar sem visar o adversário normalmente. Contra o Cruzeiro na decisão da Copa do Brasil foi uma coisa horrorosa sob os olhares complacentes dos juízes titulados os melhores do Brasil.


TABU SERÁ MANTIDO - Donizete ainda desdenhou: o Atlético só perdeu quando usou time reserva depois da conquista da Libertadores. Para 2015, projetou o volante, quero manter a invencibilidade por mais um ano e meio. "Ficar um ano sem ganhar o clássico é difícil, imagino como tem sido a cobrança em cima deles. Nós estamos preparados para manter este tabu."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.