domingo, 22 de março de 2015

CRUZEIRO VENCE CLÁSSICO COM AMÉRICA E ENCOSTA NA LÍDER CALDENSE.


Damião engraxa a chuteira de Arrascaeta, o garçom do jogo (Superesportes)

O clássico do Independência foi bem equilibrado, com forças bem medidas, mas como na vida real é desta forma, a Raposa comeu o esforçado Coelho e subiu pra 20 pontos na classificação geral. Está agora, com uma partida a menos e um ponto atrás da líder Caldense, diferença que, com certeza, deverá tirar quarta-feira diante do Mamoré, no Mineirão. O equilíbrio foi a marca deste América x Cruzeiro, no Horto. O time de Givanildo correndo muito, principalmente no primeiro tempo, quando botou Fábio pra trabalhar umas três vezes e até acertou de raspão, a trave estrelada. O Cruzeiro, com paciência, esperava o Coelho errar pra acertar um contragolpe. Aconteceu aos 19m.

ARRASCAETA APARECE - No erro americano de cobrança de falta no meio-campo, o uruguaio De Arrascaeta ficou com a bola e fez a assistência ao Alisson pelo lado esquerdo. Ele cortou seu marcador e acertou uma bomba de pé direito no canto baixo do goleiro João Ricardo. Foi o primeiro gol de Alisson na temporada: 1 a 0.

SEGUNDO TEMPO: No segundo tempo, o panorama não mudou e nem os treinadores Givanildo e Pacote mexeram nos seus times. O Cruzeiro jogava com inteligência e paciência e o América atacava em massa. De novo, De Arrascaeta complicou a vida do Coelho. Fugiu pela esquerda, aos 39m, e colocou a bola nos pés do goleador  Leandro Damião, que com um leve toque desviou para as redes de João Ricardo. Placar final, Cruzeiro 2 a 0.

PACOTE TESTA OUTROS - Marcelo Pacote Oliveira testou uma nova formação, a partir doas 29m do segundo tempo. Tirou Marquinhos e colocou Gilson, lateral-esquerdo, que no América jogou, também, de meia de ligação. Depois, entrou com Judivan na vaga de Alisson - até que enfim não trocou De Arrascaeta. Finalmente, aos 43` tirou Leandro Damião e colocou Henrique Dourado, aquele centroavante artilheiro paulista pelo Palmeiras. Riascos e Joel continuam sumidos.

GALO DERRUBA TOMBENSE - Em que pese a importância da partida, disputada entre dois times do G-4 do Campeonato Mineiro, Atlético e Tombense fizeram  um jogo razoável de apenas um tempo no Ipatingão. No segundo, o time de Tombos fingiu que dominou e o Galo enganou a Polícia, fingindo que jogava.
Pratto e Luan marcaram em Ipatinga (Superesportes)

TEMPO DE LUAN - Com a equipe alternativa, sem vários titulares, preservados, o Atlético abriu fáceis 2 a 0 na primeira fase com Luan e Pratto, este num pênalti bem "mandrake", visto pelo árbitro Cleiton Veloso, que, certamente, se o lance acontecesse na área atleticana o árbitro não daria. Outro destaque nesta fase foi o goleiro Darley, do Tombense, que pegou muito e evitou placar maior.
SONO NA FASE FINAL - Na fase final, a coisa rolou sonolenta. Até Luan, melhor em campo, que vinha se esforçando, pisou no freio. Levir Culpi optou por tirar Carlos por Maicosuel; Cárdenas, por Dodô, e, por fim, Pratto por Cesinha; piorou mais ainda. A preguiça só foi afugentada aos 47m quando Luan em bela jogada individual, chutou de fora da área, de perna esquerda, rasteiro, no cantinho do goleiro.

DE OLHO NA LIBERTADORES - Também aqui não cabe qualquer avaliação do placar de 3 a 0, porque se sabe que o Atlético só se preocupa no momento com a Copa Libertadores. Sem dúvida, estará entre os quatro da outra fase do mineiro, junto com  o Cruzeiro.

CALDENSE FAZ BONITO - A Caldense é outra séria candidata a uma vaga e neste domingo bateu na URT por 1 a 0 lá em Patos de Minas. Ficou momentaneamente na liderança à espera do resultado entre América x Cruzeiro, disputado mais tarde. Já o Tombense, apesar da derrota, manteve-se dentro do G-4 com 16 pontos, uma vitória a mais que o Coelho, mas, também, à esperado placar do clássico pra saber se manteria a vaga.

BOMBA, BOMBINHA , BOBAGEM - Meu espião eterno, o repórter mais bem informado das Geraes, WJ, também chamado pela roda de amigos de Wilson José, o repórter que dá o furo, - bem entendido claro - me manda a bomba: a Federação Mineira de Futebol (FMF) vai sair do prédio da avenida Barbacena para uma casa na rua Pinhuí. Aquele prédio já apelidado de edifício Algazarra, foi abiscoitado pelo INSS em pagamento as dívidas sociais da entidade.

MARKETING - Sugestão de WJ: " agora a FMF pode criar seu Departamento de Marketing para ajudar aos clubes menores terem atividade durante o ano todo. E acrescenta: na gestão anterior, os árbitros usavam publicidade na camisa, a FMF recebia, mas não repassava nada aos árbitros e ao sindicato". Agora a coisa é bem séria.




AH, SE A MODA PEGA! - Com os diabos, sô!, essas coisas só acontecem no estrangeiro. A moda de repórter esportiva tirar a roupa pra cumprir promessa pela subida de seu time, por que não pega nas Geraes? A da foto é Alejandra Omaña, torcedora do Cúcuta que irá jogar a primeira divisão do Campeonato Colombiano.  Fiel às suas promessas, Alejandra prometeu ficar pelada, por isso, e cumpriu. Que beleza!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.