segunda-feira, 9 de março de 2015

DE COSTA RICA A CUBA - UM PULINHO BEM NO ESTILO DA ROÇA: FICA LOGO ALI...



Fui conhecer o Museu da Revolução Cubana e o Comandante Fidel fez questão de acompanhar-me


CURTIÇÃO GERAL - Dia 24 de  pp, deixei o aeroporto Juan Santamaria, em San José, Costa Rica, cinco da tarde, impressionante como os aviões da Copa Airlines, cumprem os horários de partida e de chegada, descendo no Aeroporto Tocumen, no Panamá, uma hora depois. Troquei de avião, sem correria, sem agitação, curtindo o dutty free do belo terminal. Às nove e trinta e cinco tomei outro avião da Copa rumo a Havana, onde cheguei no horário previsto local, de meia-noite no aeroporto José Marti, grande herói da independência cubana.

ZERO PRA AGÊNCIA - Uma guia, Viliam, esperava-me com o transporte no aeroporto José Marti.O atendimento local foi bom, mas a agência que contratou meu hotel em Havana, Net Travel, que funciona no Diamond Mall merece nova zero.Insisti com ela que queria um hotel perto de Havana Vieja. Me enrolaram e disseram que o Hotel Comodoro, do Grupo Cubanacan, ficava perto da avenida Malecom, ou apenas cinco quilômetros de Havana. Mentira,. Fica a 18k de Havana e uma corrida de taxi sai a quase 12 dólares.

MOTOTAXI OU COCOTAXI - Só fui de taxi ao centro uma vez. O resto foi de ônibus de turismo pagando 5 Crus, dinheiro dele, na troca por um dólar você leva 2,5 crus, que desaparecem numa pancada só. E de mototaxi, uma lambreta com uma cobertura tipo "orelhão", toda amarela, bonita. Agradável a corrida., Mas quando fui pagar, vi que era tão cara como um taxi. Tirei o dito do meu esquema.

HOTEL SEM ÁGUA QUENTE - 0 hotel Comodoro é bonitinho fica na beira do baía de Havana, mas é velho., Apartamentos amplos e velhos. Penso que me colocaram na parte antiga e deixaram a nova para os milhares de turistas canadenses despejados de hora em hora por vários ônibus na porta do hotel. Passei sete dias brigando por um novo apartamento onde a água quente fosse constante. Um dia tinha, outro não. E tome banho frio, um terror que me assusta desde os colégios internos.

DESEJUM , VERDADEIRO ALMOÇO - No mais, bem agradável. Praia de manhã, depois de um café reforçado, com várias frutas, sucos, ovos, etc. Bem americanizado. À tarde, tomo ônibus e vou conhecer Havana Vieja e seus mistérios. O Capitólio, maior que o dos States, a praça da Revolução, a feira de livros, o Museu da Revolução, onde tive uma presença espiritual sensacional. O comandante Fidel quis estar comigo - veja a foto.  Adorei Havana, mesmo que alguns cubanos me parecessem amargos, distantes de qualquer turista, caras fechadas, atendendo mal.

SÓ IMPRESSÃO - Creio que a impressão ruim foi causada pela recepção do Hotel Comodoro que não recomendo a ninguém. Apesar de ser uma zona sul, de belos hotéis e casas, não se deixem enganar. É longe pacas do centro. E no Comodoro, então! Risque seu nome do mapa.Por hoje é só. Depois falo mais e mostro mais fotos de Havana.

OUTRO AZARADO: BRUNO - O ex-goleiro Bruno, preso pela morte da modelo Eliza Samúdio, de quem era amante, tropeça a cada dia em nova pedra de azar e machuca o dedão. O tropeção atual foi por causa de um homem de aproximadamente 38 anos encontrado morto na região da Pampulha e ao seu lado estava uma moto registrada em nome do ex-jogador atleticano.

AMIZADE RUIM - Polícia Civil informou que trata-se de Cláudio Camargo da Silva, visto sendo perseguido na última quinta-feira por um homem e sendo atingido por vários disparos, inclusive na cabeça. De acordo com a Polícia Civil, a vítima se chama Cláudio Camargo da Silva, e, na última quinta teria sido perseguido por um homem e atingido por vários disparos, um, inclusive, na cabeça.

PRESENTE DE BRUNO - A família da vítima disse à Polícia que a moto foi um presente que ganhou de Bruno, quando cumpriam pena na Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem (MG), entre os anos de 2011 e 2013. Cláudio estava preso por tráfico de drogas. Tem gente, meu Bom, que anda em companhia ruim, morre em companhia ruim.

PREOCUPAÇÃO MAIOR -  Maior do que a tristeza pela qualidade do futebol apresentado por Cruzeiro e Atlético, no último clássico, empatado em 1 a 1, é saber que estamos dentro do maior torneio da América do Sul e não há nenhuma perspectiva para ambos. Não vou brincar aqui de torcedor, cheio de entusiasmo, porque os celestes empataram duas partidas em 0 a 0 e o Galo perdeu duas. Existe, por que não?, possibilidade de os dois se classificarem raspando na fase de Grupos. E depois? E na hora de enfrentar os argentinos, principalmente o Boca Juniors?

MEDIÇÃO FEIA - Como qualquer cronista do cotidiano, seja esportivo, político, ou social, me baseio no equilíbrio das opiniões alheias. Aquelas que recebo pelas redes sociais e as que povoam minha vida nas ruas não têm nada de positivo. O Atlético, por causa das duas derrotas seguidas, causa maior decepção na Massa. Porém, não creiam os celestes que seu time esteja uma "brastemp", na opinião de sua torcida. O empate no clássico avalizou a fragilidade dos dois. Mais do Cruzeiro que exibia sua força, enquanto o Galo, desnudo, sem reforços e sem titulares, mostrava sua fraqueza.

MAIOR DO BRASIL - O Corinthians pegou o São Paulo pra "cristo" e não perde pros bambis há tempo. Aí o JCCcanalha, da ESPN, diz que daqui a pouco o Timão será considerado o melhor time do País. Já não é, não, João Carlos?
  
VOLTA POR CIMA - Estará cedo pra que este filho de dona Geralda nesta endiabrada Trincheira, prenuncie que o mineiro de Teófilo Otoni, craque do Fluminense, revelado pelo América, goleador no  Cruzeiro, Fred tenha dado volta por cima e esteja outra vez, aos 31anos, na cristal da onda? Seus três lances na vitória sobre o Botafogo (3 a 1) foram geniais. O gol que marcou então, gente! Aquela matada com o pé direito, uma bola que lhe chegava pelas costas, a passada pro pé esquerdo e o chute sem deseja pra Jefferson, é coisa de craque. Aliás, apenas craques desequilibram um jogo de futebol.


PÔ, QUE M...? Começaram cedo a secar o jovem De Arrascaeta. Previ isso quando dos primeiros comentários e aqueles bobagens de que ele sentiu o peso da Libertadores e da camisa do Cruzeiro. Se esqueceram que Arrascaeta arrebentou o Cruzeiro e não teve nenhum medo do prestígio do time bicampeão sul-americano. Agora voltaram com a bobagem de novo e colocam os chamados "eternos ídolos" pra avaliarem as atuações do menino. Por que não analisam os velhos que estão escalados, também. Me parecem cerco armado pra se colocar Alisson como titular, como se ele precisasse disso. É outro craque, também.
Aliás, o treinador Óscar Tabarez, da Seleção do Uruguai anunciou a convocação de Arrascaeta para o amistoso do seu escrete dia 28 de março, no Marrocos. Ele não jogará pelo Cruzeiro contra o Mamoré, e a URT, mas estará em campo no clássico contra o América. Só a camisa do Cruzeiro pesa no craque, a da Seleção uruguaia não. Para com isso, secadores de pimenteiras.


LEVIR CHORÃO - O único profissional envolvido no clássico Cruzeiro e Atlético que reclamou da arbitragem dou um pirulito pra quem adivinhar. Claro que foi Levir Culpi. Essa pergunta é feijão sem bicho. Levir afirmou que Leandro Damião devia ser expulso. Ainda bem que ele não apitou a partida, foi o Emerson. E muito bem. Troféu Limão pro Levir...o melhor da rodada. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.