segunda-feira, 30 de março de 2015

TORCIDA DO CRUZEIRO CHIANDO POR CAUSA DO EGÍDIO?. SÓ PODE SER BRINCADEIRA DE MAU GOSTO.




CASO EGÍDIO - Este ex-diretor remunerado do Cruzeiro, Alexandre Mattos, moço bom de serviço no seu mister, mas de uma arrogância que impressiona, de uma faculdade não menos indescritível  pra dar rasteira nos adversários nos negócios de futebol, implantou no Palmeiras a política que usou no Cruzeiro e que. infelizmente, deixou sequelas. 

APOIO EXTERNO - Tá na cara que contou com apoio da diretoria do clube celeste na transação Egídio com o clube ucraniano, que não paga nem visita, quanto mais salários. O presidente Gilvan do Pinho Tavares no final do ano afirmou que o Cruzeiro não seguraria nenhum jogador que recebesse proposta do exterior dentro do pré-estabelecido. Egídio teria recebido uma de 2 milhões de euros. Foi liberado.

GOLPE UCRANIANO - Mas o clube ucraniano não é mau pagador, como o Cruzeiro fez o negócio? De mentirinha. Tanto que logo depois, Egídio voltou ao Brasil e foi pra onde? Pro Palmeiras de Alexandre Mattos.  O que me admira, no entanto, é esse assunto virar notícia especulativa na imprensa. O Egídio é um tremendo cabeça de bagre.

TORCIDA PARECIA ALIVIADA - A torcida respirava fundo quando a bola adversária chegava ao seu setor. A torcida e os zagueiros, principalmente o responsável por jogar nas costas de Egídio. Quando ele foi negociado e veio Nena e voltou Gilson, os torcedores quase soltaram foguetes. Porém, Gilson é um velho conhecido e limitado jogador. Nena foi a decepção: não joga nada, só na Seleção Chilena.

MENINO BAIANO - Tem o menino Pará, que o Cruzeiro trouxe do Bahia, só que o técnico Marcelo Pacote Oliveira é masoquista. Gosta de sofrer bastante, fazer a torcida sofrer, também, antes de tomar uma providência e botar o garoto pra jogar. Pretende esperar que ele ganhe experiência, quando tiver 30 anos.  Que o Palmeiras viva em paz com seu novo "reforço". o inacabado Egídio.

CRUZEIRO EM CUIABÁ - O Cruzeiro fará sua estreia no Brasileiro deste ano enfrentando o Corinthians, na Arena Pantanal, em Cuiabá. O mando era dele, mas foi tomado pelo STJD por causa de lambanças da torcida celeste num dos jogos do final do ano passado. O jogo será dia 10 de maio e inicialmente chegou a ser marcado pro Mané Garrincha, em Brasília, mas o empresário Roni, dono da R7, empresa do ramo e ex-jogador estrelado entrou no caminho e desviou a bola pra Cuiabá.

TORCIDA NÃO AJUDA -  Isso vale pra torcida aprender, se tiver capacidade pra tanto. Não falo dos torcedores em geral, mas dos grupelhos chamados de torcidas organizadas. De qualquer forma até Brasília seria melhor que aquele calor brabo do pantanal.

GALO NÃO SAI DO TERREIRO - A diretoria do Atlético resolveu manter o jogo contra o Santa Fé, na abertura do returno da fase de grupo da Libertadores, para o Horto, onde quem cai lá só sai morto. Heita nós! E isso vale pro torcedor, também, porque terá correr a partir desta quarta-feira, às 10h da manhã, pra conseguir ingresso.

PREÇOS AMARGOS? - Não, penso que não. Quem gosta de futebol e ama o Galo paga. Eu como sou pobre, fico em casa e vou ver pela televisão. O jogo marcado para o dia nove de abril, numa quinta-feira, só terá transmissão pela tevê fechada. No entanto, a cretina da Globo marca a partida para às 9 e 45, ou seja, depois da novela, cuja audiência é do tamanho do dedo mindinho de japonês - pra não dizer outra coisa - e arrebenta com a torcida. Após o jogo, pelo horário, não há metrô. Os valores serão de R$ 20,00 e R$ 400,00. A venda online, exclusiva dos sócios Galo na Veia Prata terá início às 10h, desta quarta, no galonaveia.com.br.
DIVISÃO IGUAL - Pedro Lopes G., de Divinópolis, me manda uma mensagem malcriada, na qual diz que é fã de Chico Maia - grande vantagem, eu também sou - mas que gosta de ler as duas colunas. Minha e do Chico. Acha interessante porque meus assuntos abordam mais o Cruzeiro e os do Chico mais o Atlético. Vocês não deviam ser  isentos? Devíamos nada. Eu no entanto sou odiado por grande parte das duas diretorias, com raras exceções. O Chico, com aquele seu jeitão de menino criado com a avó, é lambido por todas elas.

NÃO CUSTA DESCONFIAR - Atlético x Independiente Santa Fe, pela Copa Libertadores, terá arbitragem uruguaia:  O árbitro central  será Andres Cunha; seus auxiliares  Maurício Espinosa e Miguel Nievas.  Não conheço nenhum deles, então não abono.Cruzeiro x Mineros, dia 08 de abril, uma quarta-feira, será apitado por chilenos: Jorge Osório, dono do apito: auxiliares: Marcelo Barraza e Cláudio Rios. Jogo pelo Grupo 3. liderado pelo Cruzeiro com cinco pontos. Conheço o juiz, não merece aval, também, não.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.