quarta-feira, 1 de abril de 2015

BURRO COM SORTE APORTA COM FESTA EM PEDRO LEOPOLDO E DIRCEU LOPES É O ANFITRIÃO DE LEVIR CULPI



BURRO COM SORTE - Se não me engano, Marcelo Pacote Oliveira, também é de Pedro Leopoldo, onde Levir Culpi lançou otrodia o seu livro "Burro com sorte". Mas o técnico atleticano foi recepcionado pelo eterno ídolo cruzeirense, Dirceu Lopes, dono daquelas plagas. Aliás, de Levir esteve cheia de craques o ex-goleiro Vitor, do Cruzeiro; Campos, ex-atacante do Galo;  Buião, ex-Atlético e Corinthians; e o próprio Príncipe.  Com isso, confirma-se que o rio corre pro mar. Este pobre escritor, filho do Sodico, mal consegue fazer uma noite de lançamento, enquanto Levir esparrama seu "Burro..." pra todas as bandas das Geraes. Santa Maria do Céu!


PEQUENOS DETALHES - Separam o atacante Thiago Ribeiro do Atlético. O jogador anda tão emocionado com a sua possível volta ao futebol mineiro, onde defendeu o Cruzeiro, que não espera a hora de jogar mais uma Libertadores.  Falta o que? Falta o Santos acertar com o zagueiro Emerson e o meia Giovanni Augusto, envolvidos no negócio.  Os comentários sobre o negócio entendem que Thiago Ribeiro virá resolver o problema do lado esquerdo do ataque atleticano. Mas que problema? O Carlos tem 19 anos, desencantou-se contra o Villa Nova, com dois gols e joga muito mais do que o veterano Thiago Ribeiro


JB CHEGOU AO FIM - O ciclo do volante Júlio Baptista, felizmente, está quase no fim, sem nenhuma marca importante, lamentavelmente. Acreditei por muito tempo que JB seria um líder do elenco, mas ficou longe disso e se indispôs com a torcida com suas fracas atuações. O contrato termina em agosto e alguém da diretoria celeste garantiu que o contrato não será renovado, o que dará uma boa queda no custo da folha salarial do clube.

GENTE NOVA - Enquanto faz o planejamento de renovar a folha mensal e o elenco do clube, com a liberação dos atletas mais caros, como Júlio Baptista e Tinga, o Cruzeiro trata de contratar os jovens que fazem sucesso. Um deles é Marcos Vinicius, cujos direitos econômicos pertencem ao Náutico. O empréstimo dele termina em dezembro, mas o Cruzeiro quer espantar os urubus - tipo Alexandre Mattos - e comprar 50% desses direitos já agora. O preço é de R$ 900 mil e um empregado do Cruzeiro irá esta semana a Recife acertar a encomenda.
CARA DE PAU - Declaração de Alexandre Mattos, homem forte do Palmeiras, na apresentação de Egídio: "Egídio, fomos campeões juntos e você sabe como gosto de trabalhar. Sei também do seu profissionalismo e Deus quis que você retornasse rapidamente ao Brasil e aqui será sua nova casa onde seremos felizes como fomos no Cruzeiro". Interessante a declaração: não foram campeões apenas 10%. Um não jogou, porque é cartola. O outro não jogou, porque é um tremendo cabeça-de-bagre. Deu mais sustos na torcida, do que alegria.

PENDURA UMA MELANCIA -  Esta procura por um meia armador no Cruzeiro tem provocado chance de aparecimento de muita gente que não manja nada de futebol, apesar dos 80 anos no meio. O supervisor do clube é um deles. Num bate-papo informal com os repórteres disse que o clube examina dois casos: o meia Valdívia, encostado no Palmeiras, mas que, segundo seu pai,teria uma proposta do Boca Juniores.


NADA DE SILÊNCIO - O outro seria Paulo Henrique Ganso, que custou ao SP um monte de dinheiro e tem apenas passeado entre o gramado e o DM. Quem acredita? Segundo o supervisor o caso Ganso não tá totalmente descartado, mas é uma negociação difícil. Cadê aquele silêncio que o Cruzeiro usava antes?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.