segunda-feira, 11 de maio de 2015

PACOTE ASSUME PARTE DA CULPA PELA SEGUNDA DERROTA SEGUIDA

     Pará, agradou (foto)

FALTA DE TESÃO - Penso que Marcelo Pacote Oliveira perdeu a tesão após três anos seguidos de trabalho na Toca da Raposa. O aumento nos salários, também, minou aquele entusiasmo amador que treinador jovem tem quando assume uma equipe grande e vence dois títulos brasileiros numa sequência que encantou o futebol brasileiro. Tanto assim, que o discurso sobre "desmanche" do time vencedor, com a venda de peças de alto nível, já se tornou chato, depois de seis meses batendo na mesma tecla. O discurso agora tem que ser o seguinte: "ou c. ou desocupa a moita".

PARÁ É BOM - Alguns setores do time me agradaram como a lateral esquerda com Pará, a presença de Bruno Rodrigo, calmo, seguro, melhorou o rendimento de Manoel. Em contrapartida, jogar com Willians Gaúcho e Charles foi uma tragédia. A saída de Maike, que voltou no segundo tempo, com a lesão de Fabiano, - não joga nada - também foi trágica. Marquinhos merece jogar pelos lados, mas precisa melhorar sua condição física. Prega a partir dos 20m da segunda fase.

FOGUETE MOLHADO -  menino Gabriel decepcionou. Foguete molhado? William Bigode foi dos poucos que me agradaram, além de Fábio e dos citados acima. E o tal 
Dourado? Céus, aquilo parece chumbo derretido. Gabriel (foto) foguete molhado?


CASCA DE BANANA - Marcelo Pacote precisa abrir os olhos. Tem casca banana  no caminho dele. Eu não gostaria de vê-lo cair. Porém, precisa recuperar o entusiasmo e o tesão dos anos passados. O Cruzeiro precisa, também, numa mexida urgente na Comissão Técnica.





BOLAS ALTAS - Fábio (foto) tá mal treinado nas bolas altas, só sai socando, enquanto na Europa os bons goleiros saem da meta agarrando a bola. O preparo físico tá uma lástima, tanto assim que em todo confronto o Cruzeiro toma gol nos últimos minutos.

DERROTA PRESCRITA - Contra o Corinthians mesmo, ao ser anunciada a saída de fulano pra entrada de Romero deu uma mordida na minha goiabinha vermelha lá de Rio Casca, e matutei, prevendo.
"Pronto, os caras que entram descansado e que mete gol no Cruzeiro".
Não deu outra. Timão 1 a 0 e gol do cabeça de bagre Romero, que em um ano no Parque São Jorge só havia feito um gol. Também era dia das Mamães. E a Mamãe Raposa não podia deixar por menos.
  
         Pacote, na corda bamba, tá que perde a paciência com Gabriel, mau pensador

BONÉ NA MÃO -  Ao assumir parte da culpa, Pacote deslizou. Teria que acrescentar: "de grande parte". A entrada de Fabiano, mesmo com Maike fora de forma, gordo, desencantado e deprimido porque não foi vendido ao Porto ou ao Benfica, foi estupidez. Acertou com Pará e errou com Henrique Dourado. Joel estava vetado? A torcida anda puta com Pacote. Ou vence o São Paulo aqui, na Libertadores e o Santos domingo, na Vila, pelo Brasileirão, ou terá de pegar o boné.

GOL DE ROMERO - Segundo Pacote, no gol de Romero, o erro foi seu. Pediu que um dos comandados saísse na marcação e o cara negou fogo. Aquele segundo de desatenção custou a derrota. Mas onde está o erro dele - Pacote - aqui no lance? -"Nós tínhamos dois jogadores sobrando na área. Se o Willian puxasse, o Marquinhos teria que sair. Eu dei a ordem, que foi equivocada. Talvez fosse melhor ficarem todos na área. Foi desatenção e descuido que custou o gol”, disse. 

PITACOS DOS CORNETEIROS - Meu Caro Flávio Anselmo, Gilvan é culpado deste desastre sim, pois é o presidente da Instituição Cruzeiro Esporte Clube. Mas não deixe de fora o falastrão micão incompetente Waldir Barbosa. Ele, também, não acrescenta nada, mas não pode ver um microfone que fala asneiras".

DEDÉ POR GANSO - Sobre Ganso em troca do Dedé.....Mais uma do Waldir Barbosa, aquele gerente de futebol, que trouxe o Riascos, aquele que não sabia que o Joel não tinha visto de trabalho na Argentina, aquele que tá pagando mico no caso Ronaldinho. Enquanto este Juvenal Juvêncio mineiro não acabar com o Cruzeiro ele não vai ficar satisfeito.
Resposta: Respeito, como já disse, sua opinião, mas não concordo com ela. Waldir é meu amigo e amigo meu não tem defeito; nos inimigos a gente põe". Pode quando muito escorregar, mas isso só aparece nas derrotas e na má fase. Escreveu César Augusto Rodrigues - Beagá.

DIFERENTES PENSAMENTOS - Enquanto Levir Culpi fala na valorização do elenco como ponto a ser sempre trabalhado pelo técnico, na Toca da Raposa a impressão que se tem é totalmente ao contrário. Pacote quer desvalorizar pra deixar a serventia da casa aberta. Quem quiser sair, pode se mandar. Melhor pra ele, que com 40 atletas, num elenco inchado, não sabe como aproveitar os melhores e não quer se desgastar demitindo atletas, com os quais poderia se encontrar no futuro. 

RESPOSTA POSITIVA - Também vejo que Culpi tem conseguido resposta positiva de titulares ou reservas nos jogos. A primeira prova disso foi aprovada no confronto contra o Palmeiras, com apenas Victor dos titulares em campo. Fominha ele, hein? Os nomes do time principal foram poupados pro difícil compromisso da Libertadores, quarta-feira, em POA, contra o Internacional. O jogo de 180 minutos está empatado em 2 a 2 e o Colorado leva a vantagem de jogar no Beira-Rio e do empates de 0 a 0 a 1 a 1.

MAIS CORNETEIROS - "Patric , anta burra, mais André, o meninão ruim de bola e chorão; o Jô, viúvo do R10, nós não merecemos". -   Gegê Angelino, Belo Horizonte.
"Willians, brucutu? É o melhor volante do futebol brasileiro" - Thales Rosa - BH.






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.