terça-feira, 22 de setembro de 2015

FALTA DE AVISO NÃO FOI: GALO DÁ AQUELE PASSEIO E A GOLEADA DE QUATRO NO FLAMENGO NO HORTO

FALTA DE AVISO NÃO FOI: GALO DÁ AQUELE PASSEIO E A GOLEADA DE QUATRO NO FLAMENGO NO HORTO
 
Sob o clima de festa da torcida, lotando o Independência, das motivações hilárias do jocoso e competente Levir Culpi que escalou bem uma equipe forte na marcação; poderosa no ataque e jogando no coletivo. Individualmente, o Galo botou, também, o Urubu no terreiro limpo dele e não no aterro sanitário rubro-negro.
Serão inesquecíveis as atuações de Jemerson, autor de dois gols, apesar de ser zagueiro, e de Jesus Dátolo, dono de passes certos, boas assistências e do gol mais bonito da partida: deu o drible do elástico no zagueiro rubro-negro e de fora da área mandou aquele chute de rosca, caprichado, longe do alcance de Paulo Vitor.
O jogo teve de tudo e, por isso, todos se destacaram em algum momento. Nos iniciais, o goleiro Victor, que fez pênalti em Paulinho, porém na cobrança de Alan Patrick outra defesa extraordinária. Virou historicamente defensor de penais.
GOLS DO GALO
A goleada atleticana disparou a partir dos 16m do primeiro tempo, com o gol contra de Marcelo. Ka, ka, ka, ka. A festa atleticana não teve tempo de muita festança pois o Urubu empatou aos 18m com Paulinho, bom jogador. O Galo pulou na frente de novo com gol de cabeça de Jemerson, o primeiro dele. Final da fase inicial 2 a 1 pró Atlético e expectativa da enfiada de gols no Flamengo.
No comando de Dátolo no meio-campo, ao lado de Donizete,o Galo empurrou o Fla pra trás e mandou em campo. Marcou 3 a 1, de novo com Jemerson, de cabeça, logo no início do segundo tempo. Desmanchou-se um dos grandes candidatos, o  melhor time do Brasil no momento. Aos 25m, Dátolo anotou seu belo gol: Galo 4 a 1. Outro milagre - Sandro Meira Ricci apitou o disputado confronto sem roubar do Atlético, justo ele, tão acostumado a surripiar os times mineiros.
LEVIR CULPI ACHA que treinador ficar um ano e meio num clube não serve pra orgulhar, se na Europa ficam 10 anos.
 
 
GALO É FORTE CANDIDATO AO CANECO
 
Vou repetir: o Galo é o mais forte candidato ao título. Cumprimos a 27ª rodada, faltam 11 e mantido na vice-liderança, com 52 pontos, cinco atrás do líder Corinthians, com 57, e no pique que vai o Atlético vai derrubá-lo. A confiança é total, mesmo com o Corinthians derrotando o Santos por 2 a 0 jogo disputado no horário das onze. Show de Jadson, autor dos dois gols. Cerca de 42 mil pessoas foram à Arena corintiana. Não está mole, também, este Timão paulista.
 Além da vitória do Vasco sobre o Esporte, que daqui pra frente será comandado por Paulo Roberto Falcão, o fantástico apoiador do time de Telê Santana, na Copa da Espanha, em 1982, por 2 a 1, a rodada teve Atletiba, vencido sem discussão pelo time de Ney Franco, conterrâneo e meu amigo. Negueba marcou os gols do Coritiba que saiu da zona do descenso e está junto ao Cruzeiro.
 
SURPRESA: CRUZEIRO VENCE NA ARENA CONDÁ NA RAÇA
 
Não adianta dar banana pra mim, nem me mostrar a língua em protesto ao que escrevi antes sobre a presença do Cruzeiro na Arena Condá. Não venceria. Mas venceu a Chapecoense, com folga. Não foi lá atuação sublime. Nada disso.O time de Mano Menezes usou garra e determinação; teve até Willians expulso por cochilo de Mano, visto que o atleta estava amarelado desde o gol de Fabiano, aos 10m do primeiro tempo. Devia ser trocado logo. Com 10 em campo e com o choramingão Fábio acordado, o Cruzeiro suportou o pau, dominando o meio-campo com seus inúmeros volantes. O segundo gol foi contra, aos 25m, feito por Rafael Lima na cobrança de Fabiano. Houve pressão da Chapecoense nos minutos finais, com bola na trave e penal reclamado, porque Fabiano cortou lance com a mão, sem intenção.
 
TIME MAL ESCALADO
 
O Cruzeiro venceu a Chapecoense, todavia o técnico Mano Menezes continua inventando...- e mal. Tirou Vinicius Araujo e Leandro Damião, que fizeram muita falta. Arrascaeta segue desrespeitado por Mano. Ele é melhor que todos e é armador mão cheia. Deste jeito, conforme informou no Troca de Passes, Mano Menezes volta pra Europa, por onde andou uns seis meses estagiando em clubes importantes. Não pretende mesmo ficar aqui. Agora apenas visa mostrar o que teria aprendido na Europa. Creio que Mano  não aprendeu picas, ou estagiou nas equipes B dos famosos clubes.
Exijo a presença de Dedé, Henrique, Gabriel Xavier, de  ponta que não seja o farfalho de Marquinhos. Se Leandro negar fogo, saia atrás de centroavante na base ou no interior de São Paulo, ou na base do Rio de Janeiro. Você, Mano, nos agride com Charles, jogador dispensado do clube há anos.Este Willians é outra agressão, como ele bate no gramado. Na Arena Condá, Mano mostrou desconhecimento ao manter Willians até ser expulso já com cartão amarelo. Erro de amador! E este carinha só joga em time pequeno e Mano o ama. Céus!
 
CORINTHIANS DERROTA SANTOS, QUE AZAR!
 
 Azar do Galo fantástico! O Corinthians meteu o ferro no Santos às onze horas e subiu pra 57 pontos, enquanto o Galo foi pra 52; a distância continua. Esperávamos uma trombada do Timão frente ao Peixe. Quase 50 mil torcedores lotaram a Arena Corinthians pra ver a facilidade dos mandantes em vencer, com gols de Jadson , o derrubado Santos. Este Jadson teve na visão do Cruzeiro, porém Gilvan Tavares não aguentou negociar e caiu de joelhos, perdendo sua maior contratação. Vou convocar a massa dos terreiros prum trabalho pesado contra o Corinthians, antes que ele desperte lá e bote seus malucos na macumba.
Ridícula a entrevista de Mano Menezes ao Sportv justificando a formação brucutu que botou em campo na Arena Condá. Disse que já jogou com três meias neste campeonato e que não considera Ariel Cabral volante; é meia de ligação. Não, não é não, Sr. Mano. É tremendo brucutu. Meia de ligação é Arrascaeta, que o Senhor insiste em não colocar pra jogar. Porque em Chapecó, Mano deixou Vinicius Araújo, Leandro Damião de fora? O maior paspalho, com baba caindo pelo queixo, saberia que fariam falta. E fizeram. O Time não tem ponta; Marquinhos, Alano e Alisson jogam deslocados e sentem.
Vou lembrar de um pitaco: indico o argentino do Independente de La Fé, Omar Perez, experiente meia armador. Por acaso, o Cruzeiro foi atrás dele?
 
 PASSAGEM PELA VIDA TERRENA (22-9-15)
 
Não me esqueço de tua passagem da vida terrena
Para o  andar de cima, foi nos meus pusilânimes braços..
Hoje, assustado, cama molhada de suor, aflito acordei
Sono de manhã, tu estavas nele.
Como realidade, fixei os olhos no teto, atentei.
Tu me sorrias ao pé da cama,
depois mansamente deitou ao lado.
Tudo tão real, teus olhos verdes me faiscavam.
Dizia - "bom dia meu anjo"
Beijou-me a boca suja, cheiro de bebida e cigarro.
Nunca senti tanto calor vindo do Paraíso.
Lábios vivos carregados de desejo.
Tu curtias ao meu lado, lençóis amassados
Longe da campa onde te colocamos - no cemitério do Paraíso eterno.
Mas acordou, também, meu desidério.
Bruscamente me levantei e fui à janela,
Uai! Não era manhã de sol, mas madrugada, céu estrelado.
Manhã de seresteiro, manhã  das 3 Marias.
Manhã bonita, sol nascendo e flutuante lua
Meu coração bateu mais forte, saudade nua.
Despertei antes do sol nascer,  sonho contigo.
Amei acordar, ver estrelas da madrugadinha,
recordar como adorávamos amar nesta hora.
Pulei o alpendre e cai na avenida iluminada.
O passeio público de nossas caminhadas
Já caí num passo largo, abrindo caminho na alameda
Postes de lado a lado e jardim florido no meio.
Assustei ao olhar na frente e ver que corrias lento
A conhecida áurea divina cobria-te o corpo,
Rias à solta, girando os braços
Risos à larga, como se tivesses,
ganhado presente dos céus.
Passei por Ti, mas não fui embora.
Corri pela avenida iluminada ao teu lado.
Busquei tua mão
Peguei-te  a mão esquerda, a do coração.
Mão dada, dedos entrelaçados.
 Gozado,  sentia como abraço apertado
E  que tuas mãos irradiavam amor.
Nunca pensei que sentiria  de novo tal calor.
Poderia te pedir um beijo,
suprir meu desejo?
Podíamos? Corpo e alma? Matéria e placenta?
É um sonho esta corrida?
Por que tantas interrogações?
 Minha vida atual é isso?
Pergunto, questiono, nada  é banal.
Tudo normal.
Preciso de ares novos pra viver.
Corra, vamos correr, Anjo.
Vás na frente, eu te alcanço, agarro e te amo
 
DE VOLTA Á AVENIDA
 
Fechei os olhos sentado no meio-fio da avenida.
No bolso, as goiabinhas vermelhas de Rio Casca.
Sonho, pode ser? Porém tuas mãos  estavam presas  às minhas.
Chorávamos abraçados no meio da avenida iluminada.
Como amar -te, reencarnarias em quê como quer Deus?
Recebi uma mensagem nos ouvidos:
" A Alma tem, no corpo, sede  determinada e circunscrita"
Deus a mandou de volta, como corpo e espírito misturados;
portanto, eu beijava lábios reais e abraçava a mulher amada,
De verdade; um espírito material enviado por Deus.
-"Meu filho mate sua saudade, caminhe firme
por esta avenida iluminada, no meio da alameda de flores,
 palmeiras e pássaros canoros ".
"Vão de mãos dadas, dedos entrelaçados com seu amor e alma.
Que importa o corpo morto?
Voei pela avenida afora.... (22-9-15)
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.