segunda-feira, 28 de setembro de 2015

QUEM DIRIA, URSO BRAVO VAI MANDAR NO FUTEBOL BRASILEIRO. SOCORRO MEUS SANTOS PROTETORES

O ex-presidente do Atlético, o esquentado Alexandre Kalil, que estava na Toca após deixar o cargo no seu clube, sai como Urso esfomeado, depois de vários meses adormecido. Céus, sai eleito como diretor executivo da Liga Sul Minas Rio. O que me assusta é que seu poder vai além desta liguinha pão com linguiça. Flamengo e Fluminense resolveram se aderir e torneio terá 15 times ano que vem. !
Quem mandará no futebol brasileiro será os clubes, como no mundo todo, onde existem as ligas. A primeira competição ano que vem terá 10 times, metade do Campeonato Brasileiro - Atlético, Cruzeiro, Fluminense, Flamengo, Internacional, Grêmio, Avaí, Figueirense, Coritiba e Atlético Furacão fundadores da Liga. A disputa está marcada pro primeiro semestre de 2016.
Segundo o mandão Kalil, que nem se assentou ainda na cadeira da diretoria executiva, não haverá guerra, nem briga. Duvido! Disse ele mais -"Queremos apenas a evolução do futebol brasileiro. Atualmente quem manda é a CBF - e manda mal -mas no futuro seguiremos o exemplo do mundo todo e de suas ligas".
CÉUS, O HOMEM ESTÁ DISPOSTO A EMBARALHAR TODO FUTEBOL TUPINIQUIM.
A presidência da Liga atualmente é ocupada pelo cruzeirense Gilvan do Pinho Tavares, porém é função interina, visto que o cargo só pode ser ocupado por cartola sem ligação com nenhum clube. Chico Maia no seu blog se diz satisfeito com a ligação Gilvan e Kalil. Eu não, pois vejo tal apoio de Gilvan à escolha de Kalil como um estopim - e curto - já, já,os dois botam fogo no futebol quebrado e fodido do País. Não acredito em Papai Noel...
FIM DE SEMANA BEM E MAL CHEIROSO
Não fosse o empate do Atlético com Joinville, em 2 a 2, mesmo na Arena Joinville, o final de semana do futebol mineiro teria sido florido, perfume do paraíso, com cores de arco íris. O América derrotou o Criciúma ( 2 a 1) e melhorou sua posição pra entrar no G-4 da Série B. O Cruzeiro ficou mais longe do descenso ao vencer o complicado Coritiba de Ney Franco por 2 a 0, no Mineirão. Bom demais né?
O jogo Atlético 2 x Joinville 2 só não foi melhor tecnicamente porque foi apitado por péssimo juiz, que deixou correr e o pau quebrar à vontade . Luan e Dátolo foram perseguidos em campo. O Galo mandou disparado no primeiro tempo e só não se avantajou no placar porque Geovani Augusto perdeu uns três gols feitos. Vendo que o Atlético era foguete molhado, o Joinville subiu no jogo e pressionou. Victor teve trabalho. O Joinville reclama da arbitragem o gol anulado, marcado por Marcelinho Paraíba aos 42ms do primeiro tempo.
GALO DISPARA
No segundo tempo, o confronto se deslanchou. Cresceu dos dois lados, mas foi o Galo que chegou primeiro ao gol. Num contra-ataque rápido, Lucas Pratto caiu pra esquerda, dribou dois pra dentro e enfiou a bola entre dois defensores, colocando Luan na cara do gol. Com calma, Luan marcou 1 a 0. Por azar do Atlético, o líder Corinthians também fazia sua parte e batia o Figueirense pelo mesmo placar e mantinha a diferença de 57 a 54. E o susto maior foi que o Joinville empatou dois minutos após com através de Kempes, num cruzamento de Marcelinho Paraíba.; o Atlético voltou a pular na frente, aos 36m, e fez 2 a 1, com Thiago Ribeiro que acabara de entrar. Aos 42m , William Pope de fora da área acertou belo chute, sem defesa pra Victor e empatou em definitivo a partida.
Péssimo resultado pro Atlético, visto que o Corinthians derrotou o Figuerense por 3 a 1, pulou pra 60 pontos, enquanto o CAM ficou com 53, na vice liderança; estou perdendo a fé na conquista do título brasileiro de 2015
RESULTADOS DA 28ª RODADA
OS gols do Corinthians foram de Elias, Gil e Renato Augusto; Em Coritiba, o Grêmio derrotou o Avaí por 3 a 1 e subiu pra terceiro lugar com 51 pontos; O Santos bateu o Internacional também por 3 a 1; São Paulo e Palmeiras empataram em 1 a 1 e têm 46 pontos cada. O Vasco foi o grande vitorioso de clássico carioca, fazendo 2 a 1 no seu freguês Flamengo e finalmente, também por 2 a 1a Ponte Preta pegou o Atlético Furacão, em Campinas.
O FUTEBOL AINDA É FEIO E POBRE, COMO GOSTA MANO, MAS O CRUZEIRO VENCE PELA ASEGUDA SOB AS ORDENS DO NOVO TREINADOR.

Triste o futebol que o Cruzeiro mostrou contra o Coritiba no Mineirão. Venceu por 2 a 0 por causa da garra dos jogadores. Técnica e coletivo não teve. Foi estilo vencedor, vontade de superar as críticas, individuais e táticas. Naquele futebol mesquinho, Ceará destacou-se ao receber uma bola de Henrique e soltar um petardo de fora da área, com a bola entrando no ângulo do goleiro Wilson. O Cruzeiro teve Paulo André,zagueiro, expulso aos 41m do primeiro tempo. Mas o cara é tão ruim que não fez falta alguma. Nem precisava mano sacar Alano, o menino ia bem, e colocar o brucutu Douglas Grolli, um guarda-roupas aberto e bruto como quê. No banco continuaram Eurico, Arrascaeta, Marcos Vinicius, Vinicius Araujo, Gabriel Xavier que merecem a titularidade. Júlio Baptista, após tanto tempo no DM, entrou no segundo tempo e não foi nada de extraordinário.
Foi feio mas venceu. O primeiro gol cruzeirense marcou Ceará; um golaço, num petardo da intermediária. O segundo de veio num contra-ataque rápido, envolvendo Manoel, Alisson e terminou com William Bigode mandando pras redes. Depois, aproveitando que o Cruzeiro tinha apenas 10, pressionou. mandou bolas na trave de Fábio e no final reclamou pênalti de Manoel, que o juiz não deu. Azar deles, mas não foi pênalti coisa alguma,


FABIO ACORDOU E PEGOU MUITO, QUE BOM1
Fábio lembrou aquele goleiro que todo mundo reclamava na Seleção Brasileira. Fez defesas corajosas, saiu bem da meta nas bolas aéreas cruzadas. Se for assim, fique Fábio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.