sexta-feira, 23 de outubro de 2015

BRASIL CONVOCADO PRA PEGAR ARGENTINA COM NEYMAR E CÁSSIO DO CORINTHIANS NO GOL

Após cumprir suspensão, Neymar está de volta, mas a grande novidade da lista de Dunga para a Seleção Brasileira que joga contra a Argentina nas eliminatórias na convocação de Dunga está no gol. Cássio, do Corinthians, recebeu sua primeira oportunidade no time nacional desde 2012.
O Brasil terá pela frente na terceira rodada das Eliminatórias a Argentina, dia 12 de novembro no Monumental de Nuñez, e duelará cinco dias depois com o Peru, na Arena Fonte Nova, em Salvador. A Seleção tem três pontos até o momento, contra apenas um dos argentinos e nenhum dos peruanos.

Dunga também anunciou nesta quinta algumas mudanças na programação da Seleção, que realizará seus primeiros treinos, antes de ir para a Argentina, no CT do Corinthians. Como de costume, o treinador também definiu o novo auxiliar pontual, que será o ex-atacante Careca.
Mas a grande expectativa era mesmo em relação ao retorno de Neymar, que desfalcou a Seleção nas duas  primeiras partidas das Eliminatórias graças à suspensão recebida ainda durante a Copa América. Expulso diante da Colômbia, na primeira fase do torneio pegou quatro jogos de gancho, que cumpriu diante de Venezuela e Paraguai, ainda na competição, além de Chile e Venezuela, já mirando a Copa do Mundo de 2018.

NEYMAR DE VOLTA - UFFA!

E o principal craque brasileiro volta à equipe em alta. Foi o grande destaque da goleada do Barcelona no último sábado, quando marcou quatro vezes no 5 a 2 sobre o Rayo Vallecano. Além disso, mostrou seu lado "garçom" na terça-feira, ao dar as duas assistências para os gols de Rakitic no triunfo por 2 a 0 sobre o BATE Borisov.
A volta de Neymar é tida como fundamental para o maior clássico da América do Sul. No dia 12 de novembro, o Brasil terá pela frente em Buenos Aires uma Argentina que busca desesperadamente a recuperação nas Eliminatórias e não deverá ter o retorno de seu principal astro: Lionel Messi.
MÉDICOS CONFIRMAM QUE FRED NÃO TEVE LESÃO SÉRIA.
Se vibrou com a vitória no Maracanã, apesar do susto com a lesão de Fred, o Fluminense voltou a soltar foguete, porque os médicos do clube dedicaram-se à contusão que tirou o goleador Fred de campo, aos 42m do primeiro tempo, e  convocaram a Imprensa pra boa nova: não foi nada de grave e o camisa 9, ídolo da torcida, ficará em repouso absoluto pra enfrentar o Palmeiras na partida de ida, em São Paulo.
ARGENTINOS NO DESESPERO

Os argentinos iniciaram de forma trágica as Eliminatórias. Perderam em casa para o frágil time do Equador, por 2 a 0, e suaram para arrancar um empate por 0 a 0 do Paraguai em Assunção. Seguem sem marcar na competição e, por isso, apostavam no retorno de Messi, que se recupera de lesão, mas o jogador preferiu priorizar o clássico entre Barcelona e Real Madrid do dia 22 de novembro e, por isso, não deve enfrentar o Brasil.
A Seleção de Dunga, aliás, também começou mal as Eliminatórias, com a derrota por 2 a 0 para o Chile, em Santiago. Na segunda rodada, no entanto, mostrou evolução, viu Willian em dia inspirado e derrotou a Venezuela por 3 a 1, com dois gols do meia do Chelsea, que deve protagonizar as ações brasileiras ao lado de Neymar.

GOL BRASILEIRO COM NOVO DONO
O retorno do craque do Barcelona, no entanto, não foi a única novidade da lista anunciada por Dunga. Como já era especulado, o treinador anunciou uma alteração no gol, mas não foi a volta de Julio Cesar. Em grande fase no Corinthians, Cássio recebeu uma chance na vaga que vinha sendo ocupada por Marcelo Grohe, que se recupera de lesão.
Cássio não era chamado desde 2012, quando o técnico da Seleção ainda era Mano Menezes. No entanto, foi justamente com Dunga que o atleta recebeu a primeira chance. Em 2007, quando ainda buscava um goleiro para a Olimpíada de Pequim, o treinador surpreendeu ao chamar o jovem jogador do Grêmio, na época com 19 anos.
Quem também volta a receber uma chance é o lateral Danilo, do Real Madrid, que se recuperou de lesão e disputará a titularidade com Daniel Alves. Kaká e Ricardo Oliveira, chamados às pressas para os duelos com Chile e Venezuela, após as lesões de Philippe Coutinho e Roberto Firmino, agradaram e foram mantidos por Dunga.
Confira os convocados da Seleção Brasileira:
Goleiros: Alisson (Internacional), Cássio (Corinthians) e Jefferson (Botafogo).
Zagueiros: Miranda (Inter de Milão), Marquinhos (Paris Saint-Germain), David Luiz (Paris Saint-Germain) e Gil (Corinthians).
Laterais: Danilo (Real Madrid), Daniel Alves (Barcelona), Filipe Luís (Atlético de Madrid) e Marcelo (Real Madrid).
Meio-campistas: Luiz Gustavo (Wolfsburg), Fernandinho (Manchester City), Elias (Corinthians), Renato Augusto (Corinthians), Oscar (Chelsea), Lucas Lima (Santos), Willian (Chelsea) e Kaká (Orlando City).
Atacantes: Douglas Costa (Bayern de Munique), Neymar (Barcelona), Hulk (Zenit) e Ricardo Oliveira (Santos). o Velhaco  Del Nero, presidente da CBF, dispensado pela Fifa, não viaja com a delegação.
MUDANÇAS NO MUNDO FANTÁSTICO DOS ESPORTES
Vendo a televisão - Sportv - o dia todo, enquanto me recupero, acompanho a história da falta de educação e do procedimento desrespeitoso do povo. Puxo como exemplo a abertura da Copa do Mundo do Brasil. A nossa presidenta Dilma Rousseff ao fazer a abertura do evento, em Brasília, ao lado do ladrão Joseph Blatter, presidente da Fifa, e outras autoridades, foi vaiada,  xingada. Faltou-se ao respeito com a maior autoridade nacional e, fora disso, com uma senhora. O ditador Getúlio Vargas, presidente do nosso Pais, teve a oportunidade de abrir um evento no estádio São Januário, o maior do Distrito Federal - Rio de Janeiro - à época e era tão contestado como a Dilma, no entanto foi ouvido calado. Ou o povo brasileiro desclassificou-se, apequenou-se, ou o daqueles anos de 1950 era medroso, cagão, e o de hoje ficou corajoso e mal educado.
Puxo, ainda, a reportagem do Sportv mostrando a abertura das Olimpíadas de 1992, em Barcelona, na Catalunha - ano que vem teremos a nossa no Rio de Janeiro - e o Rei Juan Carlos I, simpático, falou um bom tempo e aplaudido por todo Estádio Nou Camp lotado. Pensei que ele seria vítima até de um atentado, visto que falava, sem seguranças, de local  cheio de separatistas catalãs . Ninguém ignora que a Catalunha quer separar-se da Espanha há anos e que o Rei Juan Carlos I fora preparado pelo ex-ditador Franco, falecido à época, pra assumir o poder. A simpatia e as qualidades do Soberano uniram a Espanha e gelaram as manifestações da Catalunha. No entanto, como comparar os sadios acontecimentos  de 1992 com os tristes e vergonhosos de Brasília, em 2014?
CARTÃO INTELIGENTE.
A diferença de educação e tratamento de épocas está, também, num cartão de agradecimento que recebi. Desde o início da construção do Estádio de Poços de Caldas, na época diretor de esportes da Rádio Guarani, acompanhei a obra de perto, convidado pelo então prefeito Sebastião Pinheiro Chagas. Ficamos amigos e nos encontramos várias vezes, aqui em BH e na bela Poços. Coincidentemente, alguns anos depois, agradável, seu filho Toni veio fazer tratamento de incurável doença em Belo Horizonte. Lamentavelmente faleceu. Porém, sua viúva Flávia e suas três filhas permaneceram morando no meu combalido prédio. Simpáticas todas  elas e uma boa amizade surgiu entre elas e minha família. Resolvi, por isso mesmo, a convidá-las para o lançamento do meu "A Copa que Vi do Sofá de Minha Casa". Flávia e filhas Mariana, Pit e Paulinha compareceram ao evento, organizado pelo amigo Kleyton Borges. Na oportunidade, dediquei, também, um exemplar ao sogro dela, ainda em Poços de Caldas, espalhando sua simpatia, sua inteligência pra comunidade. Recebido o livro, levado por Flávia, o meu querido amigo mandou-me um belo cartão transcrito abaixo:
Poços de Caldas, 10 de outubro de 2015. Prezado e distinto amigo Flávio Anselmo: Recebemos com prazer especial, o livro de sua autoria relatando ocorrências de importância em nosso esportes. Mas, de ressaltante aparência, uma obra de excelente estilo literário, evocativa de uma romântica época shakespereana de saudade, de convívio afetuoso nos bons tempos, da transitória mocidade! Daqueles memoráveis anos em que o amigo era e continua sendo ad perpetuam destaque na imprensa, no culto da arte e cultura, sempre e cada vez mais, sob inspiração de Deus. Assim são os votos sinceros de apreço e estima do Sebastião Pinheiro Chagas.
PELADA E BRIGA NO MARACANÃ
Caso fosse torcedor de Fluminense e Palmeiras eu exigiria meu dinheiro de volta após acompanhar o jogo que fizeram quarta-feira à noite no Maracanã pelas semifinais da Copa do Brasil versão 2015. Grossa pelada, com chutões pra frente, para os lados e caneladas na bola. Nada parecido com os times de antanho. Cruzes!
Pra piorar, a Comissão Técnica da CBF botou pra apitar aquele imbecil do Rio Grande do Sul metido a revolucionar a arbitragem brasileira, deixando o jogo correr e marcando poucas faltas, Leandro Vuaden, que anulou dois gols, um de cada lado e marcou pênalti inexistente em favor do Palmeiras, que Zé Roberto converteu.
Aos 28m do primeiro tempo, o Fluminense marcou 1 a 0, com Marcos Junior, após uma cabeçada de Fred que o goleiro do Palmeiras soltou. Aos 38m, falta pela esquerda que Vinicius rasteiro cobra e na confusão da área, Gum faz 2 a 0; Placar do primeiro tempo.
No segundo, houve o pênalti mal marcado em favor do Palmeiras que Zé Roberto converteu e os gols anulados. No final do primeiro tempo, Fred subiu numa bola na área e ao descer lesionou-se e saiu pra entrada de Magnus Alves. Jogo terrivelmente fraco, juro que nunca vi nada igual.
CONFUSÃO DO FLU
No final da partida, cartolas tricolores invadiram o campo xingando Vuadem de "Safado, ladrão, sempre trabalhando em favor dos paulistas". O técnico do Fluminense, Ricardo Batista, filho de Nelsinho Batista, era o mais nervoso e depois de xingar Vuadem de vários nomes feios, exaltado, pediu pra falar ao Sportv, e recomendou que Sérgio Correia, presidente da Comissão de Arbitragem, envergonhado, pedisse demissão do cargo naquela noite.
E olha que o Fluminense, atolado atualmente em inúmeras vergonha, acha que, ainda manda no futebol brasileiro. E é um dos integrante da Liga Sul Minas Rio. Céus!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.