quarta-feira, 7 de outubro de 2015

BRASIL, IL, IL, IL...A COPA DO MUNDO 2018, NA RÚSSIA COMEÇA PARA NÓS NESTA QUINTA EM SANTIAGO CONTRA O CHILE, ÚLTIMO CAMPEÃO DA AMÉRICA.

Não se sinta reprimido, nem previamente imune de uma grande decepção caso a Seleção Brasileira seja derrotada, na sua estreia nas Eliminatórias do mundial a ser disputado na Rússia, em 2018, visto que os brasileiros têm histórico mais saudável que os chilenos, velhos fregueses. Convém repetir: eram velhos fregueses, porém não são mais; o futebol no mundo mudou. Os países sem tradição no futebol, estudaram, treinaram e se preparavam fisicamente. Estão fortes. o Chile já nos surpreenderam várias vezes, aqui e em Santiago; numa Copa América golearam o Brasil de Carlos Alberto Silva por 4 a 0.
Então vamos no jogo desta quinta-feira, às 10 horas da noite, com o espírito ligado no umbigo amigo dos deuses no   futebol, certos que assim não seremos surpreendidos. Apesar da ausência de Neymar, suspensos por dois jogos pela Fifa, e Felipe Coutinho, lesionado, o técnico Dunga saiba escalar nossa trôpega Seleção que tem outros valores, como Hulk e Ricardo Oliveira, e consiga estrear de pé direito na Copa do Mundo de 2018, na Rússia.
BOTAFOGO PERDE GORDURA
O Botafogo e o Bahia acreditavam que nesta rodada já estariam garantidos no G-4 e com o acesso à serie A do ano que vem definida. Que nada!  o Botafogo, com 55 pontos, perdeu a larga gordura que o separava do segundo colocado, hoje o bom time do Vitória de Salvador, com 52 pontos. Além do mais, o terceiro e quarto lugares estão embananados com Santa Cruz, Paysandu, América, e Bahia com 48 pontos e mais Náutico logo atrás com 46. Não dá pra comemorar o título, nem a vaga no acesso com tantos times de olho na conquista. Mas vamos torcer. Cai de pau. Coelhão!
CRISE NO MORUMBI
O presidente são-paulino Carlos Aidar exigiu que toda diretoria do clube renunciasse, inclusive o diretor de futebol. A crise no São Paulo surgiu das explosivas declarações do técnico colombiano Juan Carlos Osório, atacando a diretoria de omissa, e que deixa o clube pra trabalhar na Seleção Mexicana. Por outro lado, a oposição pede a substuição de Aidar, por alguém menos político e mais comprometido com a administração do clube. Esta violenta crise deve tirar o São Paulo da briga pelo acesso ao G-4, pois está em quinto lugar, com 46 pontos, junto com o Santos, embalado.
PEDIDOS DE DESCULPAS
Juan Carlos Osório  não quis chamar o encontro com os jornalistas de coletiva, preferiu chamar-lhe de comunicado. Fez uma relação de 10 agradecimentos, inclusive ao cortador de grama do Morumbi. Agradeceu aos jornalistas, aos dirigentes e aos torcedores que apoiaram seu trabalho. Lamentou deixar um grande clube como o São Paulo, mas o trocava pela Seleção Mexicana e a chance de disputar um mundial, na Rússia. Por fim, apresentou uma relação de pedidos de perdão. De minha parte, já o perdoo e digo que Juan Carlos Osório deixa a porta aberta no futebol tupiniquim. Sempre que quiser terá a chance de voltar a trabalhar aqui. Felicidades no México.
AMOR NA SERRA DA ESPERANÇA
O genial compositor, sambista carioca Lamartine Babo, autor de hinos e sambas maravilhosos como os do Flamengo, Fluminense, Botafogo, Vasco da Gama, América - o mais bonito de todos - Canto do Rio, São Cristovão, O teu cabelo não nega, Isso é lá com Santo Antônio, Linda Morena e outras tantas, recebeu certa vez, entre a sua correspondência uma carta romântica da cidade mineira de Boa Esperança. As cartas foram trocadas por quatro anos, o amor platônico subiu às estrelas, teve uma extensão maior que a explosão atômica.
FINALMENTE O ENCONTRO
Após esperar muito, Lalá, apelido de Lamartine, resolveu estudar mais as cartas que recebia de Boa Esperança, cidade que nem conhecia. Entrou numa pesquisa profunda sobre ela. Descobriu que ela ficava no Sul de Minas, que não tinha mais do que 30 mil habitantes, que ficava à margem do Lago de Furnas e, por isso, tinha uma pequena praia, bem frequentada pelo pessoal da região e da cidade. As cartas tinham uma leitura de entre linhas, que penetrava no sangue e corria todo corpo até chegar ao coração pleno de emoção. Sua alma de poeta não suportou mais a pressão do amor platônico. Resolveu, enfim, conhecê-la pessoalmente, trocar beijos de línguas, conforme ambos sugeriam nas cartas; subir à Serra que rodeava a cidade, e de lá, deitado na relva, amá-la com a força de Sansão. Foi à rodoviária e comprou passagens no noturno daquela noite pra Boa Esperança.
Desceu no centro comercial, à beira da praia e onde se encontrava a rodoviária improvisada deles. Ali, também, encontrava-se o melhor hotel da cidade e o seu hall, formado por uma bela sorveteria, e que era o point social de Boa Esperança. O sol estava pra lá de forte, tanto que Lamartine resolveu não procurar um local melhor pra se hospedar. Preencheu a ficha e perguntou ao Gerente se ele conhecia - não sabia o nome, a não ser o fictício, Marieta garota linda e que trocava correspondência com ele. Deu o endereço dela. o Gerente matou logo a charada- na sua frente estava o famoso Lamartine Babo, que nem precisava de apresentação. A história já tomara conta da cidade, através da rádio peão, boca a boca.
Pediu pra chegar a Ela. O Gerente do Hotel preparou-lhe uma cadeira real, disse-o pra se assentar e telefonou à Marieta pra vir correndo ao Hotel. Aí, revelou ao compositor que a Mocinha era na realidade o Bancário Zenóbio. Lamartine não se abateu com a revelação e caiu na gargalhada. Quis conhecer urgente seu namorado; sentou-se na cadeira imperial e pôs-se a esperá-lo ou la. O Gerente do Hotel não revelou nada ao Zenóbio, apenas pediu urgência. Quando o bancário chegou à Sorveteria, ela já estava lotada, com curiosos querendo assistir ao encontro. O susto de Marieta, ou Zenóbio, foi enorme. Reconheceu logo que entrou e os curiosos abriram caminho pra ela (Ele) e deixando que se deparasse com Lalá. Reconheceu-o e caiu em convulsivo choro. Aí, Lalá não aguentou, também, e derramou-se em lágrimas .
O sol quente do dia seguinte penetrou pela janela e persiana, pegando os dois sentados no salão principal da sorveteria, com um litro de uisque vazio sobre a mesinha que os separava, enquanto o proprietário  ou gerente cuidava do tira-gosto. Lalá permaneceu em Boa Esperança por 30 dias.Participou das festas que o Mocinho e foi conhecer a atração especial - a Serra de Boa Esperança. Caminhou lá no alto em companhia de Leopoldo José, amigo de Zenóbio e que assistia Lalá quando o bancário estava trabalhando.
Quando ia embora, Lamartine decidiu que  tinha que deixar a marca de sua passagem pela cidade pacata e que o recebeu tão bem. Escreveu a canção que correu o mundo, gravada por vários seresteiros e cantores populares: SERRA DA BOA ESPERANÇA. Se fosse hoje até beijo na boca seria trocado entre o trio
Mas até hoje sobreviveu SERRA DA BOA ESPERANÇA,
cuja letra publico abaixo:
Serra da Boa Esperança,/uma esperança que encerra;
No coração do Brasil/um punhado de terra.
No coração de quem vem/ no coração de quem vai
Serra da Boa Esperança / Meu último Bem.
Parto levando saudade,/ saudades deixando,
Murchas caídas na serra / bem perto de Deus.
Oh minha serra eis hora do adeus / Vou-me embora, e deixo a luz do olhar
no teu luar, adeus./ Levo minha cantiga a imagem da serra
Sei que Jesus não castiga / um poeta que erra.
Nós os poetas erramos / porque amamos, também,
os nossos olhos nos olhos / de alguém que não vem.
Serra da Boa Esperança / não tenha receio,
hei de guardar tua imagem./ com a graça de Deus.
Oh, minha Serra / Eis a hora do adeus,
Vou-me embora,/ deixo a luz do olhar
no teu olhar. Adeus!!!
 
ESSE PATROCÍNIO NÃO METE MEDO
 
Um time grande com patrocínio da Caixa Federal, Petrobrás, Banco do Brasil, ou qualquer multinacional assusta o adversário em campo. Vem aquela desconfiança, o time com patrocinadores caros, tem elenco caro. O Cruzeiro tem Supermercado BH no Peito.Quem tem medo de um supermercado popular, que trata os fregueses com desprezo, sem sacolas e com as gôndolas mal distribuídas e sujas?Ninguém. Riem quando veem a camisa do Cruzeiro, do time titular do Cruzeiro, machada com tão fraco patrocinador. Se fosse o Epa Plus, o Supernosso, ouVerdeMar seria super aceitável, pois são supermercados de categoria. O time bicampeão brasileiro não aumenta conceito com grandes patrocinadores, mas perde com patrocínios chulés, como o BH. Ele entrou nesta boca rica por ser propriedade de ZZ Perrela, ex-presidente do Cruzeiro. Estou desmiolado: o fraco Senador ainda quer misturar o clube com política e negócios escusos, e mal feitos. Cruzes!!
 
BATE PAPO DOS ESPÍRITOS
 
Ricardo Sakamoto quis saber de Luciana Maria, profunda entendida e leitor contumaz de livros sobre os espiritismo: " Que se deve entender a vida eterna?"
-"Porque queres saber? Algo a desligou da vida terrena com a eterna? Saiba que a vida do Espírito ou da Alma, é que é eterna; a do corpo é transitória e passageira. Quando o corpo morre, a Alma ou o Espírito,
retoma a vida eterna - afirma Ricardo.
-Pergunta de novo Maria Luciana -"Se eu morro, a minha Alma ou Espírito, leva consigo alguma coisa deste mundo?".
-"Não, não leva nada, a não ser a lembrança e o desejo de ir para um mundo melhor, lembrança cheia de doçura ou de amargor, conforme o uso que você fez da vida".
 
 
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.