terça-feira, 6 de outubro de 2015

CAMINHO SONORO E FLORIDO, DO JEITO QUE QUERO

CAMINHO SONORO E FLORIDO, DO JEITO QUE QUERO
 
Principalmente para mim,
que tive estranho acidente em Inhapim,
Preciso no futuro caminho sono e florido.
O tombo foi feio nas escadarias da Prefeitura
aonde iria promover uma noite de autógrafos,
convidado pela Secretaria de Lazer e Cultura.
Desci  de cabeça, rachada em três lugares,
desmaiei, cai num mundo gostoso, palmares.
 
Fui levado pra Caratinga de ambulância ;
no dia seguintes, graças à minha Juliana
e ao meu sobrinho médico Frederico Anselmo,
vim de avião ambulância da Unimed
Pra Belo Horizonte. Aí começou o sofrimento;
Coma induzido de 30 dias; e os especialistas
em fonoaudiologia,  fisioterapia,
e um monte de outras terapia.
 
Abriram minha cabeça e tiraram três coágulos.
Após 120 dias de internação estou de volta.
Mas sob as precauções médicas devidas.
Estou vivo, graças a Deus e as orações dos parentes e amigos;
Fica pra depois curar da traqueostomia,  e fechar a traqueia
em definitivo. Agora  estou bom que nem coco.
Por isso, o caminho para mim é belo.
 
Ah, o caminho é belo, a brisa está suave.
balança as gripas das árvores florescendo,
provoca quedas das flores e dos botões, cobrem o caminho,
o que era uma alameda descolorida, sem burburinho,
com pedras na passarela, machucando os pés dos transeuntes
de repente encheu-se  de sonoridade.
 
Pássaros canoros desceram das árvores, aos pulinhos, bicando o chão,
Pousava na avenida agora colorida de flores e botões;
Olha ali, são bem-te-vis, beija -flores, canarinhos da terra,
veio até o meu amor
pendurada em cipós, suavemente descendo feito Anjo.
 
O caminho é belo, meu amor traz o perfume do Céu
A tarde cai brilhando, cores pintam o céu poente,
o sol desce imponente, entre cores de fogo .
Sou humano privilegiado ou espírito acalentador,
empurrador por esta maravilhosa natureza;
afim de assistir tudo isso que pedi em reza,
venham profetas, que a voz e a brisa
haverão de tornar este rincão e a alameda
Iluminados, por vaporosos  vagalumes.
 
E as brisas suaves lhe darão a mansidão
e no seu colo flores, botões derrubarão.
Suave é a noite, a noite é de nós dois.
Implacável é o clima que nos cerca,
do jeito que o amor gosta: voz mansa.
Brisa que vem das montanhas e das árvores,
e já nos encontra abraçados  
 
NADA DE EUFORIA
Com 44 pontos, em oitavo lugar, perto do G-4 ou de uma vaga na Libertadores, o Internacional está atento à briga que terá pela frente. Porém, seu treinador Argel desestimulou qualquer euforia do elenco e projeta apenas novas vitórias. Colorado não é sopa não!
ADIADA A SAÍDA DE OSÓRIO
Osório adiou pra próxima quarta-feira sua decisão de deixar o São Paulo, em troca da Seleção Mexicana. A torcida são-paulina está de saco cheio com este vai-ou-desocupa-a-moita, tanto que nem compareceu em grande número ao jogo que poderia marcar  o adeus de Osório. Foi contra o Atlético Furacão e o SP venceu por 1 a 0, ultrapassou o Palmeiras entrando no G-4. Foi o pior público do São Paulo no Brasileiro: 11.066 pagantes.
BORGES NO FURACÃO
O Atlético Furacão foi derrotado, então, pelo São Paulo e depois do jogo entrou rápido em contato com Cristovão Borges, ex-técnico do Fluminense e o contratou, até quando não se sabe, pois os cartolas do Furacão, principalmente o tal de Petraglia são bem aloprados. Cristovão estava merecendo trabalhar fora do Rio de Janeiro, onde está desgastado.
KAKÁ NA SELEÇÃO DE NOVO
Felipe Coutinho será outro grande desfalque do Brasil nos jogos contra o Chile e a Venezuela, ou talvez fique de fora de mais jogos. Precavido, o técnico convocou Kaká que tem se destacado no futebol americano. Kaká se apresentou ontem em Santiago prometendo jogar o futebol que o consagrou nesta sua volta à seleção brasileira que joga dia 8 quinta-feira contra o Chile e Dunga não poderá também contar com Neymar, suspenso pra esta partida e pro jogo contra a Venezuela , em Fortaleza.
RODRIGUINHO AVACALHA O GALO
O meia Rodriguinho que se destacou no América mineiro e, posteriormente sumiu do mapa, reapareceu no Corinthians e avacalhou a vida do Galo, marcando o gol de empate diante da Ponte Preta que vencia o Timão por 2 a 1, enquanto o Atlético dava no Coritiba por 3 a 0 e encostava bem no Timão. Rodriguinho empatou o jogo e s  diferença entre o líder e o vice-líder, Corinthians e Atlético, ficou em 61 a 56, ou seja cinco pontos..
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.