segunda-feira, 12 de outubro de 2015

LIGA SUL MINAS RIO, OUTRA BESTEIRA PRA COMPLICAR CALENDÁRIO DA ATRAPALHADA CBF

Abro meu blog, vejo o link de Chico Maia, destacando a Copa Sul Minas Rio, com detalhes sobre a competição e seus 12 participantes. A Liga começou com 10, pensou em 15 e será disputada com 12. Por isso escrevi antes que  a tal Liga Sul Minas Rio já começava avacalhada. Vamos ver daqui pra frente; vamos, portanto, à coluna do bravo filho de seu Vicente;
"Time do América que venceu o Cruzeiro no ano 2000 e conquistou a Sul/Minas: Milagres, Denis, Wellington Paulo, Pintado, Fabrício e Edgar; Palhinha, Rinaldo, Estevam, Zé Afonso e Rui. 
Está na Folha de S. Paulo de hoje:
* "Os dirigentes da Primeira Liga, torneio que será realizado com clubes do Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Minas e Rio, afirmam que ganharam o aval da CBF e já tem data marcada para começar a competição. O CEO da Primeira Liga, Alexandre Kalil, ex-presidente do Atlético-MG, já negocia para fechar com a Globo a transmissão do campeonato.
Esporte Interativo, ESPN e Record também manifestaram interesse, mas a emissora (a Globo, claro!) que já detém os direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro deve ficar com a nova competição, segundo a Folha apurou.
Com 12 clubes, o torneio terá apenas cinco datas e início em fevereiro do ano que vem, depois das férias dos jogadores e da pré-temporada dos clubes. A previsão é de que vá até abril, sem conflito de datas com Estaduais e nem a Copa do Brasil.
Pelo ranking da CBF, critério que vai incluir os participantes no torneio, Flamengo, Fluminense, Internacional, Grêmio, Atlético-PR, Coritiba, Cruzeiro, Atlético-MG, América-MG, Chapecoense, Avaí e Figueirense estarão na primeira edição.
"A gente faria o campeonato de qualquer forma. Mas o presidente Marco Polo Del Nero deu o aval. Será um campeonato muito interessante, inclusive do ponto de vista comercial", afirmou Delfim Peixoto, presidente da federação catarinense, que apoia o grupo e fez parte da criação.
Alexandre Kalil, em entrevista para a Folha, afirmou que a Primeira Liga é um embrião de uma liga nacional, com a presença dos clubes da primeira divisão do Campeonato Brasileiro."
Trincheira: vejam  bem. Quando falo em avacalhação na escolha de Kalil para diretor executivo, sem eleição, leio acima a declaração do presidente da Federação de Santa Catarina, Delfim Peixoto, um dos fundadores da Liga " de que a gente faria o campeonato de qualquer maneira. Ele fala por ele ou é agressivo contra a CBF em nome do grupo. Provoca desavença com a CBF e desnecessária.
Outra bobagem desnecessária: incluir 3 times de Santa Catarina - Avaí, Figueirense e Chapecoense de Chapecó. Não dá pra engolir esta Liga, meu caro amigo Chico Maia.
 
SERÁ CRIADA A ARBITROLÃNDIA?
 
Deu no Globo Esportes, a questão da profissionalismo dos arbritos do futebol brasileiro está discutido na matéria abaixo. Produzo a matéria, com licença do veículo:
"Sérgio Corrêa vê entraves com árbitros profissionais: "Vai ter arbitrolândia?"
Presidente da Comissão de Arbitragem da CBF questiona quais seriam as regras para que juízes abandonem o amadorismo, mas mostra otimismo com tecnologia para 2016
Na roda da fortuna que gira o futebol, com transações milionárias e salários de jogadores e técnicos beirando o inacreditável, no Brasil, apenas o árbitro não é profissional. Dessa forma, não possui preparação e recuperação adequadas e, principalmente, não se dedica exclusivamente à atividade. Por isso, com as sucessivas falhas dos juízes nas partidas de futebol, o tema constantemente é colocado em pauta. Entretanto, para Sérgio Corrêa, presidente da Comissão de Arbitragem da CBF, apesar de já haver a regulamentação da categoria desde 2013, a profissionalização dos árbitros não seria algo fácil de ser implementado no país.
- Nós teremos uma cidade chamada "arbitrolândia", onde todos estariam reunidos para fazer os trabalhos? Como seria a legislação, o tempo de serviço, contribuição previdenciária? Então, não é tão simples como as pessoas colocam. Que iria melhorar, isso sem dúvida - disse.
Árbitros no Brasil não são profissionalizados e reclamam de falta de estrutura .
De acordo com o comentarista de arbitragem Leonardo Gaciba, a proposta de profissionalização não é nova. Para o ex-juiz de futebol, os dirigentes e responsáveis pelo tema deveriam debater menos e investir mais na classe, inclusive, para não prejudicar as partidas de futebol, como acontece em alguns casos.
- Eu comecei a apitar futebol em 1993. E, desde lá, eu escuto a promessa que seria um árbitro profissional. Eu terminei minha carreira, me aposentei e a profissionalização ainda não aconteceu. Ou seja, acredito que as pessoas devem parar com o discurso, parar com a novela e começar a colocar dinheiro, investimento verdadeiro nos árbitros de futebol. Aí sim, começar a cobrar eles como profissional - comentou Gaciba.
Se a profissionalização dos árbitros ainda parece ser algo longe de ser colocado em prática no Brasil, pelo menos, ao que tudo indica, a partir de 2016, o uso da tecnologia no futebol pode auxiliar os juízes. No dia 15 de outubro, a Internacional Board (órgão que regulamenta o esporte), vai analisar a proposta da CBF para o uso de vídeos em alguns lances nos jogos, como dúvida sobre o gol, pênalti e casos de expulsão. O dirigente máximo da arbitragem está confiante que as novidades possam ser experimentadas nos campeonatos do próximo ano.
- Não é fácil a profissionalização e, para ajudar, só com a tecnologia. Aí você reduziria, não eliminaria, as possibilidades de erros que, às vezes, acontecem e fogem da percepção do árbitro. Nos parece que os experimentos devem ser aprovados para 2016 e já disseram claramente que, se for aprovado, o Brasil será um dos países que também irá participar - concluiu Sérgio Corrêa.
Sérgio Corrêa enxerga dificuldades para profissionalização da arbitragem no futebol brasileiro
Outra novidade que pode contribuir para a melhoria da qualidade da arbitragem brasileira já em 2016 é o possível fim do sistema de sorteio dos juízes para os jogos. Ainda em fase de estudo, a qualidade comprovada de determinado árbitro o balizaria ou não para apitar determinada partida. A partir das 27 federações de futebol do Brasil, 497 são considerados aptos
para trabalharem nos campeonatos organizados pela CBF.
 
JARDIM DA FANTASIA
 
Se existe uma canção que me aprisiona, no local onde é tocada, trata-se de Jardim da Fantasia, do meu amigo Paulinho Pedra Azul. Adoro e me emociono quando ouço Paulinho Pedra Azul cantar Jardim da Fantasia. Me lembro logo de seu filho Gabriel, neto de Turquinho Azzi, caratinguense saudoso. Sou fã e admirador do talento de Gabriel entendido de futebol. Sei apenas alguns trechos do belo poema de Jardim. Sigam:
" Bem te vi, bem te vi, a andar por um jardim em flor, chamando os bichos de amor, da sua boca pingava mel.
Onde está, nas nuvens ou na insensatez ?
Andei por este céu azul, andei estradas do além, onde estarás meu bem? Bem te quis, bem te quis, ainda quero muito mais, mais que a imensidão da paz, bem mais que o sol. Me deixe só mais uma vez depois volte pra lá"
 
-"A vida é uma grande ilusão
da turma do sim, escuto o não
sei lá, sei lá, só sei que é
preciso paixão. Sei lá, sei não."
 
 

 
MEUS TRÊS ESPELHOS BRILHANTES
 
Vocês espelhos, espelhos meus, existe alguém mais inteligente do que eu?
Existe sim, e de inspiração longe da ficção, perto da realidade
Creio que  vocês não refletem minha imagem. São contra mim?
Contamos sua história e suas depressões de verdade
Somos três espelhos que querem refletir de ti uma boa imagem
A imagem que você mantém escondida.
Entendemo-la como por depressão momentânea
provocada por esta sua ansiedade refletida
no que você escreve; sem nexo, e instantânea ,
Que nem gravamos e deixamos pra sociedade
estudar a sua ansiedade.
Sou seu primeiro espelho: Alexandre, ou Xande,
Ou Xandeco, Fioca,, Querido.
E eu sou o segundo: Flavinho,
ou Júnior, ou Meu Anjo, Guinho,
O terceiro espelho é a bela princesa ariana,
Juliana, Ju, meu amor, Juju, Juliana,
Brilhante na pele branca,
cabelos louros como Bianca
a rainha que ataca sem retranca,
Eu sei que vocês são três espelhos mágicos
que sabem do mal, do bem e do querer bem
Assim, como espelhos meus, sabem
 quem - me dizem -me adora.
Sentimos, quando nos implora
perdão no amor não existe.
Nascemos no perdão, acreditando
que Pai, Papai, Papito jamais trocará a Paixão
Pelos 3 Espelhos de seu coração.
Somos circuito de amor eterno
que perdoa os tombos ou tropeções
de vez em quando, na vida.
Levantamos todo, eu e os 3 espelhos, e  vamos embora.
 
 
  
 
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.