terça-feira, 8 de dezembro de 2015

CLUBES DO EXTERIOR DE OLHO EM JEMERSON E PODEM APROVEITAR ABERTURA DA JANELA PRA BUSCÁ-LO.


Que ele foi o melhor 4º zagueiro do Campeonato Brasileiro eu não tenho a menor dúvida, porém os cegos que escolhem a seleção Bola de Prata da competição optaram pelo gremista Geromel. Aliás, o time gaúcho teve quatro nomes na Seleção Bola de Prata em detrimento a outros, como Victor, Marcos Rocha, Luan e Dátolo, principalmente.

SELEÇÃO VALORIZA

Por causa de sua chegada à Seleção e suas atuações no Brasileirão, Jemerson tem recebido consultas diárias sobre sua situação no Galo e como a janela de transferência internacional tá aberta desde o dia dois de dezembro, o craque deve se mandar pro exterior, com o Atlético recebendo uma bolada de euros. Sabe-se apenas com clubes de quatro países estão de olho em Jemerson, porém seu empresário Alex Zica não revela nomes.

ANDRÉ TÁ DE VOLTA

Bastou sair da Cidade do Galo pro atacante André fazer sucesso como artilheiro. Reserva de Lucas Pratto, sem chance de jogar, André foi emprestado ao Sport do Recife e virou ídolo da torcida. Foi artilheiro do time na Série A com 13 gols. Não houve impacto local na decisão do centroavante de voltar ao Atlético, pois tal decisão já estava prevista.  Eduardo Maluf, diretor remunerado do Atlético, garantiu que o clube pretende utilizar André em 2016.

TRINCHEIRA - Jogador iô-iô, que vai e volta, nunca deu certo em clube algum. André é deste tipo de atleta. Era conhecido no Atlético com bebê chorão e rei da preguiça.  Paulo Roberto Falcão, técnico do Sport do Recife, conseguiu fazê-lo jogar e tornar-se artilheiro. Falcão fez muita gente da mídia queimar a língua com a campanha do Sport e a recuperação de André. Boa Falcão, gostei de ver!!

SEEDORF NA TOCA, SONHO IMPOSSÍVEL

                                Seedorf na Toca, sonho impossível

Quando botou a mão na massa, de fato, com a ida de Thiago Scuro, diretor de futebol azul à Europa pra discutir pessoalmente com  Clarence Seedorf, foi que o Cruzeiro caiu na real: é impossível, pelas cifras altas, trazer o ex-craque holandês, 39 anos, pra comandar o time celeste nos próximos anos. Cartolas palpiteiros, que não têm nada pra fazer, a não ser encherem a cabeça do presidente Gilvan do Pinho Tavares, de minhocas alvissareiras: dizem que o melhor é optar por Deivid.    
TRINCHEIRA - Tais cornetas, podes crer, estarão soprando nos ouvidos do Presidente, pedindo o afastamento de Deivid, caso ele perca três jogos seguidos no Campeonato Mineiro ou na Copa Sul Minas Rio.

CIFRAS NÃO ASSUSTAM

O diretor Thiago Scuro, que foi à Europa conversar com Seedorf, não ficou assustado com as cifras envolvendo a possível transação. Negou que tenha feito qualquer proposta salarial ao ex-craque e admite que o Cruzeiro não desistiu dele como treinador. Seedorf continua como primeiro  nome da lista que o clube fez na escolha do substituo de Mano Menezes. Também Cuca não está fora dela.

Presidente Gylvan Tavares ao lado de Thiago Scuro faz conta pra trazer Seedorf como treinador do Cruzeiro.

TRINCHEIRA - Olha lá, Scuro, que Cuca não tem o perfil de Marcelo Pacote Oliveira, que trabalhou nos dois arquirrivais da Capital. Cuca já passou pela Toca da Raposa 2 e quando estava no Galo, aonde foi campeão da Libertadores, afirmou que jamais trabalharia de novo no Cruzeiro em respeito à torcida do Galo, responsável pelo "Eu Acredito" e pelo incentivo intenso durante a competição continental. Sou contra, também, ao treinador iô-iô, que vai e volta. Deixa Cuca fora da lista e pense mais em Ney Franco.

OUTRO IÔ-IÔ QUE VAI E VOLTA PRA TOCA

Quero ser bem franco: sou contra qualquer iô-iô, porém como na prática existe exceção pra todas as regras, o fato de o Botafogo devolver o atacante Neilton à Toca da Raposa, excluí-lo da programação de sua volta à Série A, me deixa alegre. Não sei porque o Cruzeiro não quis ficar com Neilton e o emprestou ao time carioca, aonde foi muito bem. Volta logo, Neilton e jogue como nos seus tempos bons de Santos!!


TRINCHEIRA - Já comentei acima sobre Neílton. (foto).Agora dou o respaldo: não adianta voltar com o jovem atleta se o portão das chances efetivas manter-se fechado a sete chaves.

MENSAGEM DO CATITU, FAMOSO FEIJOADEIRO DE CARATINGA




A TRINCHEIRA está de volta. Parabéns, Flávio Anselmo e que Deus te proteja. Um forte abraço.

TRINCHEIRA - Salve Catitu. Saudade de suas famosas feijoadas que minha saúde sempre derrubada nunca me permitiu comparecer. Grato, meu amigo.

BICHO PAPÃO DE SURPRESA

Aviso dos presidentes do América, agora na Série A do Campeonato Brasileiro.-"Trabalhar em silêncio para surpreender os adversários da Elite do Futebol". O recado é do jovem superintendente geral do clube, Paulo Assis, que pode até ser meu parente. Minha origem vem das famílias Pontes e Assis; a primeira de minha avó Laura, mãe de dona Geralda; seu pai, meu avó, era Juvenal de Assis.

                             Os vários presidentes do América

TRINCHEIRA - O menino Paulo fará 33 anos em janeiro. Fico feliz e desejo sucesso em todos os projetos dele no América. Precisamos apoiar a renovação.

SUCESSO NO BALÉ

   Gustavo, Juliana com Stelinha no colo e na ordem do relógio, Sophia e Luana, meu genro, minha filhinha e as minhas netinhas lindas

A doce família,que eu e Neusa lideramos, tem sucesso em vários itens e eventos. Por exemplo: nossa filha maravilhosa Juliana promoveu, como todos os anos neste período, o festival de balé da sua vitoriosa academia Aplauso, em Caratinga. As mensagens de parabéns foram várias e Juliana fez um agradecimento poético e humano que publicarei amanhã. Hoje o espaço é pequeno. Minha homenagem é a alegria do Papito e da Mamãe que choraram ao ler tal obra de agradecimento.  

SELEÇÃO BOLA DE PRATA

A estranha Bola de Prata tem Marcelo Grohe, do Grêmio, que ficou a metade do campeonato no estaleiro; Galhardo, também do Grêmio, um lateral apenas esforçado e que nunca chega aos pés de Marcos Rocha; Gil, do Corinthians e Geromel, outro do Grêmio, que estranhamente passou Jemerson;  e Douglas Santos, enfim a Justiça ao time vice-campeão brasileiro. Rafael Carioca - do Galo; Elias, Renato Augusto e Jadson, trio de meio-campistas nota 10 do Corinthians. Luan, do Grêmio e Lucas Pratto, do Atlético.


  Jemerson, fora da Seleção Bola de Prata, com estranheza dos estudiosos, mas na mira de quatro times estrangeiros.


TRINCHEIRA - Quem fez esta estranha seleção colocou quatro jogadores do Grêmio, terceiro colocado, e só fez Justiça ao Corinthians por causa de Gil, da seleção de Dunga; Elias, Renato Augusto - também eleito merecidamente o Bola de Ouro da competição - e o excelente Jadson.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.