quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

PORTÕES DE DISPENSAS NA TOCA NÃO SE FECHAM.



As dispensas no Cruzeiro começaram depois da saída de Marcelo Oliveira, na foto, num saudável bate-papo comigo, no programa do Kleyton Borges

Além dos chupas sangue já anunciado como dispensados, o Cruzeiro mantém a serventia de sua imensa casa aberta e outra turma está na lista do Sr. Thiago Scuro e do Dr. Gilvan do Pinho Tavares. Os atletas emprestados Felipe Seymour, Dagoberto, Ananias e Pedro Ken foram avisados de que não precisam voltar, após seus contratos com os times aonde estão emprestados acabar dia 31 de dezembro. Joel, centroavante que comia a bola no Coritiba, engasgou aqui. Agora está na mira do futebol chinês sob a intermediação do empresário Juan Figer. O volante Souza, emprestado ao Bahia, fica livre em dezembro já foi comunicado de uma proposta do Cerezo Osaka e pode ir jogar no Japão em 2016. No Cruzeiro, não joga mais...

VAI E VEM DA BOLA

O folclórico Murici Ramalho, todo sorridente, deu entrevista coletiva para Imprensa carioca a fim de anunciar seu contrato com o Flamengo, realizado há meses e escondido entre as pernas dos cartolas da oposição nas eleições do clube. Vitoriosa a facção que o contratara, Murici pode se apresentar, após ter iludido o Cruzeiro e o Internacional. Entre as primeiras providências que tomou, Murici vetou a venda dos direitos de Marcelo Cirilo e falou em renovar o  time rubro-negro com o lançamento de vários atletas da base.

TRINCHEIRA - Ainda bem que Murici acertou com o Flamengo e ignorou a proposta do Cruzeiro. Pela terceira vez não aceita trabalhar na Toca da Raposa. Graças a Deus...


BOM NO POKER
      
O bem informado repórter Wilson José, cuja coluna no jornal Super faz tremendo sucesso junto aos antepassados dos boleiros, me passou uma de suas famosas apurações de bastidor: - "O André é muito bom no Poker. O Sport contratou a psicóloga Suzy Fleury. Ele e outros jogadores fizeram terapia durante o campeonato e deu no que deu. Está explicado"


CARTOLA MARAJÁ


Marco Polo Del Nero (foto) é investigado pelo Comitê de Ética (sic) da FIFA, suspeito de ter recebido propinas na Copa de 2014, no Brasil. Os detalhes sobre a participação de Del Nero nos rolos da Copa são guardados em segredo de Estado.

TRINCHEIRA - O único fato revelado, mas por autoridades brasileiras, é que Del Nero recebe um salário de R$ 200.000,00 como presidente da CBF, o dobro do que mamava Ricardo Teixeira. Aliás, "mamava, não; mama" porque os seus R$ 100.000,00 mensais pingam na sua conta em Miami, onde se esconde da Polícia Federal brasileira que tá no encalço dele.

SAUDADE DO ZÉ LINO


´ Neusa, minha esposa, Flávio Júnior e José Lino. Sentado estou eu, filho do Sodico e de dona 
   Geralda, ainda no Hospital Vila da Serra aonde passei 120 dias entre a vida e a morte.

O meu afastamento compulsório do programa Rádio Vivo - segunda maior audiência da Rádio Itatiaia - por causa do acidente que tive em Inhapim e que me colocou na fronteira da vida e da morte, me enche de saudade do meu amigo e maior comunicador do rádio brasileiro, responsável pelo IBOPE do programa, José Lino Souza Barros, produção da simpática e sorridente Selma Sueli, e, por isso, gosto de colocar o tratamento divino de 'MARIA', em seu nome. 
Programa é sustentado, também, por companheiros e companheiras inteligentes no bloco diário de debates.
 Faço força pra ficar curado das sequelas que restaram, a fim de me apresentar ao Zé Lino dizendo: "Capitão, soldado raso Flávio presente. Passe suas ordens".

RECADO DA TRINCHEIRA

Hipócrates, grego considerado o pai da medicina ocidental, falava: "Que o teu alimento seja o teu remédio e que teu remédio seja o teu alimento".

CUIDADO AÍ GLOBO

Não é tão verdadeiro quanto eu esperava, pois li na mentirosa Veja, enquanto ocupava o trono do meu banheiro: "a Record iniciou namoro com a Federação Paulista de Futebol sobre os direitos de transmissão do Paulistão 2016. Daí até o Campeonato Brasileiro é um pulo"

TRINCHEIRA - Se a informação for confirmada, o Bispo pode ter certeza que estará perto de desbancar a Rede Globo dos injustos poderes.

ABÍLIO DINIZ SALVA SÃO PAULO

Pelo menos é o que desejam conselheiros e diretoria  do clube paulista, dobrado sob os números pesados de suas dívidas. Só a um banco da Pauliceia, o SP deve R$ 150 milhões. A diretoria são-paulina convidou o empresário bilionário Abílio Diniz, fanático torcedor do tricolor paulista, pra participar da gestão financeira e econômica do clube. Diniz falou que aceita desde que tenha poderes, também, pra interferir no departamento de futebol profissional. O assunto, então, esfriou.

TRINCHEIRA - Chega de empresários milionários mandando no futebol brasileiro. Aqui em Minas, sujeitamo-nos aos donos da MRV, patrocinadora máster do Atlético, e Supermercado BH, patrocinador máster do Cruzeiro. Coisas pequenas e horrorosas!!!

MORENO QUER VOLTAR

                                         Moreno quer vestir de novo a gloriosa azul

Goleador implacável,  ídolo da torcida,  terror das defesas adversárias, sujeito de grupo, moço pra lá de bacana, o boliviano/brasileiro Marcelo Moreno, atualmente no Changchun Yatai da China quer voltar à Toca da Raposa II. Sente saudade da China Azul gritando seu nome quando o time entra em campo e de cair nos braços da Massa Azul após cada qual gol anotado. Seria ótimo seu retorno. A Imprensa gosta de suas alegres coletivas e do seu jeito moreno de ser.

TRINCHEIRA - Pena que Marcelo Moreno tenha contrato até o final de 2016 e que pretende cumpri-lo como é de seu feitio. Porém, tão logo o vínculo seja desfeito,  Moreno trocará a China asiática pela China Azul. Viva!

PATROCINADORES PEQUENOS, APEQUENA

E não é que o Atlético, vice-campeão brasileiro, após ótima campanha na competição nacional, deu uma guinada pra baixo ao renovar o contrato de patrocínio máster de suas camisas com a empresa mineira, de pouca expressão, ou nenhuma, no território tupiniquim: a MRV, construtora de prédios de apartamentos de 60 metros quadrados.
A fim de não ficar pra trás do arquirrival, o Cruzeiro do Dr. Gilvan Tavares manteve ao lado das brilhantes cinco estrelas de suas conquistas, o Supermercado BH que reduz a beleza da camisa azul e não engrandece o patrocínio em nada.

TRINCHEIRA - Cresça Sr. Daniel Nepomuceno ou só conseguirá ver seu próprio umbigo!E você, Caro Gilvan, porque não recorrer a um banco grande pra pegar empréstimos, permutados pelo patrocínio máster da camisa gloriosa das cinco estrelas. Aí será o encontro de Grande com Grande. Fica maior ainda. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.