terça-feira, 12 de janeiro de 2016

LUAN TÁ CERTO: ARGENTINOS INVADEM FUTEBOL MINEIRO


O meia-atacante Luan brincou sobre a invasão estrangeira no Atlético nesta temporada. O alvinegro, que já contava com os argentinos Dátolo e Pratto, ganhou os reforços dos equatorianos Erazo e Cazares, além do técnico uruguaio Diego Aguirre e seus auxiliares, Juan Verzeri, Raul Carrera e Jorge Pignatares. Segundo o camisa Luan, a ajuda de um Hermano tem sido fundamental para a compreensão durante os treinamentos. 

MAIS UM ARGENTINO

Vem por aí, provavelmente, mais um argentino pra jogar pelo Galo: o atacante Jonathan Calleri pode trocar o Boca Juniors pelo Atlético. Outro reforço para a Libertadores. Calleri, de 22 anos, teria um vínculo  de apenas seis meses, até se transferir para o futebol europeu em junho, como ocorreu com o argentino Otamendi há quase dois anos.

Calleri despediu-se dos companheiros e deixou a pré-temporada do Boca Juniors, em Cardales, na Região Metropolitana de Buenos Aires. Seus direitos econômicos serão adquiridos por quase R$ 50 milhões e o destino a partir do meio do ano é o Velho Continente – Internazionale e Bologna demonstraram interesse em contar com um dos destaques do Campeonato Argentino. Ele seria emprestado ao Atlético nesse período de transição.

VITÓRIA BRASILEIRA

Ufa, ao menos nesta segunda-feira o futebol brasileiro está exultante. Tudo por causa do desconhecido atacante Wendel Lira que derrubou Lionel Messi, eleito o melhor jogador do mundo em 2015. Num jogo no belo Estádio Serra Dourada, em Goiânia, completamente vazio, Wendel marcou um dos gols mais bonitos na história de seu time de então, o modesto Goianésia.  Por incrível que pareça, este gol deixou de ser apenas o mais bonito do campeonato goiano e venceu a disputa com Messi pelo gol mais bonito do planeta.

POBRE E DESCONHECIDO

Wendel Lira, jogador pobre e desconhecido, desempregado há quatro meses,dispensado pelo Goianésia, porém agora contratado pelo Vila Nova, goiano também, pode se orgulhar de ter batido um dos melhores jogadores de todos os tempos. O brasileiro, mais um que vive o lado menos glamouroso do sonho de ser profissional no futebol, alcançou o auge na carreira e teve seu gol, marcado com a camisa do pequeno Goianésia, escolhido como o mais bonito do ano pela FIFA. Por isso, recebeu o Prêmio Puskas, deixando para trás ninguém menos que Lionel Messi.


NO MEIO DE FERAS

Em meio a astros presentes à festa de gala da FIFA, em Zurique, como Luis Enrique, Neymar, Cristiano Ronaldo, Iniesta, entre outros, Wendel Lira se destacou. Subiu no palco e mostrou toda sua humildade ao agradecer a Deus e à família apenas pela oportunidade de estar ali, entre tantos ídolos.
Wendel viu Messi ser eleito pela quinta vez o maior jogador do mundo e Cristiano Ronaldo perder, de novo, esta corrida pro craque do Barça. Neymar, outro escolhido pra integrar esta corrida ficou em terceiro lugar com apenas 8,6% dos votos.

FLÓRIDA CUP

Nesta quarta-feira, o técnico Diego Aguirre, aposta uruguaia do Galo, estreia comandando o time contra Schalke 04 às nove e meia da noite, valendo pela Flórida Cup, torneio promovido nos Estados Unidos, pelo ex- Fenômeno Ronaldo Nazário. E, quatro dias depois, o Galo fará seu segundo jogo no torneio - e o último, também- contra o Corinthians.

É estranha a escolha de Ronaldo Nazário dos clubes brasileiros que comporão tal torneio. Preferiu o Galo e menosprezou o Cruzeiro, time onde se revelou. Aliás, esta não é a primeira vez de o ex-Fenômeno cospe no prato que comeu pela primeira vez, matando sua fome profunda que trazia do pequeno São Cristovão, carioca. Optou, também, pelo Corinthians, talvez pressionado pela Rede Globo de Televisão, apaixonada pelo time paulista.

COISA FEIA NA TOCA

Me nego a comentar a entrevista do incompetente Benecy Queirós ao programa Meio-Campo, comandado pelo Nota 10, Orlando Augusto. Nela Benecy revelou que comprou um árbitro, cujo nome não revelou, pra favorecer ao Cruzeiro numa partida decisiva e a coisa deu errado. Benecy tem 45 anos de Cruzeiro e, certamente, neste período não deve ter comprado um árbitro apenas uma vez. Além do que, esta sua confissão o torna inconfiável.

TRINCHEIRA - Apesar de ter uma indenização altíssima, não vejo como correto que permaneça trabalhando, ainda, na Toca depois de tais declarações. Até porque, como procurador de Justiça aposentado, o presidente Gilvan do Pinho Tavares sabe bem o que isso representa.

NENÊ NÃO DEIXA VASCO

O técnico Jorginho, que não manda totalmente no clube, mas apenas no time, informou que o atacante Nenê, sondado pelo Atlético, não deixará São Januário e vai disputar a Série B. Tá bom o que confirma que tem gente que gosta dos olhos e outros da remela.
  
ASILO NO BONFIM

O famoso Leão do Bonfim, que sempre foi um grande revelador de talentos, mudou de política. Agora, o Villa Nova tem contratado jogadores com mais de 30 anos e de experiência notável. São os casos de Mancini, 35 anos; e Kerlon Foquinha, 30 anos.Agora, por indicação do técnico Wilson Gotardo, de volta ao Bonfim, contratou o atacante Soares, que teve passagens pelo Cruzeiro, Grêmio, Fluminense e Ponte Preta e outros vários times.

TRINCHEIRA - Tais aventuras costumam dar em nada. São vários os exemplos, inclusive no Atlético, Cruzeiro e América. Torço pra que o Leão do Bonfim sobreviva e faça excelente campeonato mineiro.

RIASCOS NÃO

0 América tem, também, buscado reforços experientes pra sua volta à Série A do Brasileiro e pro campeonato mineiro. Porém, disse "não" à proposta de contratar o colombiano Riascos, que disputou o Brasileiro passado pelo Vasco da Gama.
Falando sobre o mercado da bola de futebol, o Cruzeiro livrou-se de mais um caro incomodo,  trazido pelo ex-técnico Marcelo Oliveira: emprestou o volante William Farias ao Vitória da Bahia, porque ainda tem fé na vinda do colombiano Cuéllar.  





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.