quinta-feira, 3 de março de 2016

COELHO E GALO EMPATAM EM CLÁSSICO DA PRIMEIRA LIGA


Os 6.403 torcedores que ousaram ir ao Independência na noite desta quarta-feira pra assistir  o clássico entre os reservas do Atlético e os titulares do América, proporcionando a mixaria de R$ 83.500,00 de arrecadação gostaram da movimentação do jogo, e das emoções que os dois times proporcionaram. O clássico se salvou, em parte, por esta movimentação e pelos fatos inusitados, como o gol de empate do Coelho, numa falha gritante do goleiro Giovane, substituto de Victor.
O técnico alvinegro Diego Aguirre quis dar ritmo de jogo a alguns titulares e escalou Dátolo - autor do gol atleticano e dos melhores em campo - Cazares, que não foi bem, Júnior Urso, outro que ficou em dívida, Hyuri, fraco. O time reserva do Galo custou a acordar e só equilibrou a partida a partir do momento em que marcou 1 a 0

CHANCES O jogo foi intenso do início ao fim, com chances claras de gol para as duas equipes. O América acertou uma bola na trave no primeiro tempo, com Bruno Sávio. Os gols saíram apenas na etapa final: Dátolo abriu o placar, em chute que desviou em Bryan, e Rafael Bastos acertou bela finalização de longe, aproveitando falha de Giovanni na saída de bola. O zagueiro Tiago acabou expulso, o que deu mais emoção ao jogo no fim, mas não influenciou no placar.

O empate por 1 a 1, que já não interessava ao Galo, eliminado precocemente na Primeira Liga, reduziu consideravelmente as chances do Coelho de ir às semifinais – a equipe precisa de uma combinação de resultados para avançar. Ainda assim, o público deixou o estádio satisfeito com a atuação das duas equipes.

Coelho e Galo voltam a campo, agora, pelo Campeonato Mineiro: no sábado, o alviverde encara o Tricordiano, fora de casa, e o alvinegro recebe o Tombense, no domingo. Mas, no Galo, o foco principal já está em outro duelo: o da próxima quinta-feira, contra o Colo Colo, em Santiago, pela Copa Libertadores. E o técnico Diego Aguirre pôde tirar mais conclusões a respeito dos jogadores, principalmente os que jogam no setor ofensivo, a partir do jogo de ontem. Se Dátolo, autor do gol atleticano, ganhou crédito, outros perderam prestígio, como Thiago Ribeiro, que foi improdutivo.
Aguirre confirmou que o atacante Clayton, de 20 anos, enfrentará o Tombense, mas, para tanto, é necessário que sua documentação seja regularizada na CBF. Na Libertadores, Clayton só poderá ser inscrito numa eventual segunda fase. O Galo ainda busca um atacante com características de área para ser reserva do argentino Lucas Pratto.

A atuação do América também agradou ao técnico Givanildo Oliveira, que elogiou a postura de seus jogadores diante das equipes que disputam a Série A. Depois de vitória sobre o Figueirense (1 a 0), empates com Cruzeiro e Atlético (ambos por 1 a 1) e derrota para o Flamengo (1 a 0), o comandante acredita estar no caminho certo, embora admita que a equipe ainda precise evoluir. “Pensaremos em ser campeões estaduais. Tem que ser um time forte a partir de agora. A Primeira Liga já era”, diz ele, sem alimentar muita esperança na classificação do Coelho à semifinal.

CRUZEIRO COPIA AMÉRICA

O América teve momentos de fortes críticas pelo seu sistema de administração com rodízios de presidentes tirados de um Conselho Administrativo. Como a coisa funcionou e o time voltou à elite do futebol, alguns copiadores estão por perto. A cerca de um ano e meio das eleições presidenciais, lideranças políticas do Cruzeiro começam a se articular pensando na sucessão do presidente Gilvan de Pinho Tavares.

Embora publicamente todos ressaltem que o momento é de apoio ao atual mandatário, conselheiros debatem sobre as possibilidades para o próximo pleito. A mudança do estatuto, para promover uma renovação com possibilidade de eleição dos 'mais jovens', e a criação de um conselho de administração, para reunir lideranças, são as principais pautas nos corredores do Barro Preto.

DUNGA CONVOCA SELEÇÃO

Na volta das eliminatórias da Copa do Mundo na Rússia, A Seleção Brasileira jogará contra o Uruguai no dia 25 de março, às 21h45, na Arena Pernambuco, em Recife. A partida seguinte será contra o Paraguai,no dia 29 de março, às 21h45, no Estádio Defensores Del Chaco, em Assunção. Duas paradas indigestas.
Dunga convocou na manhã desta quinta-feira os jogadores que formarão a Seleção Brasileira. São eles: goleiros, Diego Alves - Valência, Alison - Internacional, Marcelo Grohe - Grêmio; laterais: Danilo - Real Madrid, Daniel Alves, Barcelona; Felipe Luis, Atlético de Madrid; Alex Sandro, Juventus de Turim; zagueiros: David Luiz, do PSG; Miranda - Internazionale; Marquinhos, PSG; Gil - Shandong;

Volantes e meias - Luiz Gustavo - Wolfsburg; Fernandinho - Manchester City;Philipe Coutinho, Liverpool; Renato Augusto - Beijing; Oscar - Chelsea; Lucas Lima - Santos; William - Chelsea; Kaká - Orlando City. Atacantes: Douglas Costa - Bayern de Munique; Neymar, Barcelona; Hulk - Zenith e Ricardo Oliveira - Santos.

TRINCHEIRA - Esta convocação de Dunga, a exemplo das anteriores, enche a gente de preocupação e temor de que a Seleção não se classifique pra disputar o mundial na Rússia. Também não tem nada muito superior.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.