terça-feira, 1 de março de 2016

CRUZEIRO TROPEÇA NOS ERROS DA DIRETORIA E DA COMISSÃO TÉCNICA COM AMEAÇAS À DEMISSÃO DE DEIVID

 Cruzeiro pode perder Arrascaeta por falta de pagamento

Apenas o modo de dizer mudou, porém a ameaça de demissão continua a mesma sobre a cabeça dos treinadores. Antes, os cartolas diziam que o treinador estava prestigiando e continuaria no cargo ainda que perdesse três partidas seguidas. Agora, a ameaça é mais direta: "Se ele der certo, ele fica; se não der, ele sai." Que coisa mais óbvia. Mas a  base de tudo é errada no caso de Deivid que assumiu a vaga do experiente Mano Menezes sem nunca ter treinador uma equipe, principalmente um time grande em fase de renovação e montagem.

 Esta questão de dar certo ou não é abstrata e depende de sorte. No atual Cruzeiro, a diretoria, também, não tem dado certo, tanto que foi denunciada à FIFA pelo não pagamento de cinco parcelas de U$ 70 mil da compra dos direitos econômicos do atacante uruguaio Arrascaeta.

Dia-a-dia cresce cada vez mais no Cruzeiro a resistência ao trabalho do técnico Deivid, que não consegue colocar em prática sua filosofia de futebol. Ao seu comando, o time disputou sete jogos oficiais, com três vitórias, três empates e uma derrota. Mas o que mais vem incomodando, no entanto, é o fraco desempenho em campo apresentado pela Raposa, que não se impõe contra os rivais no Campeonato Mineiro.

O  presidente do clube, Gilvan de Pinho Tavares, que está afastado em função de enfermidade, se reuniu com o diretor  de futebol, Thiago Scuro, e com o vice de futebol, Bruno Vicintin, para conversarem sobre o Cruzeiro de todos os dias, explicou Gilvan.

Um dos temas colocados em pauta nesse encontro foi o trabalho do técnico Deivid. Diferentemente dos discursos ensaiados dos dirigentes de futebol, Gilvan foi direto ao falar do atual treinador: “O que posso dizer é que se der certo ele fica, se não der, ele sai”, resumiu o mandatário, que evitou colocar um prazo para que o time comece a jogar bem.

PRESTÍGIO CAI BEM

Deivid chegou ao Cruzeiro no ano passado, com o técnico Vanderlei Luxemburgo e, em pouco tempo, ganhou a confiança do elenco celeste. Quando Luxa deixou a Toca II, os jogadores estavam convictos de que o auxiliar técnico era o nome certo para assumir o comando da equipe, mas, naquela oportunidade, a diretoria preferiu ser mais conservadora e contratou o técnico Mano Menezes. Com a saída de Mano, que acertou sua ida para o futebol chinês, Deivid ganhou um voto de confiança dos dirigentes.Em tom pessimista, Gilvan preferiu não expor sua avaliação do trabalho de Deivid: 

Ele não era treinador de ponta, mas resolvemos dar uma oportunidade. Os jogadores gostavam e queriam a presença dele. Estávamos esperançosos. Foi uma aposta nossa. Mas não vou fazer juízo pela imprensa. Vamos conversar internamente sobre o desempenho de todos”.

Sem resultados em campo, o prestígio do técnico Deivid tem diminuído com a torcida celeste. Em enquete com mais de 10 mil votantes, 32% avaliam o trabalho de Deivid como “ruim”, 27% como “péssimo”, 26% como “regular”, 6% como "bom" e 8% como "ótimo". Esses resultados podem ser alterados, uma vez que a enquete ainda está aberta para votação.

TIME RESERVA DE NOVO
Robinho e Victor não enfrentam o América nesta quarta feira no Independência, jogo válido pela Primeira Liga. O ex-santista está com cansaço muscular exigido que foi no jogo em gramado ruim contra a URT. Victor sente dores no joelho. Aí está mais um erro de Aguirre, que preserva os dois titulares porque o Galo já está eliminado da Copa da Primeira Liga. Ele não deu importância antes e nem agora desta competição uma das mais importantes do calendário do primeiro semestre.
O time terá Giovanni; Carlos César, Edcarlos, Tiago e Patric; Júnior Urso, Eduardo, Dátolo e Cazares; Hyuri e Thiago Ribeiro.Depois da Primeira Liga, o Galo tem compromisso pelo Campeonato Mineiro no domingo, contra o Tombense, também no Independência. Em seguida, na quinta-feira, o Alvinegro encara o Colo-Colo, em Santiago, no Chile, pela Copa Libertadores.

CONSTRUÇÃO DO ESTÁDIO ADIADA
Nepomuceno informou que os planos da construção do estádio foram adiados. O presidente do Atlético está confiante com o elenco que montou para esta temporada. Apesar de ter perdido o zagueiro Jemerson, negociado com o Mônaco, da França, e Giovanni Augusto e  André, que foram  pro Corinthians, a diretoria atleticana caiu no mercado e contratou seis jogadores: Robinho, Erazo, Hyuri, Cazares, Clayton e Júnior Urso. “Nós temos excelente elenco. Conseguimos reforçar bem, pontualmente”, frisou Nepomuceno.

A permanência do atacante Lucas Pratto também foi comemorada. Nepomuceno aproveitou e revelou a promessa feita pelo argentino, quando contratado, no fim de 2014. “
Quando eu o contratei, ele (Pratto) me falou: ‘vou tatuar a Copa Libertadores para você’. E eu lhe disse agora:
‘-Você está lembrado o que me falou no restaurante lá em Buenos Aires sobre a Libertadores, né!?’”, contou o presidente, que explicou o motivo por não ter vendido o argentino:
Nós permanecemos com o jogador porque temos certeza que o valor que nos foi oferecido nós vamos recuperá-lo”.


Ampliação do Independência e novo estádio

Segundo Daniel Nepomuceno " dependemos de um acordo com o América, aumentar o Independência. É um sonho antigo, mas não é uma obra fácil. O Independência está no meio da cidade, com vizinhos próximos. Já o estádio do Galo é a pergunta que não quer calar. Eu acredito que o Atlético tem que ter a casa dele. Estávamos muito avançados com investidores do estádio, mas veio esta crise econômica e adiou em um ano, um ano e pouco. Mas não vou desistir.
GALO ELIMINADO E COELHO PRECISA VENCER

O América joga sua sorte na Primeira Liga nesta quarta-feira. Com uma vitória e uma derrota na primeira edição da competição do futebol brasileiro, o Coelho precisa vencer o clássico contra o Atlético no Independência, às 19h30, para seguir sonhando com a fase semifinal do torneio. Além de conquistar os três pontos, o Alviverde terá que ficar de olho em alguns confrontos decisivos para a formação do mata-mata.
Em caso de vitória contra o Galo, o Grupo 2 pouco importaria para o Alviverde, que se preocuparia apenas com a chave 3. Lá, o Fluminense pode chegar a seis pontos e o Atlético-PR superar essa marca, fazendo com que o Coelho tenha que brigar com a equipe carioca no saldo de gols.

O América pode até mesmo ser primeiro de seu grupo. Basta vencer o Atlético por no mínimo dois gols de diferença com pelo menos três gols marcados (3 a 1, 4 a 2) e torcer para que o Figueirense vença o Flamengo por 1 a 0 fora de casa.

Outra possibilidade, esta bastante mais improvável, está na classificação do América com um empate nesta quarta-feira. Mas, para isso acontecer, o Coelho terá que ficar ligado em todas as outras partidas da rodada derradeira da fase de grupos.

É preciso destacar que a vitória em si não assegura a presença do alviverde na semifinal. Se, por exemplo, a equipe de Givanildo Oliveira vencer pelo mesmo placar que um eventual triunfo do Figueirense sobre o Flamengo, catarinenses e cariocas comemorarão a classificação e os mineiros amargarão o terceiro lugar.

ADEUS ARRASCAETA

O Defensor do Uruguai denunciou o Cruzeiro à Fifa por não pagar cinco cotas da compra dos direitos econômicos de Arrascaeta, o que tem ameaçado a continuação do craque na Toca da Raposa. Os azuis pagaram parte do negócio à vista e dividiram o restante em parcelas de R$ 70 mil mensais em vezes. o Empresário Pedro Lourenço, do Supermercado BH tá na transação e pagou cinco parcelas. Será que é dele o restante da dívida, também?


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.