quinta-feira, 17 de março de 2016

GALO SOBRA NO JOGO E GOLEIA COLO-COLO NO HORTO


Espetáculo grandioso da Massa alvinegra no Horto

Se a torcida cruzeirense ficou aliviada ao assistir seu time golear o Uberlândia - 3 a 0 - pelo Campeonato Mineiro, no Mineirão, a do Atlético teve motivos de sobra pra acreditar na equipe que disputa a Copa Libertadores e está a um ponto de vencer o Grupo 5 com a bela atuação e a goleada sobre um adversário mais qualificado pelo mesmo placar que seu arquirrival infligiu ao time do Triângulo.
E foi um placar injusto, por causa da arbitragem falha do trio venezuelano que trabalho na partida. O Atlético abriu o marcador logo no primeiro minuto, após uma tabela pelo meio entre Cazares e Patric. O equatoriano recebeu a bola, driblou um zagueiro e mandou um tijolaço no canto direito do goleiro chileno. O time de Diego Aguirre entrou em campo dando a impressão que queria liquidar de cara o Colo Colo e de goleada.

A torcida que estava meio frustrada porque Aguirre escalou Patric e deixou Robinho no banco, e imaginava uma equipe ofensiva com Hyuri, Cazares, Robinho e Pratto, entusiasmou-se com apenas 5m de jogo. O Galo estava esfuziante e perdeu gols adoiados com Pratto e Patrick furando dentro da pequena área. Luan, também, apareceu livre na cara do goleiro e perdeu.
Mas nesse período aconteceu o grande erro da arbitragem: Pratto foi lançado pelo meio, entrou livre e marcou. Para a surpresa geral o árbitro anulou o gol alegando impedimento visto por seu assistente. Erraram ambos: Pratto tinha situação regular.

Pouco depois, Patric, pelo meio, recebeu de Luan e mandou o petardo que bateu no travessão e quicou dentro do gol. Galo, 2 a 0. Daí pra frente, o Atlético tirou o pé do acelerador e segurou o jogo até o segundo tempo, quando marcou o terceiro gol. Porém, o time não teve a velocidade do primeiro tempo e caiu de produção, com Robinho em campo no lugar de Cazares, cuja atuação arrancava gritos da Massa

O time continuou a perder gols com Lucas Pratto bem enrolado. O Colo Colo cresceu e Giovanni pode trabalhar mais, mostrando que é excelente reserva pra Victor. Num contra-ataque  Júnior Urso fez ótimo lançamento pra, Hyuri que dominou e tocou na saída de Villar. Placar fechado, Galo 3 a 0. O Galo chega aos 10 pontos, tem a segunda melhor campanha geral, e vai encarar, daqui a duas semanas, o Del Valle, no Equador.

FICHA TÉCNICA - ATLÉTICO 3 X 0 COLO COLO

ATLÉTICO - Giovanni; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Erazo e Douglas Santos; Júnior Urso, Rafael Carioca, Luan (Eduardo), Cazares (Robinho) e Patric (Hyuri); Lucas Pratto
Técnico: Diego Aguirre

COLO COLO
Villar; Fierro, Baeza, Barroso e Beausejour; Pavez, Araya, Valdes (Reina) e Tonso (Vilches); Rodríguez e Delgado-Técnico: José Luis Sierra
JOGO DA 4ª rodada do Grupo 5 da Libertadores
Local: Independência, em Belo Horizonte
Data: quarta-feira, 16 de março
Árbitro: Juan Soto (VEN)
Assistentes: Jorge Urrego (VEN) e Elbis Gomez (VEN)
Cartões amarelos: Rafael Carioca, Luan (ATL); Barroso, Beausejour, Pavez (COL)
Público: 21.201 pagantes
Renda: R$ 1.704.100
Gols: Cazares, 1min, Patric, 45 do primeiro tempo; Hyuri, 27min do segundo tempo
THIAGO RIBEIRO VAI EMBORA

Thiago Ribeiro não é mais jogador do Atlético. Nesta quarta-feira, a rescisão contratual do atacante foi registrada no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF. Ele tinha vínculo com o clube alvinegro até junho.
O atacante chegou ao Atlético em abril de 2015, fez 43 jogos e tem 10 gols marcados. Ele começou 2016 como titular, na disputa da Flórida Cup, mas acabou sofrendo uma lesão. Quando se recuperou, já havia perdido 
espaço na equipe titular. Nesta temporada, Thiago participou de cinco jogos. 

BARCAÇA AZUL

O Cruzeiro encheu sua barca de dispensa com 25 atletas emprestados pra diversos clubes do País. Eis a relação, na qual constam nomes que poderão fazer falta no Brasileirão:
- Ala, goleiro, ao Londrina; Alex Flávio, zagueiro: ao Mirassol;Antônio Carlos, lateral esquerdo, ao Villa Nova; Breno Lopes, lateral direito, ao Red Bull; Diego Renan, lateral segue no Vitória; Douglas Grolli, zagueiro, à Ponte Preta; Elisson, goleiro, ao Coritiba; Eurico, volante, à Ponte Preta; Gabriel Xavier, meia, ao Sport do Recife; Hugo Ragelli, atacante, à Ponte Preta; Joel, atacante, aos Santos.

Mais ainda: Luiz Fernando, meia, ao Mirassol; Marinho, atacante, ao Vitória de Salvador; Mena, lateral esquerdo, ao São Paulo;  Neilton, atacante, ao Botafogo carioca; Pará, lateral esquerdo,  ao Atlético-PR; Paulo André, zagueiro, ao Atlético Furacão; Rafael Donato,  zagueiro, ao Joinville; Rodrigo Souza, volante,  ao Náutico; Souza, volante, ao Cerezo Ozaka; Uilliam Correa, volante, ao Santa Cruz; Vinicius Araújo, atacante, ao Sport do Recife; e Willians, volante, ao Corinthias. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.