quarta-feira, 23 de março de 2016

SELEÇÃO BRASILEIRA ESBOÇADA NA CABEÇA DE DUNGA


A Seleção Brasileira não está confirmada pra enfrentar o Uruguai, mas ganhou seu primeiro esboço na cabeça de Dunga. Como se previa,  Dunga manteve o esquema tático aprovado na vitória por 3 a 0 sobre o Peru, no  ano passado. O técnico fez duas alterações: Fernandinho atuou na vaga de Elias, que, lesionado, não foi convocado, e David Luiz, que cumpria suspensão retornou no lugar de Gil.A escalação definitiva, Dunga só pretende divulgar minutos antes da partida na Arena Pernambuco no Recife.

TRINCHEIRA: Esta história de esconder treinos e escalações mostram claramente que o técnico, ainda, não tem confiança no seu time. Dunga está inseguro até porque uma derrota nesta sexta-feira, em casa, deixa o Brasil, terceiro colocado na atual classificação, início do segundo  turno das eliminatórias da Copa do Mundo na Rússia, numa situação precária.

E olha que a coisa tá um filé, tanto que o Equador é que lidera as eliminatórias com 12 pontos ganhos. O Uruguai tem 9 e Luizito Suarez, a fera mordedora do Barcelona. 0 Brasil tem 7 pontos,empatado com Paraguai - adversário da semana que vem - e Chile, mas leva vantagem no saldo de gols.

SEM GOLEIRO, GALO BUSCA LAURO

O desespero do Galo é tamanho pela falta de goleiro experiente pro clássico de domingo contra o Cruzeiro, no Independência, que a diretoria sondou Lauro, ex-goleiro cruzeirense, 35 anos e atualmente no Lajeadense, time intermediário do futebol do Rio Grande do Sul. O presidente do clube gaúcho, Everton Giovanella, confirmou um contato de empresários, mas ressaltou que não abriu negociações com o Atlético..
O presidente do Lajeadense disse também que não vai complicar a saída do goleiro, caso o interesse se confirme, mas que é preciso avaliar o lado do clube. O Lajeadense luta contra o rebaixamento no Campeonato Gaúcho, restando três rodadas. Segundo Everton Giovanella, Lauro, que tem contrato até abril, é um dos destaques da equipe. Com 35 anos, Lauro já defendeu clubes como Ponte Preta, Cruzeiro e Internacional.


DOR DE CABEÇA NO GOL

A posição de goleiros do Atlético passou a ser dor de cabeça após as lesões de Victor e Giovanni. O titular passou por artroscopia no joelho direito no dia 16 deste mês. O reserva sofreu fraturas na face e foi submetido a cirurgia nesta terça-feira. O terceiro goleiro Uilson assume a vaga no time.



Porém, a definição do suplente é o problema. Os três primeiros goleiros do time júnior (Cleiton, Hudson e Alexander) também estão machucados. Hoje, a alternativa do time profissional é Thiago, quarto goleiro dos juniores.
O clube analisa também a volta de Michael, que está cedido ao Guarani de Divinópolis, mas que não vem atuando no Campeonato Mineiro.
Sem Victor e Giovanni para os dois jogos restantes da fase de grupos da Copa Libertadores - Independiente del Valle, dia 6 de abril, e Melgar, dia 14 -, o Atlético estuda fazer uma mudança na lista de inscritos na fase de grupos.
O regulamento diz que a substituição de goleiros pode ser feita, de forma emergencial e com laudos médicos, durante a fase de grupos. Nesse caso, o arqueiro que for substituído não poderá voltar durante a competição. Céus, que complicação.

TUDO CERTO PRO CLÁSSICO

Creio que é só aqui nas Geraes do sumido Pimentel que é preciso de reunião prévia para acertar detalhes de um jogo que se realiza pelo menos umas quatro vezes durante o ano. Mineirão ou no Independência. Então foi assim: as diretorias de Atlético e Cruzeiro acertaram em reunião na sede da Federação Mineira de Futebol (FMF), os detalhes sobre a venda de ingressos para o clássico de domingo, às 11h, no Independência, pela nona rodada do Campeonato Mineiro. Da carga de 22.529 bilhetes, a torcida cruzeirense terá direito a 1.840, quantidade correspondente a pouco mais de 8% do total disponibilizado.

TRINCHEIRA; E eu começo a me implicar com um jogo de tamanha importância pelo campeonato mineiro às 11 horas e no Independência, onde não cabem as duas torcidas e nem mais que 20 mil pessoas. Burrice pura!

comercialização para os atleticanos ocorre desde a manhã desta terça-feira por meio do programa Galo Na Veia, na internet. Caso restem entradas, a diretoria alvinegra abrirá a bilheteria comum em data a ser confirmada. Os preços nas cadeiras no Independência vão de R$ 50 a R$ 140. Já os camarotes custam R$ 400 cada.

Com relação à torcida do Cruzeiro, a 
venda ocorrerá na quinta-feira e no sábado, apenas no Ginásio do Barro Preto, das 10h às 17h. Os torcedores ficarão no setor Ismênia Tunes e terão acesso pelo Portão 8. O tíquete terá preço de R$ 120 (R$ 60 meia). O sócios terão acessos às entradas na quinta e poderão adquirir dois bilhetes. Se sobrarem ingressos, os torcedores comuns poderão fazer a aquisição no sábado.

A Federação Mineira não informou o sistema de segurança do clássico. Em seu site oficial, a entidade diz que será os policiais no interior do estádio formarão uma "tropa de desinterdição" e os externos serão "contingente adequado". A Guarda Municipal terá 10 agentes. Com objetivo de evitar possíveis confrontos entre os torcedores, os cruzeirenses ficarão no estádio após a partida até uma decisão da Polícia Militar.

JUIZ DE FORA
Durante o encontro, o Cruzeiro reforçou seu desejo de ter um árbitro de fora de Minas Gerais no clássico de domingo. O Galo se mostrou contrário, ressaltando a importância de dar força ao quadro mineiro de juízes. A decisão será tomada pela Federação Mineira de Futebol.
A direção cruzeirense também sugeriu que os mascotes Raposão e Galo Doido entrassem juntos no gramado, como forma de simbolizar a paz. Os representantes do Atlético não concordaram, temendo que a presença do Raposão gere transtornos.
Representaram o Atlético no encontro a diretora-executiva Adriana Branco e o diretor jurídico Lásaro Cândido Cunha. Do lado do Cruzeiro marcaram presença o diretor de futebol Thiago Scuro, o superintendente de futebol Sérgio Rodrigues e o supervisor administrativo Benecy Queiroz.
FALTA DE PAGAMENTO PÕE ATLETAS DO VILLA EM GREVE
Wilson Gotardo, técnico do Villa Nova, ficou sozinho no meio-campo na manhã desta terça-feira porque os atletas do elenco não compareceram pra treinar conforme o estabelecido. Fizeram greve, porque o clube não paga os salários há dois meses. O Leão do Bonfim tem feito bom campeonato e até está no G-4. O presidente do Villa informou que quitará as folhas no máximo em dois dias.
DIEGO SOUZA DEIXA FLU
Alegando problemas particulares e que sua esposa não se adaptou no Rio de Janeiro, Diego Souza pediu pra ser liberado do Fluminense, ainda faltando seis meses pro seu contrato terminar. E conseguiu, sem pagar nada. Diego volta ao Recife e para o Sport, onde estava antes de vir pro tricolor carioca. O Fluminense deu graças a Deus, pelo alívio que teve na folha de salários mensais. Diego Souza ganhava R$ 580 mil mensais. Céus!!
JULIO BAPTISTA NOS EUA
O ex-meia do Cruzeiro, Júlio Baptista, sem clube desde de dezembro, foi contratado pelo time de Kaká no futebol norte-americano. Desta forma eles voltam a formar a dupla que fez sucesso no São Paulo há vários anos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.