sexta-feira, 20 de maio de 2016

ROBINHO AINDA NÃO JOGA CONTRA FIGUEIRENSE NESTE SÁBADO









O novo treinador, Paulo Bento, estreia neste sábado contra o Figueirense.

A ansiedade do torcedor cruzeirense pra ver o meia Robinho (foto), ex-Palmeiras, com a camisa de seu clube e mostrando suas qualidades num jogo, foi adiada de novo: ele foi registrado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF, na noite desta quinta-feira. Contudo, ainda se recupera de edema na coxa direita e não tá à disposição pra  partida contra o Figueirense, neste sábado, às nove da noite, no Mineirão. A previsão é que ele comece a treinar com os companheiros na próxima semana.


O ex-jogador do Palmeiras treinou no dia seguinte da sua chegada à Toca II (30 de abril) e, segundo o auxiliar Geraldo Delamore, teve acelerado o processo de adaptação aos treinos, resultando na lesão.Robinho chegou ao Cruzeiro graças a uma troca com o Palmeiras. A transação envolveu a ida dos laterais Fabrício e Fabiano pro clube paulista. Robinho ficará na Raposa até dezembro de 2017, mesmo período de Fabrício no Palmeiras. Já a troca de .Fabiano por Lucas valerá até o fim de 2016.

ESTRAGEIROS AZUIS

O Cruzeiro conta com diversos estrangeiros no elenco. Mas, no próximos dias, a mistura samba-tango-candobe promovida por brasileiros, argentinos e uruguaios ganhará os passos tipicamente colombianos de Riascos (foto). De volta do Vasco, o atacante fortalece o grupo celeste, mas cria um impasse para o treinador Paulo Bento, que terá que deixar de fora um dos seis jogadores estrangeiros da lista de relacionados para as partidas. Isso porque, segundo o regulamento da CBF para as competições nacionais, apenas cinco "gringos" podem constar nas súmulas dos jogos oficiais.

A determinação está no artigo 40 do Regulamento Geral das Competições, que diz que "os clubes poderão incluir nas súmulas de suas partidas até cinco (5) atletas estrangeiros". Até o fim 2013, período em que o texto do documento foi alterado, eram permitidos apenas três estrangeiros por clube.

Além de Riascos, o Cruzeiro conta com os argentinos Sánchez Miño, Lucas Romero, Matias Pisano e Ariel Cabral e os uruguaios Federico Gino e De Arrascaeta. Por também possuir nacionalidade brasileira, Gino não entra na contagem de estrangeiros. Os seis foram utilizados na vitória do Cruzeiro por 2 a 0 sobre o Guarani, pelo Campeonato Mineiro. A ocasião foi histórica para o clube: pela primeira vez seis jogadores não brasileiros vestiram a camisa celeste numa mesma partida.

Antes, o recorde pertencia à equipe de 2011. Nas oitavas de final da Copa Libertadores daquele ano, quatro estrangeiros estiveram em campo ao mesmo tempo pelo Cruzeiro. Em 4 de maio daquele ano, o uruguaio Victorino, o paraguaio Ortigoza e os argentinos Montillo e Farias foram titulares na derrota para o Once Caldas, por 2 a 0, na Arena do Jacaré.

PACOTE ESTÁ QUASE DENTRO DO GALO COMO TREINADOR


Pois é, este filho do Sodico e da dona Geralda diria que Marcelo Oliveira(foto) está com o pé direito no Atlético e o pé esquerdo em algum lugar do mundo numa proporção de 90 a 10%, visto que os esperados convites do exterior, que serviram de desculpas pra não voltar à Toca da Raposa II, não chegaram como eram considerados pelo treinador como certos. Posso afirmar, sem nenhum receio de errar, que Pacote e Galo dependem de pouco pro acerto final, apenas que uns zeros sejam tirados da proposta inicial do treinador.

O auxiliar de Marcelo Oliveira, Cleocir Marcos dos Santos,Tico, desconversou sobre a negociação com o Galo. “Não tem nada certo, eu não posso falar nada, não estou autorizado a falar de negociação. Não posso falar nada sobre isso mesmo”. Tico  compõe o trio de confiança do treinador, que tem ainda Ageu Gonçalves (auxiliar) e Juvenilson de Souza (preparador físico).

DESEMPREGADO PACOTE TÁ QUASE NO GALO

Marcelo Oliveira está sem clube desde o dia 10 de março, quando foi demitido do Palmeiras, onde ficou por nove meses e conquistou a Copa do Brasil de 2015.

Depois disso, no fim de abril, ele foi procurado pelo Cruzeiro, interessado na volta do técnico bicampeão brasileiro com o clube em 2013 e 2014. O convite foi negado por Marcelo, que ainda planejava um trabalho no exterior.

Ainda em abril, segundo pessoas ligadas ao treinador, foi feita uma primeira consulta do Atlético. O período coincide com o primeiro pedido de demissão de Diego Aguirre, revelado pelo uruguaio nesta quinta-feira, ao deixar o Galo. O presidente Daniel Nepomuceno não aceitou a saída de Aguirre, mas houve uma estremecida na relação de confiança.

Agora, Marcelo Oliveira surge como nome forte para ocupar o cargo que por seis vezes já foi dele no Atlético. Ex-jogador do Alvinegro na década de 1970, ele comandou o time em seis momentos, sendo quatro deles como interino: 2002, 2003, 2006, 2007 e 2008, nesse último ano com duas passagens.

PROPOSTAS DO EXTERIOR NÃO VINGARAM

Esta semana, em trecho do programa Aqui com Benja, do canal Fox Sports, que só vai ao ar no sábado à noite, Marcelo disse que recusou o Cruzeiro no início do mês porque tinha sondagens da China e dos Emirados Árabes. Mas, a princípio, as negociações não evoluíram e ele está disponível para conversar com clubes brasileiros.

Em entrevista à Fox Sports, Marcelo disse que negócios no exterior não vingaram-

Acontece que eu estava em Belo Horizonte e estava disponível, eu tinha já descansado um mês e pouco, quando saiu o técnico do Cruzeiro (Deivid). E aí o Cruzeiro procurou outros técnicos naquele momento, e naquela semana, naquele fim de semana, após a saída do Deivid do Cruzeiro, eu recebi duas sondagens, pedindo prioridade para negociar por mim fora do país, posso até dizer, nos Emirados e na China".

- As pessoas queriam, eram pessoas sérias, queriam autorização pra negociar. Eu assumi esse compromisso com eles. E logo depois, no fim de semana (30 e 31/04), o Cruzeiro me procurou e eu não estava mais disponível. Não foi que eu recusei a proposta do Cruzeiro. Dificilmente um técnico que não esteja empregado vai recusar proposta do Cruzeiro porque é um excepcional clube para trabalhar. Mas eu criei um compromisso, eu assumo um compromisso, eu levo até o final. Essa coisa está se desenrolando, mas ainda não sabe se vai se concretizar ou não”, declarou.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.