domingo, 5 de junho de 2016

É O QUE SE ESPERAVA: FUTEBOL MEDÍOCRE DO BRASIL NO EMPATE COM O EQUADOR NA ESTREIA DA COPA AMÉRICA


Pra não ver o futebol medíocre da Seleção Dunga tapa a cara.(Foto Lucas Figueiredo)

( LUCAS FIGUEIREDO - Globoesporte) - Dunga não tem opinião formada sobre o lance capital do empate em 0 a 0 entre Brasil e Equador. Questionado sobre a falha de Alisson, em gol mal anulado pela arbitragem, o treinador preferiu se ater à versão dos jogadores, que afirmaram que a bola não saiu pela linha de fundo no cruzamento de Montero. Por isso, evitou comentar a atuação do seu camisa 1.

- Até agora não deu para ver nada do lance. De onde a gente estava é difícil (ver). Com os jogadores que conversamos, falaram que a bola saiu. (Sobre o Alisson), a bola tinha saído, tanto para ele quanto para os zagueiros – afirmou Dunga.

 COUTINHO - O MELHOR

O técnico do Equador, Gustavo Quinteros, teve postura diferente. Reclamou da arbitragem, contestou suposto favorecimento ao Brasil e se mostrou decepcionado com a decisão do auxiliar ao levantar a bandeira e anular o lance.
- Lamentavelmente, sempre erram contra um adversário mais fraco. Vi o lance umas 25 vezes. A bola não saiu toda, só 65%, 75%. O que me surpreende é por que contra o Brasil o auxiliar está tão seguro em levantar a bandeira, mesmo a 50, 60 metros de distância. Se é ao contrário, não tenho dúvida de que a bandeira não se levantaria. Estamos com raiva por causa do esforço grande que a equipe fez, e tirar um gol legítimo é muito duro para nós – reclamou Quinteros.

Alisson: o goleiro brasileiro quase não teve trabalho na partida. Mas, num lance relativamente fácil, quase comprometeu a atuação da Seleção. Falhou feio num cruzamento rasteiro e deixou a bola entrar. Para sua sorte, o árbitro já havia marcado saída pela linha de fundo. Nota: 5,0.

Casemiro: novidade na equipe titular, o volante teve atuação promissora. Deu mais qualidade à saída de bola e esteve firme nos desarmes. No segundo tempo, caiu de rendimento e errou alguns passes fáceis. Nota: 6,0

Philippe Coutinho: voltou a se apresentar bem, a exemplo do jogo contra o Panamá. Participou das principais jogadas e foi dos poucos a arriscar finalizações, embora sem grande pontaria. Nota: 6,5

Elias: o volante se apresentou bem no ataque, mas pecou na definição das jogadas, seja em passes ou finalizações na entrada da área. Nota: 6,0


(

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.