quinta-feira, 14 de julho de 2016


CORNETAS MALDITAS TOCAM, E PRESIDENTE GILVAN TÁ NEM AÍ. PAULO BENTO É VÍTIMA DA DISCRIMINAÇÃO E CONTINUA TREINADOR

TRINCHEIRA: O aproveitamento do time é ruim no Campeonato Brasileiro (37,5%), mas o técnico português Paulo Bento mostrou que é sério, trabalhador e bom de serviço. Por isso, mantém seu prestígio inabalável junto da diretoria do Cruzeiro, mesmo com os cornetas de sempre zoando no ouvidos do Presidente Gilvan.
 Com cinco vitórias, três empates e seis derrotas em 14 jogos disputados no comando do clube, o treinador é visto internamente como parte menos culpada do atual momento. O time é apenas o 15º colocado da Série A, com os mesmos 15 pontos do Figueirense, primeiro time da zona de rebaixamento.

Na entrevista coletiva em que apresentou o meia-atacante Rafinha, o diretor de futebol do Cruzeiro, Thiago Scuro, reafirmou a confiança da cúpula estrelada no trabalho do português. “Paulo Bento é o treinador do Cruzeiro, continuará sendo. Esperamos que torcedores e imprensa compreendam o espírito do trabalho para que o Cruzeiro colha os frutos lá na frente”, projetou.

FLU NO RIO DOMINGO

O próximo compromisso da Raposa no Campeonato Brasileiro é no domingo, às 16h, diante do Fluminense, no Édson Passos, no Rio de Janeiro. O Cruzeiro terá a chance de se reabilitar em jogo válido pela 15ª rodada da competição nacional. O clube vem de duas derrotas (Chapecoense e Atlético-PR) e um empate (Vitória). Bento deverá ter à disposição, pela primeira vez, todos os novos reforços.


FRED É APENAS ADVERTIDO PELO STJD E GALO ADMITE  JÁ NEGOCIAR PRATTO COM O FUTEBOL CHINÊS


     PRATTO JÁ ESTÁ RECUPERADO E ATÉ TREINANDO
O presidente do Atlético Daniel Nepomuceno, confirmou que recebeu proposta pelo atacante Lucas Pratto. O mandatário revelou ter recusado a oferta, mas não descartou uma eventual saída do argentino ainda nesta janela de transferências internacionais.
“Como elenco todo do Atlético, tem valores que são negociáveis. Proposta que chegou é muito longe do que ele pretende para sair e o clube merece. Estávamos no jogo conversando, chegou por e-mail, muito fora do que o Atlético entende. Não tem mais nada. Absolutamente, mais nada”, afirmou.

Pratto foi alvo de interesse do futebol chinês no início de 2016. Na época, no entanto, a proposta de cerca de 15 milhões de euros foi recusada pela diretoria alvinegra. Desta vez, o Atlético teria recebido oferta de 7,5 milhões de euros (cerca de R$ 27 milhões) pelo jogador argentino. O clube interessado foi o Chongqing Lifan, atual 12º colocado do Campeonato Chinês. 

O Atlético detém 80% dos direitos econômicos de Lucas Pratto. O restante pertence ao Vélez Sarsfield, da Argentina. A janela de transferências do futebol chinês se encerra no dia 15 de julho (sexta-feira).
Por conta de uma lesão muscular na panturrilha direita, o atacante não participa de jogos oficiais desde o dia 18 de maio, quanto o Atlético enfrentou o São Paulo pela partida de volta das quartas de final da Copa Libertadores.



Fred foi apenas advertido no STJD e terá condições de enfrentar o Coritiba no domingo. O técnico Marcelo Oliveira (foto) ficou feliz da vida e vai mandar o que de melhor tem no time, exceto Cazares.


ÁRBITRO CHILENO TIRA BRASIL DA LIBERTADORES


Tiago Moura Salazar
·          
TRINCHEIRA: Tá cada dia mais difícil acompanhar o futebol no mundo todo. As arbitragens estão cheias de incompetentes e ladrões que nem mesmo a política brasileira.

O São Paulo lutou muito, chegou a sair na frente no placar, mas caiu na Copa Libertadores da América na noite desta quarta-feira e viu o Atlético Nacional avançar à grande decisão após uma nova vitória, desta vez por 2 a 1, no estádio Atanásio Girardot, em Medellín. A eliminação aconteceu depois de uma partida muito polêmica e que terminou com a revolta dos jogadores e até da comissão técnica Tricolor.

O árbitro chileno Patrício Polic, que devia ser francês e chamar-se Arséne Lupin, o famoso ladrão de casaca,  deixou de marcar um pênalti claro em Hudson ainda no primeiro tempo, quando o jogo estava empatado em 1 a 1, mas não titubeou ao dar um  pros colombianos na etapa final. E, também, em expulsar Lugano e Wesley por reclamação. Houve muita confusão e até uma troca de decisão do juiz sobre quem seria   expulso.

FALA MICHEL BASTOS

Um dos que entraram na confusão das expulsões foi Michel Bastos. E ele falou sobre a confusão:
"Não entendi. Para você ver como foi a arbitragem. Nem ele sabe o que ele fez, até porque quando ele me expulsou eu não entendi nada. Eu não fiz nada. Só fui, como os outros jogadores, perguntar qual era o critério dele, por não ter dado o pênalti para nós. E se fosse pênalti também era expulsão. Isso podia ser positivo para nós, porque dava a oportunidade de cobrar um pênalti e jogar com um a mais, como eles jogaram lá (no Morumbi). Enfim, não entendi".

E continuou:

"Acho que foi o bandeirinha que falou que o Wesley falou alguma coisa, mas não vi o Wesley falar nada. Hoje a arbitragem foi péssima", disse Michel Bastos, que recebeu o cartão vermelho, mas acabou ficando em campo após uma retificação do árbitro".

Pivô da primeira polêmica da partida, o volante Hudson também não se conformou com as decisões do árbitro chileno e esbravejou ao se dirigir ao vestiário depois do apito final. O jogador chegou a levar um cartão amarelo na primeira falta da partida e chegou a ser substituído no segundo tempo por estar pendurado.

"Ele acabou com jogo, a começar pelo fim do primeiro tempo, quando ele não deu o pênalti em cima de mim. E depois essa palhaçada agora em que ele deu o pênalti e expulsou dois caras nosso sem sentido nenhum",
Hudson reclamou, reiterando o que já havia dito no intervalo: "Não é possível. Eu estava de frente para o gol, absoluto para fazer o gol e ele (Daniel Bocanegra) me empurrou por trás".

Em meio a toda confusão, os policiais precisaram entrar em campo para conter os são-paulinos. Integrantes da comissão técnica chegaram a invadir o gramado pra tirar satisfação com Patricio Polic e seus auxiliares. Lugano se recusou a ir ao vestiário após ser expulso e a partida ficou paralisada por cerca de 7 minutos.
"Jogamos contra uma grande equipe, de qualidade, mas chegamos a um momento onde quase ninguém ou pouca gente acreditava no São Paulo. A equipe está de parabéns", concluiu Michel Bastos, ao Sportv

TARDELLI VOLTA A BH

Todavia pra qual time: Atlético, o do seu coração; Cruzeiro, se chegar primeiro, ou América, opção quase zero? Pode ser, também, o Villa Nova, do Pedrinho do Supermercados BH; ou o Boca do Povo, de Sete Lagoas, time do destemido Edson Paredão.
Segundo o site "Sina.com", o atacante se junta a Aloísio entre os que vão deixar o Shandong Luneng após as duas contratações nesta janela: o senegalês Papiss Cissé e o italiano Graziano Pellè.
Na foto, ele comemora na sua despedida, na última quarta-feira, quando marcou duas vezes nos 4 a 0 sobre o Shijiazhuang Ever Bright, pela Superliga Chinesa.O seu time está precisando de um goleado?


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.