quinta-feira, 18 de agosto de 2016

COELHO E CHAPECOENSE ABREM OUTRA RODADA NESTA SEXTA NA ARENA CONDÁ

A 21ª rodada do Brasileiro começa nesta sexta-feira, e a atração é a lanterna do América, desesperado, enfrentando o Chapecoense, no Horto, às nove e meia da noite. O time de Chapecó é uma coisa na sua Arena de Condá e outra completamente diferente fora de casa. Daí se levar muita fé na reabilitação americana que foi derrotado por 1 a 0 pelo Fluminense, em Cariacica, na Grande Vitória. Em casa, o Coelho costuma, também, titubear, mas puxa bons resultados. Vamos ver.

JUNIOR URSO PODE DESFALCAR ATLETICO

  Junior Urso

O Galo que vem de derrota em Santos, pro Peixe, por 3 a 0, tem outros inúmeros problemas pro jogo de domingo, às 11h da manhã, contra o seu Xará Furacão. Além da turma na Seleção Olímpica, o Galo não para de ter jogador lesionado. Contra o Furacão, que, também, tem gente no estaleiro, Marcelo Pacote Oliveira terá de usar quase uma equipe mista. 

Suspenso Rafael Carioca, seria substituído por Júnior Urso que deixou a atividade mais cedo por causa de dores na coxa esquerda. Ele iniciou tratamento, mas sua situação clínica ainda será analisada pelo departamento médico.

Urso chegou ao Galo no começo do ano e logo conquistou a titularidade com Diego Aguirre, barrando, inclusive, o ídolo Leandro Donizete. Com a chegada de Marcelo Oliveira, começou bem, marcando gols, mas perdeu espaço no time após ficar afastado por dores musculares.

Substituto natural do suspenso Carioca, o volante Júnior Urso sentiu dores na coxa no treino dessa quarta-feira e deixou a atividade mais cedo. Reavaliado, demonstrou que não tem condições de jogo. Por outro lado, nenhum problema com o defensor Erazo tinha sido divulgado pelo clube.

Para a vaga de Urso, Marcelo deve escalar Lucas Cândido. Já Erazo deve ser substituído por Ronaldo. O Galo treinou nesta manhã de quinta-feira, mas a atividade foi fechada à imprensa.

Entre as novidades positivas, Marcos Rocha deve voltar a ser opção. Ele treinou normalmente durante a semana. Rocha está fora do time desde 10 de julho, quando sofreu uma luxação no cotovelo direito durante a partida contra o Flamengo. Já Dátolo, mesmo recuperado de lesão, ainda desperta preocupação do técnico Marcelo Oliveira, que ainda não o relacionou para jogos e espera sua evolução física.

O provável time do Galo deve ser formado por Victor; Carlos César (Marcos Rocha), Leonardo Silva, Ronaldo e Fábio Santos; Lucas Cândido, Leandro Donizete e Maicosuel; Robinho, Otero e Lucas Pratto.

FURACÃO TAMBÉM DESFALCADO



Paulo Autuori, técnico do Furacão

O Atlético Paranaense visita o Atlético no próximo domingo, no Independência. Para o duelo diante dos xarás mineiros, o Furacão não poderá contar com o lateral-direito Léo e os volantes Hernani e Otávio.

Os três jogadores receberam o terceiro cartão amarelo no confronto com o Palmeiras e cumprem suspensão automática.

“Não temos uma quantidade grande de opções, até pela saída destes três jogadores. Mas vamos lá com uma equipe confiante, querendo fazer um bom jogo”, declarou o técnico Paulo Autuori.

Contra o Palmeiras, o Atlético-PR sofreu a primeira derrota jogando na Arena da Baixada nesta edição do Campeonato Brasileiro. Após o 1 a 0 amargado diante do Palmeiras, Autuori ressaltou a sequência de jogos complicados, mas mostrou confiança para o futuro da equipe.

“É uma somatória de jogos com um grau de dificuldade alto. Infelizmente, tivemos uma série de problemas, que impediram de entrarmos como vínhamos jogando”, disse o comandante Rubro-Negro. “O importante é nos recuperarmos, principalmente em termos mentais”, completou.
O Atlético Paranaense visita o Atlético no próximo domingo, no Independência. Para o duelo diante dos xarás mineiros, o Furacão não poderá contar com o lateral-direito Léo e os volantes Hernani e Otávio.

Os três jogadores receberam o terceiro cartão amarelo no confronto com o Palmeiras e cumprem suspensão automática.

“Não temos uma quantidade grande de opções, até pela saída destes três jogadores. Mas vamos lá com uma equipe confiante, querendo fazer um bom jogo”, declarou o técnico Paulo Autuori.

Contra o Palmeiras, o Atlético-PR sofreu a primeira derrota jogando na Arena da Baixada nesta edição do Campeonato Brasileiro. Após o 1 a 0 amargado diante do Palmeiras, Autuori ressaltou a sequência de jogos complicados, mas mostrou confiança para o futuro da equipe.

“É uma somatória de jogos com um grau de dificuldade alto. Infelizmente, tivemos uma série de problemas, que impediram de entrarmos como vínhamos jogando”, disse o comandante Rubro-Negro. “O importante é nos recuperarmos, principalmente em termos mentais”, completou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.