terça-feira, 31 de janeiro de 2017

POLICÍA CORREU ATRÁS ATÉ PEGAR EIKE BATISTA EM CASA MESMO.

 A Operação Eficiência, desdobramento da Lava-Jato, no Rio de Janeiro, apresentou e o empresário Eike Batista repetiram bem as cenas do filme Prendas-me se fores Capa, mas a Lei cumpriu seu papel ao prender o bilionário brasileiro no solo pátrio, pois ele resolveu se apresentar à prisão preventiva  pra ficar junto do cúmplice na roubalheira. Eike Batista é  suspeito de ocultar US$ 16,5 milhões de propina do ex-governador do Rio Sérgio Cabral (PMDB) no exterior. Cabral também foi alvo da operação, e está preso desde a primeira etapa da Lava-Jato no Rio.

Com base nas delações premiadas de dois operadores do mercado financeiro, Renato e Marcelo Chebar, a Polícia Federal e a Procuradoria da República descobriram remessas de US$ 100 milhões pro exterior em favor de Cabral. Deste total, US$ 85 milhões já foram recuperados e estão à disposição da Justiça brasileira. O restante dependerá de acordos internacionais pra sua repatriação.

O pedido de prisão para Eike, contudo, não foi cumprido antes porque o empresário estava fora do país. Segundo o delegado da PF, Tácio Muzzi, informou os investigadores apuraram que Eike embarcara pra Nova York com passaporte alemão. O nome do empresário foi incluído na difusão vermelha da Interpol – índex dos mais procurados em todo o mundo, e ele foi formalmente declarado foragido.

Segundo os procuradores que integram a força-tarefa da Operação Eficiência, Eike Batista é o “autor intelectual do ato de corrupção do então governador Sérgio Cabral”. Ao requerer a prisão preventiva – medida decretada pelo juiz federal Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal do Rio –, a Procuradoria esmiuçou como o empresário pagou US$ 16,5 milhões em propina por meio de uma conta no Panamá.

Os procuradores afirmaram ainda que Eike tentou obstruir a Justiça e sustentaram que ele usou empresa de fachada, a Arcádia, pra repassar a propina ao ex-governador. Entre os envolvidos que tiveram pedido de prisão decretada tá o vice-presidente de futebol do Flamengo, Flávio Godinho.

PRATTO DETERMINADO: PRA CHINA NÃO VOU

Terminou na terça-feira o prazo de contratação dos jogadores nas principais ligas do futebol europeu. O Velho Continente é o único mercado que estava nos planos de Lucas Pratto pra uma possível troca do Atlético por outro clube. Se depender de Roger Machado, o atacante argentino não sairá.

O treinador atleticano revelou que não considerava  a chance de uma negociação ser concretizada. Disse ainda que espera ter o jogador em toda a temporada.

“Eu não penso na possibilidade do Pratto sair. Conto integralmente com ele para todos os jogos da temporada”, disse Roger Machado, que vai escalar o atacante na vaga de Fred no clássico com o Cruzeiro, nesta quarta-feira, pela Primeira Liga.

Na semana passada, Lucas Pratto concedeu entrevista coletiva e falou do interesse de clubes da Europa. Segundo ele, alguns times procuraram saber os valores desejados pelo Atlético e recuaram após os números serem revelados.

Valorizado desde que entrou para a lista de selecionáveis da Argentina, mas atualmente reserva de Fred no Galo, Pratto ainda descartou qualquer possibilidade de acertar com o futebol chinês, cuja janela de transferência só termina em fevereiro.

"Na China não vou jogar. Me atrai, mas este ano para mim é muito importante. Tenho dois anos para ter uma possibilidade de ir a um Mundial", disse, ressaltando o desejo de disputar a Copa do Mundo de 2018 com a Seleção da Argentina. Uma transferência para a China pode significar o afastamento da seleção.

MANO PROVOCA TIME E TORCIDA DO GALO

O técnico Mano Menezes aproveitou o bom começo de temporada do Cruzeiro, com a vitória sobre o Villa Nova por 2 a 1, neste domingo, no Mineirão, para falar em tom de provocação ao rival Atlético. O comandante celeste destacou o fato de sua equipe ter conquistado o resultado sem lance polêmico, ao contrário do arquirrival, que na véspera derrotara o América de Teófilo Otoni com um pênalti contestado cobrado por Fred, no Independência.

Mano Menezes deu uma ‘cutucada’ no rival alvinegro ao comentar a vitória sem polêmica do Cruzeiro. “A vitória foi limpa, o que sempre deixa a gente contente, pois o gol foi natural, certinho, não teve pênalti duvidoso, nada. Isso me deixa tranquilo”, declarou o comandante, que apontou algumas dificuldades apresentadas pela equipe.

Os problemas que apareceram são naturais. O campo estava um pouco duro, estamos acostumados a jogar em campo mais umedecido. Os mandantes em campos do nível do Mineirão fazem isso e jogo ficou um pouco mais acelerado, mas cometemos erros naturais”, avaliou o treinador, que gostou mais do rendimento no primeiro tempo. “Fizemos boas triangulações na primeira parte, não aproveitamos para marcar gols e fizemos 1 a 0”, reiterou.
Na etapa final, Mano admitiu que os jogadores sentiram a falta de ritmo ideal em começo de temporada. Mas ele disse que o Cruzeiro foi um pouco aquém do esperado e não soube aproveitar a vantagem ampliada, com o gol de falta de Robinho.
“Fizemos 2 a 0 com a cobrança de falta do Robinho e era hora de tranquilidade, mas aí fizemos uma falta desnecessária, levamos um gol e o jogo ficou aberto até o fim”, enfatizou.
Encerrou Mano, comentando:
"No segundo tempo o jogo ficou mais aberto, tivemos mais espaços e não soubemos aproveitar. Tivemos o controle do jogo, mas faltaram contundência e qualidade de criação da equipe como um todo.
"Poderíamos ter aproveitado melhor, mas ainda falta ritmo de jogo e ficamos aquém do que podemos produzir. Mas nessas horas vencer é importante, pois a vitória dá tranquilidade para o time melhorar”, frisou o comandante.
BETIM E BH NAS MÃOS INTELIGENTES  DE MEDIOLLI E KALIL

Eu  lia em O Tempo, do qual era assinante, a coluna de Vitório Meddioli, confesso que as achava bem cansativas e tendenciosas. Era o período das eleições presidenciais e como LULISTA que sou até hoje, não aceitava as críticas de Vitório.  Manifestei meu pensamento numa carta para ele e criticando o tratamento que recebi quando lá passei um ano como colunista e censurado.
Até que bati sério no Zezé Perrela, pouco antes do acordo Sada e Cruzeiro, no vôlei Masculino. Meu contrato não foi renovado ao final. Não me importei porque entendia que a censura administrativa me dava nojo. Disse isso pra ele. Com surpresa, rec ebi uma carta resposta, detalhando todas as questões e aceitei. Mas cancelei minha assinatura e não quis mais ler  O Tempo que passou a ser, para mim, representante dos moldes jornalísticos da Ditadura Militar. Por fim, caí na realidade que se tratava do melhor jornal impresso em Minas e refiz minha assinatura.
Não tanto quanto como vitória de Alexandre Kalil, no qual pude votar e torcer pra que se tornasse o prefeito de BH por sua capacidade, vibrei, também, com a vitória de Mediolli em Betim, pois provocava mudança absoluta no quadro político daquela cidade, uma das mais importantes de Minas Gerais. Conhecendo melhor Mediolli e pesquisando sua vida desde a Itália, eu o conheci como homem sério, inteligente e grande administrador, aí o sucesso que obteve no Brasil com as suas empresas jornalísticas.
É um quadro novo e bem interessante na política nacional e torço que possa ir ao limite das suas pretensões e ao que a lei brasileira permite a um estrangeiro.
Com Kalil aqui e Mediolli em Betim não resta dúvida que a Grande BH terá um sopro de sucesso nos seus empreendimentos pela coragem dos dois. Com Kalil já tive inúmeras brigas e continuo gostando dele, porque o considero sincero apesar do temperamento de Urso Bravo. Espero manter a mesma impressão e relação com Vitório Mediolli, sem nenhuma manifestação outra que não seja de respeito, pois meu avô - pai biológico de meu pai - tinha descendência italiana, dos Molinari, cuja parentada está espalhada por este Brasil afora. Fui criado como neto dele e os outros filhos cuidavam de meu pai como irmão e nos tratamos atual como parentes, realmente. Sou Flávio Anselmo, mas poderia ser Flavio Molinari, que me honraria bastante.


ACREDITE SE QUISER

Leia este conselho meu, é de graça e é verdadeiro. O levantamento da Sociedade Brasileira de Urologia analisou cerca de 1.500 pessoas, entre 40 e 69 anos, e revelou que 59% dos homens já sofreram algum problema de ereção. Do total, 12% convivem com a dificuldade de forma recorrente.

Além do aspecto psicológico, por atingir a autoestima, a disfunção erétil pode ser o primeiro sinal para outras doenças do sistema circulatório e neurológico. A pesquisa avaliou a percepção masculina e feminina sobre a doença.

​Além da disfunção erétil, 21% dos participantes da pesquisa afirmam que têm ou já tiveram problemas com a ejaculação precoce, tendo em vista que a maioria eram casados e relatam também a reclamação da parceira na hora do sexo.

​O médico Carlos Cid Rosffild, e sua equipe, trabalhavam em cima de uma fórmula para ajudar homens com problemas sexuais, já que é um problema que atinge milhares de homens pelo Brasil.
Desenvolvimento da fórmula

Segundo ele, as pesquisas foram feitas em cima de alimentos e extratos de compostos vitaminicos totalmente naturais, onde a mistura deles acabaram formando um regulador hormonal natural de líbido e testosterona.
"Após as pesquisas, realizamos diversos testes para comprovarmos a eficácia do produto e os resultados foram todos positivos." 98% dos participantes da pesquisa, que sofriam de disfunção erétil, relataram que tiveram os resultados de uma ereção mais rigida, do que o normal, e 90% dos participantes que sofriam de ejaculação precoce tiveram os resultados de pelo menos 1 hora de duração no sexo."

Encontrando o Produto

A redação do G1 foi afundo verificar a veracidade dessas informações e conseguimos contato com a empresa responsável que se dispôs a produzir a fórmula criada pelos médicos. A fórmula já tem nome e o produto se chama XtraMaster.

Composto de extratos refinados de Lepidium Meyenil, Vitamina A/C/E, Picolinato de Cromo e ingredientes da Maca Peruana, o produto promete devolver aos homens a sua vida sexual, trabalhando em cima do combate da disfunção erétil, da perda de apetite sexual e do combate da ejaculação precoce. Segundo a empresa responsável, MaxFórmula, mais de cinquenta mil pessoas já foram atendidas e o índice de satisfação é de 97%.


sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

COMANDO DE BETIM E BH NAS MÃOS FORTES E INTELIGENTES  DE MEDIOLLI E KALIL

Eu  lia em O Tempo, do qual era assinante, a coluna de Vitório Meddioli, confesso que as achava bem cansativas e tendenciosas. Era o período das eleições presidenciais e como LULISTA que sou até hoje, não aceitava as críticas de Vitório.  Manifestei meu pensamento numa carta para ele e criticando o tratamento que recebi quando lá passei um ano como colunista e censurado. Até que bati sério no Zezé Perrela, pouco antes do acordo Sada e Cruzeiro, no vôlei Masculino. Meu contrato não foi renovado ao final. 

Não me importei porque entendia que a censura administrativa me dava nojo. Disse isso pra ele. Com surpresa, rec ebi uma carta resposta, detalhando todas as questões e aceitei. Mas cancelei minha assinatura e não quis mais ler  O Tempo que passou a ser, para mim, representante dos moldes jornalísticos da Ditadura Militar. Por fim, caí na realidade que se tratava do melhor jornal impresso em Minas e refiz minha assinatura.
Não tanto quanto como vitória de Alexandre Kalil, no qual pude votar e torcer pra que se tornasse o prefeito de BH por sua capacidade, vibrei, também, com a vitória de Mediolli em Betim, pois provocava mudança absoluta no quadro político daquela cidade, uma das mais importantes de Minas Gerais. 

Conhecendo melhor Mediolli e pesquisando sua vida desde a Itália, eu o conheci como homem sério, inteligente e grande administrador, aí o sucesso que obteve no Brasil com as suas empresas jornalísticas. É um quadro novo e bem interessante na política nacional e torço que possa ir ao limite das suas pretensões e ao que a lei brasileira permite a um estrangeiro.
Com Kalil aqui e Mediolli em Betim não resta dúvida que a Grande BH terá um sopro de sucesso nos seus empreendimentos pela coragem dos dois. 

Com Kalil já tive inúmeras brigas e continuo gostando dele, porque o considero sincero apesar do temperamento de Urso Bravo. Espero manter a mesma impressão e relação com Vitório Mediolli, sem nenhuma manifestação outra que não seja de respeito, pois meu avô - pai biológico de meu pai - tinha descendência italiana, dos Molinari, cuja parentada está espalhada por este Brasil afora. Fui criado como neto dele e os outros filhos cuidavam de meu pai como irmão e nos tratamos atual como parentes, realmente. Sou Flávio Anselmo, mas poderia ser Flavio Molinari, que me honraria bastante.


ACREDITE SE QUISER

Leia este conselho meu, é de graça e é verdadeiro. O levantamento da Sociedade Brasileira de Urologia analisou cerca de 1.500 pessoas, entre 40 e 69 anos, e revelou que 59% dos homens já sofreram algum problema de ereção. Do total, 12% convivem com a dificuldade de forma recorrente.

Além do aspecto psicológico, por atingir a autoestima, a disfunção erétil pode ser o primeiro sinal para outras doenças do sistema circulatório e neurológico. A pesquisa avaliou a percepção masculina e feminina sobre a doença.

​Além da disfunção erétil, 21% dos participantes da pesquisa afirmam que têm ou já tiveram problemas com a ejaculação precoce, tendo em vista que a maioria eram casados e relatam também a reclamação da parceira na hora do sexo.

​O médico Carlos Cid Rosffild, e sua equipe, trabalhavam em cima de uma fórmula para ajudar homens com problemas sexuais, já que é um problema que atinge milhares de homens pelo Brasil.
Desenvolvimento da fórmula

Segundo ele, as pesquisas foram feitas em cima de alimentos e extratos de compostos vitaminicos totalmente naturais, onde a mistura deles acabaram formando um regulador hormonal natural de líbido e testosterona.
"Após as pesquisas, realizamos diversos testes para comprovarmos a eficácia do produto e os resultados foram todos positivos." 98% dos participantes da pesquisa, que sofriam de disfunção erétil, relataram que tiveram os resultados de uma ereção mais rigida, do que o normal, e 90% dos participantes que sofriam de ejaculação precoce tiveram os resultados de pelo menos 1 hora de duração no sexo."

Encontrando o Produto

A redação do G1 foi afundo verificar a veracidade dessas informações e conseguimos contato com a empresa responsável que se dispôs a produzir a fórmula criada pelos médicos. A fórmula já tem nome e o produto se chama XtraMaster.

Composto de extratos refinados de Lepidium Meyenil, Vitamina A/C/E, Picolinato de Cromo e ingredientes da Maca Peruana, o produto promete devolver aos homens a sua vida sexual, trabalhando em cima do combate da disfunção erétil, da perda de apetite sexual e do combate da ejaculação precoce. Segundo a empresa responsável, MaxFórmula, mais de cinquenta mil pessoas já foram atendidas e o índice de satisfação é de 97%.


quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

FALTARAM TORCIDA E MAIS GOLS, MAS BRASIL E COLÔMBIA MOSTRARAM  FUTEBOL   BONITO NO JOGO DA AMIZADE


O Estádio Nilton Santos viveu uma noite especial nesta quarta-feira. Brasil e Colômbia mais uma vez se uniram pelas famílias que perderam parentes e sofreram com a queda do avião Lâmia em 29 de novembro na região de Antioquia, na Colômbia.
O Jogo da Amizade lembrou não só dos que se foram, como dos sobreviventes ao trágico acidente e serviu para arrecadar toda a receita possível, seja com bilheteria ou patrocinadores, para que a Chapecoense possa indenizar a tantos familiares que ficaram desamparados.

Apesar do clima amistoso, a Seleção Brasileira não interrompeu sua boa fase e venceu a partida por 1 a 0 graças a gol de Dudu. O placar era o que menos interessava no Rio de Janeiro, mas, quer queira quer não, teve reflexos importantes.
Com a vitória, o Brasil retomou a posição de líder do ranking da FIFA ao desbancar a Argentina e acabar com um jejum que perdurava desde maio de 2010.

Além disso, Tite segue sua caminhada surpreendente à frente da Seleção pentacampeã. O ex-técnico do Corinthians alcançou sua sétima vitória seguida. Vale lembrar que o Brasil é líder das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia, com 27 pontos. Os colombianos ocupam a sexta posição, com 18 pontos, um a menos que a Argentina, que hoje iria à repescagem.

A próxima convocação de Tite será realizada no início de março e não terá nenhuma restrição. A Seleção volta a disputar as Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018 em 23 de março, contra o Uruguai, em Montevidéu, e em 28 de março, diante do Paraguai, em São Paulo.

BRASIL

Weverton; Fagner, Geromel, Rodrigo Caio e Fábio Santos (Jorge); Wallace, Willian Arão (Rodriguinho) e Lucas Lima (Gustavo Scarpa); Robinho (Diego), Dudu (Camilo) e Diego Souza (Luan)
Técnico: Tite

COLÔMBIA

David González; Bocanegra, Felipe Aguilar, Tesillo e Farid Díaz (Balanta); Uribe, Abel Aguilar (Cuéllar) e Macnelly Torres (Santiago Montoya); Teo Gutiérrez (Berrío), Copete (Hernández) e Borja (Rangel)
Técnico: José Pékerman
Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 25 de janeiro de 2017, quarta-feira
Árbitro: Jorge Ignacio Baliño (ARG)
Assistentes: Lucas Andres Germanotta e Gabriel Alfredo Chade (Ambos da Argentina)
Cartões amarelos: BRASIL: Geromel, Lucas Lima, Rodrigo Caio. COLÔMBIA: Abel Aguilar
Renda: R$ 1.219.675,00
Público: 18.695 pagantes


SUSTO DE ROBINHO

O atacante Robinho deu um susto nos torcedores do Atlético durante o amistoso da Seleção Brasileira contra a Colômbia, nessa quarta-feira, no Engenhão. O jogador foi substituído no intervalo do jogo, depois de deixar o campo sentindo dores na lombar.

Com a estreia do Galo no Campeonato Mineiro marcada para o próximo sábado, às 17h, contra o América de Teófilo Otoni, no Independência, a dúvida é se Robinho teria condições de atuar na partida. O próprio atacante respondeu sobre as chances de estar em campo depois do amistoso da Seleção.

"Doeu, está incomodando bastante ainda. Vou conversar com doutor, acredito que não seja nada sério. Mas me incomodou bastante e eu acabei saindo. Tomara Deus (que eu possa jogar sábado). Espero que amanhã (quinta-feira) eu já esteja bem melhor e sábado à disposição do professor Roger", disse o atacante atleticano em entrevista à Rádio Itatiaia.

Robinho ainda comemorou o fato de estar vestindo a amarelinha no dia de seu aniversário de 33 anos. "Foi bom. É um momento especial jogar pela Seleção na data do meu aniversário. Eu nunca tinha nem jogado uma partida oficial na data do meu aniversário. Vou guardar para vida toda", finalizou.

O jogador deverá ser reavaliado na Cidade do Galo, na tarde desta quinta-feira, quando o técnico Roger Machado comandará mais uma atividade antes da primeira partida oficial do time na temporada.
COELHO ESTREIA NESTA QUINTA FUTEBOL DE 2017

O América inicia sua caminhada na temporada 2017, nesta quinta-feira. Depois de uma reformulação quase completa no grupo que terminou 2016 rebaixado à Série B do Campeonato Brasileiro, o Coelho estreia neste ano tentando recuperar suas forças e espantar os fantasmas das más-atuações na elite do futebol nacional. Às 19h15, a equipe comandada por Enderson Moreira enfrenta o Ceará, no Independência, em duelo válido pela Primeira Liga.

O elenco alviverde trabalhou durante 21 dias no CT Lanna Drumond para que o treinador montasse um novo time e implantasse uma forma de jogo. Com algumas peças remanescentes, muitos garotos da base e contratações, o Coelho tomou formas durante a pré-temporada e venceu os dois jogos-treinos que disputou - Ideal, por 6 a 0, e Betinense, por 2 a

KALIL JÁ BOTA PBH PRA FUNCIONAR

Um dos grandes presidentes da história do Atlético, talvez só perdendo por alguns pontos pro seu pai, Elias, o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil já começou a botar a prefeitura pra funcionar em gastar dinheiro, com medidas práticas. Na quarta-feira, ele anunciou que o entorno do Mineirão estará liberado para estacionamento de veículos, como antigamente.

Sabe porque Kalil agiu assim? Por que é um homem do futebol, não é como aquele seu antecessor, responsável pela porcaria de impedir o estacionamento fora do entorno do estádio obrigando pessoas com deficiências a andar vários metros. E tem mais por aí: Kalil vai revolucionar a Prefeitura, como fez com o Galo.

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

BRASIL BEM BRASILEIRO PEGA HOJE COLÔMBIA COM RENDA PRA CHAPE, EM AMISTOSO NO ENGENHÃO


PODE SER ATÉ UM MERO AMISTOSO, assim mesmo compensa ligar o televisor na emissora de sua preferência para acompanhar o jogo no Engenhão, Rio de Janeiro, nesta quarta-feira à noite, entre Brasil x Colômbia, com fundos revertidos para os familiares das vítimas da tragédia com a Chapecoense. Chamado de Jogo da Amizade, o confronto começa às 21h45m, horário mais maluco, inventado pela Rede Globo e o time de Tite usará apenas atletas que, ainda, jogam no futebol tupiniquim.

O lateral-esquerdo Fábio Santos e o atacante Robinho, do Atlético, foram confirmados entre os titulares. Enquanto os goleiros Danilo Fernandes, Weverton e Alex Muralha faziam um treino específico no Engenhão, Tite definiu o time principal com os seguintes homens de linha: Fagner, Geromel, Rodrigo Caio e Fábio Santos; Wallace, Willian Arão e Lucas Lima; Dudu, Robinho e Diego Souza.

Os reservas, também sem goleiro, treinaram com Marcos Rocha (Atlético), Vitor Hugo, Luan Garcia e Jorge; Henrique (Cruzeiro), Rodriguinho e Diego; Camilo, Gustavo Scarpa e Luan.

MAIS SUBSTITUIÇÕES

Nesta quarta, serão permitidas seis substituições em cada seleção. Há grande expectativa pela reedição da dupla Diego e Robinho, que fez sucesso no Santos entre 2002 e 2004.

“É especial. Tenho tido vários reencontros fora do futebol e reencontrá-lo na Seleção Brasileira faz essa convocação ainda mais especial. A motivação é muito grande e a alegria também. Vai ser uma grande apresentação, se sair um gol com uma jogada nossa, melhor ainda”,
projetou Robinho, agora no Atlético.

Já o flamenguista Diego se mostrou ansioso em jogar com o parceiro mais uma vez e relembrou a causa nobre da partida. “Satisfação, vou ter que aturá-lo mais uma vez, mas com o maior prazer. Retomar à Seleção e estar com ele é um motivo de alegria. É mais que um amistoso. Temos que aproveitar, pois, para nós jogadores, vestir a camisa da Seleção é sempre importante. Temos que abraçar essa causa e ajudar aos que precisam”, analisou.


PERRELA VERSUS GILVAN

Embora esteja em enfrentamento com a gestão de Gilvan de Pinho Tavares, o pré-candidato à presidência do Cruzeiro, Zezé Perrella, elogiou as contratações feitas pela diretoria para 2017. Em seu Twitter, nesta segunda-feira, o senador ainda se mostrou otimista com os resultados na temporada: “Esse ano é nosso”, escreveu Perrela.

Na última semana, ele voltou a ser alvo de críticas por parte do atual mandatário depois de convidar o ex-jogador Dirceu Lopes para gerencias as categorias de base da Raposa em caso de conseguir a eleição no fim do ano.

DIVERGÊNCIAS ENTRE PARTES

As divergências entre Perrella e Gilvan, seu sucessor, foram deflagradas em áudios vazados em abril de 2016. Na ocasião, o senador fez duras críticas ao atual gestor. “Nunca me meti na gestão dele. Qualquer coisa que eu falo, eu iria atrapalhar. Nunca dei entrevista sobre isso. Coloquei ele lá, mas o mais incrível é que ele não me apoia. O candidato dele não sou eu, nós vamos ter que enfrentá-lo. Mas a vida é isso, cheia de injustiça, de ingratidão. É bem próprio dele”, disse.

Desde então, os enfrentamentos se tornaram públicos. O ex-presidente se lançou como pré-candidato e criticou algumas medidas da atual diretoria, como a condução do caso Riascos. Gilvan, por sua vez, respondeu que gostaria de apoiar algum quadro novo dentro do Barro Preto.

O pleito que definirá o sucessor de Gilvan de Pinho Tavares para os próximos três anos ocorrerá no final de 2017. A eleição, no entanto, ainda não tem data definida. Perrella já expressou a vontade de retornar à presidência, cargo que ocupou em duas ocasiões: 1995 e 2002 (três mandatos) e 2009 e 2011 (um mandato).

Além dele, César Masci e Márcio Rodrigues se lançaram como pré-candidatos. Bruno Vicintin, vice-presidente de futebol, em caso de mudança de estatuto, e Sérgio Rodrigues, superintendente, também são nomes cotados.


domingo, 22 de janeiro de 2017


 ESTOU DE VOLTA PRA ALEGRIA DE ALGUNS MILHÕES DE LEITORES E ÓDIO DE UNS 2 CAVEIRAS-

 ADIÓS MEU QUASE AMIGO CARLOS ALBERTO

fotos - Perrela e Dirceu Lopes que pode voltar à Toca como diretor 
2- Carlos Alberto Silva e na sequência meu amigo Lucas Mendes,


MANO ANUNCIA NOVO CRUZEIRO EM 07 PRA SER CAMPEÃO

Antes “xerife” e capitão do time sub-20, Murilo Cerqueira terá agora a oportunidade de mostrar seu potencial no elenco principal do Cruzeiro. No último dia 2 de janeiro, o clube celeste anunciou a promoção do zagueiro, de 19 anos, aos profissionais. O jovem disputará posição com Dedé, Leo, Manoel e Luis Caicedo.

 “Tenho que agradecer muito a Deus pela oportunidade, estou muito feliz. Estou me dedicando o máximo, dando o meu melhor para o clube e espero ter um ano maravilhoso com todo o elenco”, disse Murilo Cerqueira, em entrevista ao site oficial do Cruzeiro.
RENOVAÇÃO É GERAL NA TOCA
O Mano Menezes me recebeu super bem, é uma pessoa muito bacana, que venho admirando no dia a dia, principalmente pelo contato dele com os atletas. Sobre as chances de entrar na equipe, deixo a cargo dele, tenho certeza que o Mano saberá o melhor momento”, completou.

Na última temporada, Murilo participou de alguns treinamentos com os profissionais na Toca da Raposa ll e também foi convocado para a Seleção Brasileira da categoria. Há seis anos no Cruzeiro, o baiano, de São Gonçalo dos Campos, quer mostrar serviço no clube para se destacar e, quem sabe, disputar o Mundial sub-20 deste ano. A competição será realizada na Coreia do Sul. 

Venho trabalhando nesse intuito, sempre dando o meu máximo para quem sabe poder figurar no Mundial (sub-20) deste ano. Espero me destacar aqui no Cruzeiro, chamar a atenção do treinador e disputar a Copa do Mundo, que é o sonho de todo atleta nessa idade”, disse.

Sempre atento aos jovens talentos das categorias de base, o Cruzeiro promoveu mais dois jogadores: o meia-atacante Raniel e o volante Lucas Ventura, também conhecido como Nonoca. Agora, o clube conta com 12 jogadores oriundos das divisões inferiores, o correspondente a 40% do elenco celeste.

GALO ESTÁ NA ESPERA DO SIM DO SPORTING LISBOA PRA PEGAR ELIAS
Os presidentes dos grandes da Capital prometeram acertar mais na contratação dos reforços do que o ano passado. E começaram bem: o Galo espera o "sim" do Sporting de Lisboa pra trazer o volante Elias, pois negociou Leandro Donizete. Também pensa em trazer o volante chileno Claudio Baeza.
TRINCHEIRA -O Santos anuncia em São Paulo que tem juntado dinheiro pra pegar Robinho de volta. O negócio girará em torno de R$ 10 milhões e o Galo acha que isso é brincadeira.
LUCAS PRATTO É O MAIS PROCURADO
O atacante Lucas Pratto é o jogador do Atlético mais falado em outros clubes no início do período de férias do futebol brasileiro. O argentino é alvo de equipes do Brasil e do exterior, mas não será liberado facilmente pelo Galo. O time que quiser contratar o camisa 9 terá que desembolsar cerca de 15 milhões de euros (cerca de R$ 53 milhões). 

O Superesportes apurou que esse é o valor que o Atlético deseja receber para vender o jogador. O clube deve negociar caso a quantia se aproxime da pedida inicial. A diretoria alvinegra não cogita nem conversar caso as ofertas não estejam próximas do desejo atleticano.

 Palmeiras, clube que trava forte briga pela contratação de Pratto, planeja oferecer 10 milhões de euros pelo argentino. Esse valor não agrada o presidente Daniel Nepomuceno.

Além do time paulista, Lucas Pratto interessa ao Sevilla, da Espanha. O técnico argentino Jorge Sampaoli já deu diversos indicativos de que deseja contar com seu compatriota. O mercado chinês e o São Paulo são outros clubes que têm o camisa 9 como alvo.

Se depender apenas do desejo do jogador, a torcida alvinegra assistirá Pratto pela televisão nos gramados europeus. O argentino já deixou claro que deseja voltar para a Europa e reescrever sua história no Velho Continente. O ‘Urso’ já deixou claro que não deseja vestir a camisa de outro clube brasileiro por causa de sua identificação com o Atlético, mas que poderá trocar de time no país caso seja desejo da diretoria do Galo.

Cazares também é alvo

O meia Cazares, que alternou grandes momentos e grandes polêmicas no Atlético em 2016, também é alvo de clubes do futebol brasileiro. Santos e Flamengo já declararam interesse no atleta. A diretoria do Galo, porém, não quer se desfazer de muitos jogadores do elenco principal.