quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

FALTARAM TORCIDA E MAIS GOLS, MAS BRASIL E COLÔMBIA MOSTRARAM  FUTEBOL   BONITO NO JOGO DA AMIZADE


O Estádio Nilton Santos viveu uma noite especial nesta quarta-feira. Brasil e Colômbia mais uma vez se uniram pelas famílias que perderam parentes e sofreram com a queda do avião Lâmia em 29 de novembro na região de Antioquia, na Colômbia.
O Jogo da Amizade lembrou não só dos que se foram, como dos sobreviventes ao trágico acidente e serviu para arrecadar toda a receita possível, seja com bilheteria ou patrocinadores, para que a Chapecoense possa indenizar a tantos familiares que ficaram desamparados.

Apesar do clima amistoso, a Seleção Brasileira não interrompeu sua boa fase e venceu a partida por 1 a 0 graças a gol de Dudu. O placar era o que menos interessava no Rio de Janeiro, mas, quer queira quer não, teve reflexos importantes.
Com a vitória, o Brasil retomou a posição de líder do ranking da FIFA ao desbancar a Argentina e acabar com um jejum que perdurava desde maio de 2010.

Além disso, Tite segue sua caminhada surpreendente à frente da Seleção pentacampeã. O ex-técnico do Corinthians alcançou sua sétima vitória seguida. Vale lembrar que o Brasil é líder das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia, com 27 pontos. Os colombianos ocupam a sexta posição, com 18 pontos, um a menos que a Argentina, que hoje iria à repescagem.

A próxima convocação de Tite será realizada no início de março e não terá nenhuma restrição. A Seleção volta a disputar as Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018 em 23 de março, contra o Uruguai, em Montevidéu, e em 28 de março, diante do Paraguai, em São Paulo.

BRASIL

Weverton; Fagner, Geromel, Rodrigo Caio e Fábio Santos (Jorge); Wallace, Willian Arão (Rodriguinho) e Lucas Lima (Gustavo Scarpa); Robinho (Diego), Dudu (Camilo) e Diego Souza (Luan)
Técnico: Tite

COLÔMBIA

David González; Bocanegra, Felipe Aguilar, Tesillo e Farid Díaz (Balanta); Uribe, Abel Aguilar (Cuéllar) e Macnelly Torres (Santiago Montoya); Teo Gutiérrez (Berrío), Copete (Hernández) e Borja (Rangel)
Técnico: José Pékerman
Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 25 de janeiro de 2017, quarta-feira
Árbitro: Jorge Ignacio Baliño (ARG)
Assistentes: Lucas Andres Germanotta e Gabriel Alfredo Chade (Ambos da Argentina)
Cartões amarelos: BRASIL: Geromel, Lucas Lima, Rodrigo Caio. COLÔMBIA: Abel Aguilar
Renda: R$ 1.219.675,00
Público: 18.695 pagantes


SUSTO DE ROBINHO

O atacante Robinho deu um susto nos torcedores do Atlético durante o amistoso da Seleção Brasileira contra a Colômbia, nessa quarta-feira, no Engenhão. O jogador foi substituído no intervalo do jogo, depois de deixar o campo sentindo dores na lombar.

Com a estreia do Galo no Campeonato Mineiro marcada para o próximo sábado, às 17h, contra o América de Teófilo Otoni, no Independência, a dúvida é se Robinho teria condições de atuar na partida. O próprio atacante respondeu sobre as chances de estar em campo depois do amistoso da Seleção.

"Doeu, está incomodando bastante ainda. Vou conversar com doutor, acredito que não seja nada sério. Mas me incomodou bastante e eu acabei saindo. Tomara Deus (que eu possa jogar sábado). Espero que amanhã (quinta-feira) eu já esteja bem melhor e sábado à disposição do professor Roger", disse o atacante atleticano em entrevista à Rádio Itatiaia.

Robinho ainda comemorou o fato de estar vestindo a amarelinha no dia de seu aniversário de 33 anos. "Foi bom. É um momento especial jogar pela Seleção na data do meu aniversário. Eu nunca tinha nem jogado uma partida oficial na data do meu aniversário. Vou guardar para vida toda", finalizou.

O jogador deverá ser reavaliado na Cidade do Galo, na tarde desta quinta-feira, quando o técnico Roger Machado comandará mais uma atividade antes da primeira partida oficial do time na temporada.
COELHO ESTREIA NESTA QUINTA FUTEBOL DE 2017

O América inicia sua caminhada na temporada 2017, nesta quinta-feira. Depois de uma reformulação quase completa no grupo que terminou 2016 rebaixado à Série B do Campeonato Brasileiro, o Coelho estreia neste ano tentando recuperar suas forças e espantar os fantasmas das más-atuações na elite do futebol nacional. Às 19h15, a equipe comandada por Enderson Moreira enfrenta o Ceará, no Independência, em duelo válido pela Primeira Liga.

O elenco alviverde trabalhou durante 21 dias no CT Lanna Drumond para que o treinador montasse um novo time e implantasse uma forma de jogo. Com algumas peças remanescentes, muitos garotos da base e contratações, o Coelho tomou formas durante a pré-temporada e venceu os dois jogos-treinos que disputou - Ideal, por 6 a 0, e Betinense, por 2 a

KALIL JÁ BOTA PBH PRA FUNCIONAR

Um dos grandes presidentes da história do Atlético, talvez só perdendo por alguns pontos pro seu pai, Elias, o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil já começou a botar a prefeitura pra funcionar em gastar dinheiro, com medidas práticas. Na quarta-feira, ele anunciou que o entorno do Mineirão estará liberado para estacionamento de veículos, como antigamente.

Sabe porque Kalil agiu assim? Por que é um homem do futebol, não é como aquele seu antecessor, responsável pela porcaria de impedir o estacionamento fora do entorno do estádio obrigando pessoas com deficiências a andar vários metros. E tem mais por aí: Kalil vai revolucionar a Prefeitura, como fez com o Galo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.