sábado, 29 de abril de 2017

PM recua e admite Atlético x Cruzeiro no Horto com duas torcidas, mas faz alerta

Instituição, entretanto, entende que cenário ideal é que apenas alvinegros vão ao estádio na partida de volta da decisão do Campeonato Mineiro
Após vetar a presença de duas torcidas em jogos entre Atlético e Cruzeiro no Independência, a Polícia Militar já admite a realização da partida em outro cenário. 0 coronel Schubert Siqueira Campos disse que a PM tem sim condições de garantir a segurança de atleticanos e cruzeirenses no duelo de volta da decisão do Campeonato Mineiro, em 7 de maio.

TRINCHEIRA: Esta reviravolta de opinião é bem esquisita, né? Não é melhor entregar o caneco de uma vez, sem disputa, ao Atlético?

“A PM tem condições de se adaptar de acordo com o que exigirem. Tecnicamente, nosso parecer foi aquele [de vetar jogo com duas torcidas no Horto]. Foi tão somente preocupado com a segurança. Se FMF e clubes entenderem por bem uma outra divisão de torcida, temos condições de prestar bom serviço lá. Mas a expectativa é que se acontecer algo, a Polícia não sofra com isso, pois fizemos nosso trabalho”, afirmou o Coronel.

A própria Polícia Militar havia se mostrado fortemente contrária à presença das duas torcidas no Independência.Eh,Eh,Eh,Eh,!!!

Não há nenhuma hipótese de a Federação Mineira passar por cima da nossa decisão. Neste momento, a Polícia Militar não abre mão da decisão de só aceitar o Independência, numa final, com torcida única”, disse o coronel Schubert na última segunda-feira.

TRINCHEIRA: - A verdade não dura mais nem 24 horas, né Coronel?
Na terça, a PM participou de reunião com as presenças de representantes dos clubes e da Federação Mineira de Futebol (FMF) e manteve o posicionamento. O encontro, entretanto, dizia respeito apenas à partida de ida da decisão, marcada pra este domingo, no Mineirão.

Durante a reunião, Lásaro da Cunha, diretor jurídico do Atlético, disse que o clube ainda não havia decidido onde mandaria a partida - no Mineirão (com a presença de cruzeirenses) ou no Independência (com torcida única). No dia seguinte, o presidente Daniel Nepomuceno garantiu que o jogo seria realizado no Horto, com acesso permitido apenas para atleticanos.

Revoltado com a situação, o Cruzeiro se movimentou nos bastidores para reverter o cenário. Na tarde dessa quinta-feira, representantes do clube se reuniram com o Ministério Público de Minas Gerais. O MP já entrou em contato com a PM, que admitiu a possibilidade de garantir a segurança de duas torcidas no Independência.

“O MP já entrou em contato com a PM. O que foi dito é que a PM, como responsável técnica pela segurança pública, está preocupada com a integridade do torcedor e dos moradores. O problema não é só nas quatro linhas. A PM não é contra o evento, mas visa a resguardar a cidade como todo, independentemente do time que está envolvido no jogo”, reforçou Schubert -


TRINCHEIRA: "E se fosse uma decisão entre América e Sete de Setembro. A república democrata da PM funcionaria, também?

Por meio da assessoria de comunicação, o Cruzeiro se posicionou, mais uma vez, favoravelmente à presença das duas torcidas no clássico:
"O Cruzeiro ainda não recebeu nenhum comunicado oficial da PM. Dar acesso aos cruzeirenses é o que o clube espera, para que todos os regulamentos e o estatuto do torcedor sejam cumpridos. O Atlético tem o direito de jogar em outro local. O que não se pode é tirar o direito do nosso torcedor de estar presente".

Também por meio da assessoria, o Atlético informou que cumprirá o regulamento do campeonato e receberá as duas torcidas se assim for determinado. O clube ainda frisou que não teve influência no veto inicial da PM.

Procurado, o diretor de competições da FMF, Paulo Bracks, não atendeu ligações da reportagem.
TRINCHEIRA: É porque ninguém nunca acha alguém na FMF,exceto a bela e competente Nina Abreu, Chefe da Assessoria de Imprensa, amor da minha vida.

A decisão sobre a presença de cruzeirenses no Horto no próximo dia 7 será tomada oficialmente na terça-feira (2), quando ocorrerá nova reunião com representantes de clubes, PM e Federação.

“Não é acovardamento ou falta de condições de prestar policiamento. Temos condições de prestar um bom serviço lá. Na próxima reunião, queremos acreditar que isso tudo seja acertado”,
concluiu Schubert.

A ida da decisão está marcada para este domingo, às 16h, no Mineirão. Cruzeirenses terão direito a 90% da carga total de ingressos, enquanto atleticanos terão acesso a 10%.

TRINCHEIRA: CRUZEIRO JÁ ENTRA NO CLÀSSICO PERDENDO NO QUESITO ÁRBITRO: FMF ESCALA DESAFETO DOS AZUIS, GRAÇAS AO PRESIDENTE ATLETICANO, CASTELAR NETO

Árbitro do clássico entre Cruzeiro e Atlético no domingo, às 16h, no Mineirão, o paraense Dewson Fernando Freitas da Silva já foi alvo de reclamação por parte da diretoria estrelada.

No dia 9 de agosto de 2016 (terça-feira), a cúpula celeste enviou um protesto à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) questionando a não marcação de uma penalidade máxima do goleiro Cássio, do Corinthians, em Ramón Ábila. O jogo realizado um dia antes, no Pacaembu, terminou empatado por 1 a 1, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Na dividida dentro da área, Cássio levantou o pé e acertou com as travas da chuteira o joelho esquerdo de Ábila, que caiu dentro da área e sofreu um pequeno corte no local. Dewson Freitas mandou seguir o lance e ainda aplicou cartão amarelo ao argentino, que se mostrou bastante irritado com a decisão.

O protesto formalizado pelo Cruzeiro retirou Dewson da rodada seguinte, bem como os assistentes de arbitragem Márcio Gleidson Correia Dias e Hélcio Araújo Neves. O árbitro voltou a trabalhar 22 dias depois, na vitória do Palmeiras sobre o Botafogo-PB por 3 a 0, no Allianz Parque, pela partida de ida das oitavas de final Copa do Brasil.

SORTEIO DE ARAQUE

Dewson Fernando Freitas da Silva, de 36 anos, professor e integrante do quadro da FIFA, foi escolhido em sorteio da FMF que teve também o mineiro Igor Junio Benevenuto, aspirante ao quadro da FIFA. Trincheira: Pra quem acredita em 'PAPAI NOEL' trata-se de um sorteio de verdade.

O Cruzeiro havia solicitado à Federação Mineira de Futebol arbitragem mineira no clássico e indicou três nomes: Cleisson Veloso, Igor Junio Benevenuto e Emerson de Almeida Ferreira. Já o Atlético formalizou pedido à entidade, na tarde desta quinta-feira, para que o árbitro do primeiro jogo da decisão fosse de outro estado. No sorteio, prevaleceu o desejo alvinegro. Dá muito na cara, Rainha da Inglaterra!!!!

Fuja! Conheça fatores que favorecem aparecimento do herpes 


Sol, estresse, menstruação e baixa imunidade são alguns dos responsáveis pela reativação do vírus

Mais de 80 vírus da família do herpes já foram identificados, mas apenas 8 causam doenças no ser humano. E, apesar de afetar de 60 a 95% das pessoas, ele pode nunca se manifestar ou aparecer apenas algumas vezes. E é exatamente sobre isso que vou falar nesta Trincheira.
Quais fatores fazem o vírus do herpes aflorar?


 “Uma vez contraído, a permanência do vírus do herpes no organismo humano é por toda a vida, porém permanece não se manifesta, não causa sintomas em condições normais de saúde”, diz Celso Lemos, cirurgião-dentista e professor associado do Departamento de Estomatologia da Faculdade de Odontologia da USP (FOUSP). No entanto, quando ele aflora pode aparecer em algumas regiões no corpo- mais comumente visto na boca ou na região genital em forma de pequenas bolhas na superfície da pele que podem ou não se romper expelindo líquido (pus) e causando feridas, incomodo e dor.

Segundo Celso, apesar do número de pessoas que tem o vírus do herpes ser bem grande, apenas 10% delas vão ter reativações, que são as infecções por herpes recorrentes. E os fatores conhecidos por desencadearem essas recorrências são variados, tais como: 

ESTRESSE E FADIGA

Segundo o especialista, infelizmente, fatores emocionais podem reativar o vírus dormente:
O estresse e a fadiga em excesso provavelmente modificam momentaneamente o sistema imune aumentando os níveis de cortisol sistêmico, resultando na ativação do vírus".

EXPOSIÇÃO AO CALOR, FRIO OU LUZ DO 
SOL

Quem tem herpes sabe que o sol nunca foi amigo do herpes.

“Existem duas teorias que tentam explicar esse efeito, em uma delas, a radiação ultravioleta causaria algum efeito negativo no sistema imune de algumas pessoas, na outra, a mesma radiação UV estimularia o vírus HSV dormente nos gânglios nervosos. E essa relação existe não só para a manifestação oral, mas também para a genital”, diz Celso.

SE ALIMENTAR E DORMIR MAL

Na verdade, esse item pode ser considerado um fator indireto.Mais uma vez tudo parece estar relacionado com os níveis de cortisol circulante. O corticosteroide é um hormônio muito importante para a nossa manutenção diária, produzido pelas nossas glândulas supra adrenais. Atitudes que interfiram no nosso bem estar influenciam drasticamente nessa produção favorecendo a ocorrência de doenças e o hábito crônico de comer mal e dormir pouco colaboram de maneira decisiva para esse desequilíbrio”, diz Celso.
Segundo Ele," menstruação, febre, redução da atividade ou eficiência do sistema imunológico, uso de corticoides por longo tempo e trauma mecânico em alguma parte do corpo ou em terminação nervosa também colaboram para a ativação desse vírus. Portanto, se você quer que seu vírus continue dormindo e não te incomode, tome os devidos cuidados e, se necessário, mude seus hábitos." 

Termina em confronto o protesto perto da casa de Temer em SP

13h



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.