quinta-feira, 31 de agosto de 2017

MISTÃO DO GALO VENCE INTER NO BEIRA-RIO E RECEBE PARANÁ NESTE SÁBADO PELA SEMI FINAL DA PRIMEIRA LIGA


O Atlético jogou com time misto e derrotou o Internacional por 1 a 0, gol de Clayton, no Beira Rio, classificando-se pra semi final da Primeira Liga. O ataque foi formado por nomes de peso: Valdívia, Clayton, Robinho e Fred. O treinador analisou a participação da experiente dupla de ataque - Fred e Robinho - e aprovou a participação dos artilheiros.

"Estou satisfeito. Acho que são jogadores que têm qualidade técnica indiscutível. São jogadores que vinham de um período parado. Não só pela qualidade técnica, mas pela entrega assim como o Fred, depois de muito tempo parado por lesão. Estava trabalhando forte durante a semana e jogou 90 minutos que é importante para a sequência. Estou satisfeito com os dois", disse o técnico Rogério Micale.

Outra avaliação positiva feita pelo treinador foi sobre a entrada de Clayton. Micale pediu o retorno do jogador, que estava emprestado ao Corinthians, e ele correspondeu com o gol da classificação. Mas não apenas isso. O técnico do Galo afirma que o atacante cumpriu bem a função tática em campo.

"Eu acho que ele foi bem também. Primeiro tempo foi melhor, no segundo tempo o Inter voltou mais forte e tentou pressionar mais nossa saída de bola. É normal, estávamos ganhando e queríamos manter o resultado. Clayton teve sua chance e fez, e característica dele que eu já conhecia. Foi participativo quando teve que fechar as linhas".
SEMI CONTRA PARANÁ

Após a classificação sobre o Internacional, nas quartas de final da Primeira Liga, o Atlético terá pouco tempo pro duelo da semifinal, sábado, às 19h, contra o Paraná, em Belo Horizonte. A promessa do técnico Rogério Micale é de força máxima, diferente do time misto que enfrentou e venceu a equipe gaúcha nessa quarta-feira.

Diante do Internacional, Micale poupou sete atletas: Victor, Leonardo Silva, Fábio Santos, Adilson, Elias, Luan e Rafael Moura, todos por desgaste físico. Além deles, Cazares e Otero, que estão com suas respectivas seleções, também não foram utilizados.

Para a partida contra o Paraná, Micale diz que vai esperar a resposta do departamento fisiológico pra saber com quem poderá contar. Quem estiver à disposição do treinador será utilizado em busca de vaga na decisão da Primeira Liga.

"Temos muito pouco tempo para pensar até no sábado. Posso assegurar que vamos com força máxima. Viemos aqui com nossa força máxima. Tínhamos jogadores que precisavam recuperar, outros que vinham com acúmulo grande de jogos e precisavam de uma semana a mais para se restabelecer." afirmou Rogério Micale.

Quem deve ter participação assegurada no duelo contra o Paraná é o meia-atacante Valdívia. Depois da boa atuação contra o Fluminense, foi titular diante da Ponte Preta e do Internacional. O jogador voltou a receber elogios de Rogério Micale.

Os jogadores do Atlético retornam de Porto Alegre na tarde desta quinta-feira e serão liberados. O Galo volta aos treinos sexta à tarde, quando fechará a preparação para a semifinal.

CARTOLAGEM DO ATLÉTICO MUDA NO FINAL D0 ANO
GOVERNADOR VALADARES - Com a paciência que as aposentadorias me concedem, passo os olhos pelo jornal O Tempo e deparo com esta matéria abaixo cheia de boas informações para quem pretenda escrever uma coluna opinativa sobre a política interna no Atlético o que não é meu caso. Penso que o Atlético teve um dos seus melhores presidentes, Alexandre Kalil, nos últimos anos. Saiu pra ser prefeito de Beagá e grande parte de sua equipe de trabalho permaneceu, todavia comandada por alguém - Daniel Nepomuceno - sem o vigor, a visão e a determinação de Kalil.
Enquanto arruma a casa e dá jeito nos problemas da Capital, Alexandre Kalil vê o seu Atlético enroscar-se por causa da administração de visão curta. Novas eleições se aproximam, talvez para dezembro, e a matéria de O Tempo discorre sobre tudo que pode acontecer. Leiam abaixo: 
-"O planejamento do Atlético para o novo triênio (2018/19 e 20) já está em andamento, mesmo sem a certeza de quem será o próximo presidente do clube. Com a eleição ainda sem data marcada - provavelmente aconteça na primeira quinzena de dezembro -, o que se comenta nos bastidores do alvinegro é que o advogado Sérgio Sette Câmara será o novo dono da cadeira máxima do clube. O atual presidente, Daniel Nepomuceno, porém, ainda não se manifestou se irá ou não representar a situação em mais um pleito.
Em busca de um novo diretor de futebol, para ocupar a vaga deixada por Eduardo Maluf, que morreu há dois meses - e atualmente ocupada pelo diretor de comunicação Domênico Bhering -, o Atlético também pensa na composição de setores. Outros nomes podem aparecer no departamento profissional. Um deles é Paulo Bracks, atual Diretor de Competições na Federação Mineira de Futebol (FMF), que já recebeu sondagem.
Advogado especialista em Direito Desportivo e Gestor em Futebol pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Bracks, de 36 anos, seria contratado para cuidar do aprimoramento de questões relacionadas à profissionalização do clube, tendo como base o "modelo europeu", sem ligação com negociações de atletas (entradas e/ou saídas). Em 2016, ele foi à Inglaterra, onde realizou o curso da Premier League e, nesta temporada, irá à Espanha, onde participará do Football Experience Madrid 2017.
Na Federação Mineira desde 2014, Bracks é responsável direto pela elaboração dos regulamentos das competições, do calendário e tabelas de jogos, pela coordenação e administração de todos os campeonatos e do Departamento de Registros e Transferências, além dos estádios e da intermediação do contato entre clubes mineiros com CBF, Conmebol e FIFA.-"
CRUZEIRO TIRA GRÊMIO DE OUTRA COMPETIÇÃO E ESTÁ NA SEMI DA PRIMEIRA LIGA

Há uma semana, 55 mil torcedores acompanhavam no Mineirão o jogo entre Cruzeiro e Grêmio. Era semifinal de Copa do Brasil. Depois de ganhar por 1 a 0 no tempo normal, a Raposa fez 3 a 2 nos pênaltis e se classificou para a decisão. Nesta quarta-feira, mineiros e gaúchos voltaram a se encontrar. O palco era novamente o Gigante da Pampulha.

A competição, porém, foi outra. Na "esquecida" Primeira Liga, apenas 5.708 pessoas pagaram ingresso e assistiram à classificação cruzeirense com vitória por 2 a 0, gols de Raniel e Arrascaeta no fim do segundo tempo. O público total foi de 7.545 presentes.

Com o resultado, Mano passa a contabilizar 50 vitórias, 29 empates e 21 derrotas pelo clube celeste. São 155 gols marcados e 87 sofridos. O aproveitamento geral é de 59,6%.

O primeiro colocado da lista é Ilton Chaves, que trabalhou no clube em várias passagens entre 1969 e 1984 e registrou 362 jogos. Em segundo aparece Levir Culpi, com 257 partidas em 1996, 1998/1999 e 2005.

Outra marca a ser destacada nesta quarta-feira foi a do jogo 150 do Cruzeiro no novo Mineirão. Desde fevereiro de 2013, data da reabertura do estádio, o time venceu 97 vezes, empatou 33 e perdeu apenas 20, conquistando 72% dos pontos.

Classificado na Primeira Liga, o Cruzeiro enfrentará o Londrina na semifinal às 19h de domingo, no Estádio do Café, em Londrina-PR. Quatro dias depois, às 21h45, será a vez de medir forças com o Flamengo, no Maracanã, pelo jogo de ida da final da Copa do Brasil.

PRIMEIRA LIGA VOLTA 4 MESES APÓS PARALISAÇÃO, E TRAZ TURMA DE COME-QUIETOS DOS PRINCIPAIS CLUBES

Bem que tento entender a volta da Primeira Liga após ser paralisada por 4 meses. Seu retorno acontece logo nas quartas de final e se mistura com o Brasileiro, com a Libertadores e a Copa do Brasil. A hierarquia das competições teria outra ordem se nossos dirigentes, que criaram a Primeira Liga, fossem sérios e respeitassem as opiniões e os apontamentos da Imprensa especializada que, Justiça seja feita, se alicerça em números reais, como a presença das torcidas nos estádios, a maioria de portes médios.

Os técnicos optam, em razão do acúmulo de jogos, por usarem times alternativos ou reservas mesmo. Por buscar reforços nas divisões de base, o que na teoria conta com comentários favoráveis, pois podem representar a renovação que há muito esperava-se no futebol brasileiro. Tanto que a Seleção Brasileira já mostrou caras novas sob as asas do competente Tite.

No Campeonato Brasileiro, jovens treinadores na sua maioria, com elencos formados na base, sem os custos absurdos das contratações via janelas internacionais - vide o Corinthians de Carini, disparado na liderança; o Grêmio de Renato Gaúcho, outra boa surpresa com a sua meninada da base; o surpreendente Botafogo de Jair Ventura - que tornaram a competição interessante.

A Primeira Liga ao chegar trazia no bojo alvissareiras promessas, pois fugiria dos rolos da CBF e seria entregue aos principais interessados - os clubes- tipicamente como as ligas nacionais da Europa. Após 4 meses, a decepção era total e os torcedores cuspiam nos estatutos fajutos da Liga, bem piores que os desmandos da CBF.

O exemplo está aí: as quartas de final da competição, que prometia mudar o futebol brasileiro, serão jogadas nesta quarta-feira (30/8). A competição foi deixada de lado pelos clubes da Série A, que escalarão apenas 16% dos titulares nas partidas decisivas, disputadas em mão única.

Longe dos holofotes e do objetivo inicial do torneio, a Primeira Liga tornou-se outro campeonato pra inflar o extenso calendário do futebol nacional. Apenas Londrina e Paraná, da Série B, usarão o que têm de melhor nos jogos que valem vaga na semifinal. Também na segundona, o Internacional preferiu mandar reservas para o jogo diante do Atlético-MG. No Grêmio, nem o treinador será o do time principal. Veja como cada time enfrentará seus jogos:
Atlético-MG (3 titulares)
O Galo visita o Internacional às 19h30 no Beira-Rio com o time recheado de reservas, mas com a presença de ataque de peso. Afastados do time titular, Robinho e Fred formam a dupla ofensiva dos mineiros. Rogério Micale usará três titulares contra o colorado: Marcos Rocha, Leonardo Silva e Valdívia. 
Time provável: Giovanni; Marcos Rocha, Bremer, Leonardo Silva e Leonan; Roger Bernardo, Yago, Valdívia e Clayton; Robinho e Fred.
Cruzeiro (1)
A Raposa recebe o Grêmio nas quartas de final da Primeira Liga, às 21h45, no Mineirão. Mano Menezes usará time alternativo para o duelo contra os gaúchos. Apenas Robinho deve ser o titular a começar a partida. Outros destaques são para Arrascaeta, voltando de lesão, e Rafael Sóbis.

Time provável: Rafael; Lennon, Digão, Arthur e Bryan; Nonoca, Lucas Silva, Robinho e Arrascaeta; Sobis e Raniel.
Flamengo (0)
Reinaldo Rueda não levou nenhum titular para a partida diante do Paraná, em Cariacica, às 21h45. O técnico colombiano, que só chegou nesta quarta-feira ao local do jogo, ainda deve dar oportunidades para jovens como os laterais Pablo Maldini e Klebinho. Os destaques são Éverton Ribeiro, Geuvânio e Vinícius Júnior.
Time provável: Muralha; Klebinho, Léo Duarte, Rafael Vaz e Pablo Maldini; Rômulo, Márcio Araújo e Éverton Ribeiro; Vinícius Júnior, Geuvânio e Vizeu.
Fluminense (5)
O Fluminense é o time da Série A que mais vai utilizar titulares na Primeira Liga. O jogo é contra o Londrina, fora de casa, às 19h30. Alguns nomes importantes sequer viajaram para a partida, casos de Gustavo Scarpa, Henrique Dourado e Henrique. O meia Sornoza volta após se recuperar de ma cirurgia no joelho.. O time jogará com Júlio César; Renato, Renato Chaves, Nogueira e Léo; Richard, Marlon Freitas, Wendel, Sornoza, Marcos Júnior e Pedro.
Grêmio (0)
A maioria da equipe que vai a campo faz parte do elenco de transição, formado por atletas jovens, que disputam a terceirona do Gauchão. Assim como na estreia, contra o Flamengo, no Mané Garrincha, Renato Gaúcho sequer viajou pro local da partida e Felipe Endres será treinador do time B. Os titulares gremistas não ficarão nem no banco de reservas.
Time provável: Léo Jardim; Léo Gomes, Rafael Thyere, Bruno Rodrigo e Conrado; Kaio, Machado, Esperon, Patrick e Jean Pyerre; Beto da Silva.

Ainda bem que é coisa momentânea: Lásaro anuncia que existe objetivo maior na volta dele ao Conselho Deliberativo: o estádio do Galo.
O diretor-jurídico do Atlético, Lásaro Cândido da Cunha, anunciou seu afastamento momentâneo do cargo que ocupou nos últimos anos - durante os mandatos do presidentes Alexandre Kalil e Daniel Nepomuceno. Trata-se, na realidade, de movimentação política nos bastidores do clube pra dar força ao projeto de construção do novo estádio do clube, no bairro Califórnia. 
Dr. Lásaro voltará a ser conselheiro eleito para a Diretoria Executiva ter outro voto a favor no projeto que irá ao pleito em 18 de setembro. O Atlético não nomeará nenhum profissional pra função. Lásaro atuará de forma voluntária nas questões jurídicas pertinentes nos próximos dias. Se quiser, poderá retornar ao antigo posto depois da votação do estádio.
Globo Esporte
Reunido com a seleção brasileira em Porto Alegre, Philippe Coutinho parece ter seu futuro definido. Segundo a versão britânica do site "Yahoo Sports", o Liverpool finalmente aceitou a proposta do Barcelona - depois de recusar outras quatro. 
Pra contar com o craque brasileiro, o Barça vai desembolsar €160 milhões (R$ 665 milhões), o que o tornaria o segundo jogador mais caro de toda a história, atrás apenas de Neymar (uma eventual transferência de Mbappe para o PSG ainda pode superar esse valor).

HOJE MEU PRIMOGÊNITO QUERIDO, ALEXANDRE, OU PROFESSOR SANTELMO FAZ 48 ANOS;

Lembro-me bem que Beagá estava agitada naquele domingo pela manhã. Em torno do Mineirão, pista externa, realizava a prova de fórmula Um - "100 milhas de BH". Eu estava na Rádio Guarani, e numa posição estratégica ajudava na cobertura. De repente chegou a mensagem do estúdio que minha esposa grávida era levada para o hospital para dar à luz. O saudoso Alberto Decat, meu amigo e chefe, prontificou-se a levar-me. Foi uma luta pra gente chegar lá. Chegamos na hora exata, ela acabara de dar à luz a um garoto enorme e bonito.
Ficou internada e eu fui após conhecer meu bebê almoçar com a minha irmã Dodora e meu cunhado Raymundo, que moravam na Cristovão Colombo, Funcionários. Aproveitei o almoço pra assistir Brasil x Paraguai, válido pra Copa do Mundo de 70, no México. Vencemos por 1 a 0, gol de Pelé, cobrando pênalti. No dia seguinte, fui buscá-los no Hospital. História ficou gravada e o menino lindo tornou-se um filho carinhoso, professor do Colégio Santo Agostinho e um ás de basquete. Tanto que é coordenador de esportes deste conceituado estabelecimento escolar, e é chamado de professor Santelmo. Hoje ele faz 48 anos, e eu o mando beijos, bençãos e agradeço a Deus o fiho maravilhoso que me deu."



Livre de vírus. www.avast.com.

terça-feira, 29 de agosto de 2017

FRED E ROBINHO JUNTOS DE NOVO ENTRE OS TITULARES DO GALO CONTRA INTER

MANO AINDA NÃO SABE QUAL CRUZEIRO PÕE EM CAMPO NESTA QUARTA CONTRA GRÊMIO PELA PRIMEIRA LIGA

 

Depois do empate com o Santos (1 a 1), no Mineirão, o Cruzeiro voltou a treinar na manhã desta segunda-feira, na Toca da Raposa II. O time do técnico Mano Menezes se prepara para enfrentar o Grêmio, na quarta-feira, às 21h45, pela Primeira Liga. O treinador ainda não definiu se vai mandar a campo os titulares, uma equipe mesclada ou apenas os reservas.

Os jogadores que não entraram em campo contra o Peixe fizeram treino técnico nesta manhã. Henrique, Alisson e Robinho participaram normalmente, assim como o lateral-direito Galhardo, que deve assinar contrato pra ficar à disposição de Mano Menezes. Ele se recuperou de uma cirurgia no ligamento cruzado anterior do joelho direito e deve ganhar condição de jogo em pouco tempo. Atletas da base também participaram da atividade.

Já o zagueiro Leo fez trabalhos internos. Ele não atuou contra o Santos e tudo leva a crer que não jogará também contra o Grêmio, preservando-se pro jogo decisivo contra o Flamengo, pela ida da final da Copa do Brasil, no dia 7 de setembro, no Rio de Janeiro.

O argentino Lucas Romero e o zagueiro Manoel ficaram em tratamento. Romero sentiu dores no tornozelo após a derrota do Cruzeiro pro Tricolor gaúcho, no jogo de ida da semifinal da Copa do Brasil. Depois disso, ele não jogou. Já Manoel, que passou por cirurgia no quinto metatarso do pé esquerdo em 20 de abril, atuou por 40 minutos no empate sem gols com o Vitória, em 30 de julho, pela 17ª rodada do Brasileiro, e precisou ser substituído por Murilo após sentir dores no local. Desde então, ficou mais tempo dedicado a atividades de reforço na academia.

Ainda bem que é coisa momentânea: Lásaro, figura indispensável em qualquer momento no Atlético; no caso em tela existe objetivo maior na volta dele ao Conselho Deliberativo: o estádio do Galo.

O diretor-jurídico do Atlético, Lásaro Cândido da Cunha, anunciou seu afastamento momentâneo do cargo que ocupou nos últimos anos - durante os mandatos do presidentes Alexandre Kalil e Daniel Nepomuceno. Trata-se, na realidade, de movimentação política nos bastidores do clube pra dar força ao projeto de construção do novo estádio do clube, no bairro Califórnia.

Dr. Lásaro voltará a ser conselheiro eleito para a Diretoria Executiva ter outro voto a favor no projeto  que irá ao pleito em 18 de setembro. O Atlético não nomeará nenhum profissional pra função. Lásaro atuará de forma voluntária nas questões jurídicas pertinentes nos próximos dias. Se quiser, poderá retornar ao antigo posto depois da votação do estádio.

 

 

América acerta com goleador Edno do Botafogo-RP

América segue em busca de reforços pra disputa da Série B do Campeonato Brasileiro. Nesta segunda-feira, o meia-atacante Edno, de 34 anos, que estava no Botafogo-SP, despediu-se do clube por meio das redes sociais e confirmou que o acertou com o Coelho. Ao SuperesportesAlencar da Silveira, presidente do clube alviverde, negou que a negociação esteja fechada.

"A gente vê com bons olhos a contratação do jogador, mas não tem nada certo. Estamos acertando alguns detalhes, ainda não tem contrato assinado", explicou. Na conta do Botafogo-SP no twitter, o meia-atacante agradeceu ao clube e disse que está de saída pra disputar a Série B com a camisa do América.

Craque do Paris Saint-Germain trabalhou normalmente com os demais jogadores

 

Bem à vontade, sorridente e motivado, o atacante Neymar foi a grande atração do primeiro treino da Seleção Brasileira em Porto Alegre, nesta segunda-feira, visando as próximas duas partidas pelas Eliminatórias. Jogador mais caro da história do futebol mundial, o craque do Paris Saint-Germain trabalhou normalmente com os demais jogadores, mas mais parecia estar se divertindo.

Outro destaque do time de Tite, Philippe Coutinho participou apenas do aquecimento.

O atacante foi um dos que mais se movimentaram no treino em campo reduzido realizado no CT do Grêmio, que fica próximo à Arena do clube gaúcho, local do jogo de quinta diante do Equador. Demonstrou bom entrosamento com Thiago Silva, seu colega de PSG. Não realizou nenhum lance de maior plasticidade, mas ouviu um grito de "boa, Neymar!" de um torcedor ao acertar um chute seco no ângulo direito de Alisson.

Em negociação para deixar o Liverpool e se transferir para o Barcelona, Philippe Coutinho participou apenas do aquecimento com bola e depois treinou em separado com o preparador físico Fabio Mahseredjian.

O jogador reclama de dores nas costas e ainda não jogou pelo time inglês neste início de temporada. Segundo a assessoria da Seleção Brasileira, ele realizou uma atividade de "transição" e não tem nenhuma lesão. A tendência é que Coutinho treine normalmente na terça e jogue na quinta-feira.

A atividade desta segunda-feira não deu indícios da equipe que iniciará a partida, já que Tite não contou com boa parte do elenco. Giuliano, Taison, Marcelo, Casemiro e Firmino ainda não chegaram a Porto Alegre. Ao mesmo tempo, Fagner, Fernandinho, Rodrigo Caio, Miranda e William fizeram apenas trabalho regenerativo.

FRED E ROBINHO, JUNTOS DE NOVO, CONTRA O INTERNACIONAL NESTA QUARTA PELA PRIMEIRA LIGA

TRINCHEIRA: O Atlético tem no elenco dois dos maiores goleadores em atividade no futebol brasileiro. No entanto, Fred e Robinho, assim como todo time, vivem fase complicada na temporada. Só agora, depois de quase dois meses desde a chegada de Rogério Micale, a dupla de artilheiros começa  jogo juntos entre os titulares. Os dois estarão entre os 11 iniciais do Galo, nesta quarta-feira, no duelo contra o Internacional, pelas quartas de final da Primeira Liga.
A dupla tem história no futebol mundial. Juntos, somam mais de 600 gols na carreira (Fred tem 358 e Robinho 254). O camisa 9 é o artilheiro do Galo na temporada, tendo balançado as redes em 23 oportunidades. No ano passado, o protagonismo foi do camisa 7, que marcou 25 vezes.
 
A última partida na qual os dois estiveram juntos em campo desde o apito inicial foi na derrota para o Vasco, no Independência, no dia 23 de julho, pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro.
 
Nesse jogo, há 38 dias, Fred sofreu lesão na panturrilha direita logo aos 10 minutos e passou boa parte desse tempo no departamento médico do clube. O camisa 9 chegou a jogar no sacrifício contra o Jorge Wilstermann, pelo duelo de volta das oitavas de final da Libertadores, mas voltou ao DM até se recuperar totalmente.
 
Robinho caiu de produção e foi titular em somente mais uma partida na sequência. O camisa 7 esteve no time principal no jogo seguinte ao do Vasco, no dia 26 de julho, contra o Botafogo, pelo duelo de volta das quartas de final da Copa do Brasil. Nos sete compromissos do Galo desde então, como reserva, o craque entrou em quatro partidas e somou apenas 105 minutos em campo. Nas outras três, ele não foi utilizado.
Juntos em campo
 Fred e Robinho pouco jogaram juntos desde a chegada de Micale. Foram apenas 41 minutos lado a lado no ataque alvinegro sob comando do treinador. A curta participação se deve ao período em que o camisa 9 ficou lesionado. 

 
Quando ambos estiveram à disposição, Fred foi titular contra o Jorge Wilstermann e Robinho saiu do banco aos 17 minutos da etapa final. Foram 33 minutos juntos. Já contra o Fluminense, ambos foram reservas, o tempo foi ainda menor, de apenas oito minutos. O camisa 9 foi acionado aos 26' e o 'rei das pedaladas' aos 42'.


Livre de vírus. www.avast.com.

MANO NÃO SABE AINDA QUAL TIME COLOCA EM CAMPO CONTRA GRÊMIO PELA PRIMEIRA LIGA

MANO AINDA NÃO SABE QUAL CRUZEIRO PÕE EM CAMPO NESTA QUARTA CONTRA GRÊMIO PELA PRIMEIRA LIGA

 

Depois do empate com o Santos (1 a 1), no Mineirão, o Cruzeiro voltou a treinar na manhã desta segunda-feira, na Toca da Raposa II. O time do técnico Mano Menezes se prepara para enfrentar o Grêmio, na quarta-feira, às 21h45, pela Primeira Liga. O treinador ainda não definiu se vai mandar a campo os titulares, uma equipe mesclada ou apenas os reservas.

Os jogadores que não entraram em campo contra o Peixe fizeram treino técnico nesta manhã. Henrique, Alisson e Robinho participaram normalmente, assim como o lateral-direito Galhardo, que deve assinar contrato pra ficar à disposição de Mano Menezes. Ele se recuperou de uma cirurgia no ligamento cruzado anterior do joelho direito e deve ganhar condição de jogo em pouco tempo. Atletas da base também participaram da atividade.

Já o zagueiro Leo fez trabalhos internos. Ele não atuou contra o Santos e tudo leva a crer que não jogará também contra o Grêmio, preservando-se pro jogo decisivo contra o Flamengo, pela ida da final da Copa do Brasil, no dia 7 de setembro, no Rio de Janeiro.

O argentino Lucas Romero e o zagueiro Manoel ficaram em tratamento. Romero sentiu dores no tornozelo após a derrota do Cruzeiro pro Tricolor gaúcho, no jogo de ida da semifinal da Copa do Brasil. Depois disso, ele não jogou. Já Manoel, que passou por cirurgia no quinto metatarso do pé esquerdo em 20 de abril, atuou por 40 minutos no empate sem gols com o Vitória, em 30 de julho, pela 17ª rodada do Brasileiro, e precisou ser substituído por Murilo após sentir dores no local. Desde então, ficou mais tempo dedicado a atividades de reforço na academia.

Ainda bem que é coisa momentânea: Lásaro, figura indispensável em qualquer momento no Atlético; no caso em tela existe objetivo maior na volta dele ao Conselho Deliberativo: o estádio do Galo.

O diretor-jurídico do Atlético, Lásaro Cândido da Cunha, anunciou seu afastamento momentâneo do cargo que ocupou nos últimos anos - durante os mandatos do presidentes Alexandre Kalil e Daniel Nepomuceno. Trata-se, na realidade, de movimentação política nos bastidores do clube pra dar força ao projeto de construção do novo estádio do clube, no bairro Califórnia.

Dr. Lásaro voltará a ser conselheiro eleito para a Diretoria Executiva ter outro voto a favor no projeto  que irá ao pleito em 18 de setembro. O Atlético não nomeará nenhum profissional pra função. Lásaro atuará de forma voluntária nas questões jurídicas pertinentes nos próximos dias. Se quiser, poderá retornar ao antigo posto depois da votação do estádio.

 

 

América acerta com goleador Edno do Botafogo-RP

América segue em busca de reforços pra disputa da Série B do Campeonato Brasileiro. Nesta segunda-feira, o meia-atacante Edno, de 34 anos, que estava no Botafogo-SP, despediu-se do clube por meio das redes sociais e confirmou que o acertou com o Coelho. Ao SuperesportesAlencar da Silveira, presidente do clube alviverde, negou que a negociação esteja fechada.

"A gente vê com bons olhos a contratação do jogador, mas não tem nada certo. Estamos acertando alguns detalhes, ainda não tem contrato assinado", explicou. Na conta do Botafogo-SP no twitter, o meia-atacante agradeceu ao clube e disse que está de saída pra disputar a Série B com a camisa do América.

Craque do Paris Saint-Germain trabalhou normalmente com os demais jogadores

 

Bem à vontade, sorridente e motivado, o atacante Neymar foi a grande atração do primeiro treino da Seleção Brasileira em Porto Alegre, nesta segunda-feira, visando as próximas duas partidas pelas Eliminatórias. Jogador mais caro da história do futebol mundial, o craque do Paris Saint-Germain trabalhou normalmente com os demais jogadores, mas mais parecia estar se divertindo.

Outro destaque do time de Tite, Philippe Coutinho participou apenas do aquecimento.

O atacante foi um dos que mais se movimentaram no treino em campo reduzido realizado no CT do Grêmio, que fica próximo à Arena do clube gaúcho, local do jogo de quinta diante do Equador. Demonstrou bom entrosamento com Thiago Silva, seu colega de PSG. Não realizou nenhum lance de maior plasticidade, mas ouviu um grito de "boa, Neymar!" de um torcedor ao acertar um chute seco no ângulo direito de Alisson.

Em negociação para deixar o Liverpool e se transferir para o Barcelona, Philippe Coutinho participou apenas do aquecimento com bola e depois treinou em separado com o preparador físico Fabio Mahseredjian.

O jogador reclama de dores nas costas e ainda não jogou pelo time inglês neste início de temporada. Segundo a assessoria da Seleção Brasileira, ele realizou uma atividade de "transição" e não tem nenhuma lesão. A tendência é que Coutinho treine normalmente na terça e jogue na quinta-feira.

A atividade desta segunda-feira não deu indícios da equipe que iniciará a partida, já que Tite não contou com boa parte do elenco. Giuliano, Taison, Marcelo, Casemiro e Firmino ainda não chegaram a Porto Alegre. Ao mesmo tempo, Fagner, Fernandinho, Rodrigo Caio, Miranda e William fizeram apenas trabalho regenerativo.

FRED E ROBINHO, JUNTOS DE NOVO, CONTRA O INTERNACIONAL NESTA QUARTA PELA PRIMEIRA LIGA

TRINCHEIRA: O Atlético tem no elenco dois dos maiores goleadores em atividade no futebol brasileiro. No entanto, Fred e Robinho, assim como todo time, vivem fase complicada na temporada. Só agora, depois de quase dois meses desde a chegada de Rogério Micale, a dupla de artilheiros começa  jogo juntos entre os titulares. Os dois estarão entre os 11 iniciais do Galo, nesta quarta-feira, no duelo contra o Internacional, pelas quartas de final da Primeira Liga.
A dupla tem história no futebol mundial. Juntos, somam mais de 600 gols na carreira (Fred tem 358 e Robinho 254). O camisa 9 é o artilheiro do Galo na temporada, tendo balançado as redes em 23 oportunidades. No ano passado, o protagonismo foi do camisa 7, que marcou 25 vezes.
 
A última partida na qual os dois estiveram juntos em campo desde o apito inicial foi na derrota para o Vasco, no Independência, no dia 23 de julho, pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro.
 
Nesse jogo, há 38 dias, Fred sofreu lesão na panturrilha direita logo aos 10 minutos e passou boa parte desse tempo no departamento médico do clube. O camisa 9 chegou a jogar no sacrifício contra o Jorge Wilstermann, pelo duelo de volta das oitavas de final da Libertadores, mas voltou ao DM até se recuperar totalmente.
 
Robinho caiu de produção e foi titular em somente mais uma partida na sequência. O camisa 7 esteve no time principal no jogo seguinte ao do Vasco, no dia 26 de julho, contra o Botafogo, pelo duelo de volta das quartas de final da Copa do Brasil. Nos sete compromissos do Galo desde então, como reserva, o craque entrou em quatro partidas e somou apenas 105 minutos em campo. Nas outras três, ele não foi utilizado.
Juntos em campo
 Fred e Robinho pouco jogaram juntos desde a chegada de Micale. Foram apenas 41 minutos lado a lado no ataque alvinegro sob comando do treinador. A curta participação se deve ao período em que o camisa 9 ficou lesionado. 

 
Quando ambos estiveram à disposição, Fred foi titular contra o Jorge Wilstermann e Robinho saiu do banco aos 17 minutos da etapa final. Foram 33 minutos juntos. Já contra o Fluminense, ambos foram reservas, o tempo foi ainda menor, de apenas oito minutos. O camisa 9 foi acionado aos 26' e o 'rei das pedaladas' aos 42'.


Livre de vírus. www.avast.com.

segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Cruzeiro e Grêmio voltam a se enfrentar nesta quarta agora pela Primeira Liga

GALO FAZ VIRA VIRA SOBRE A PONTE EM CAMPINAS E SE AFASTA DO Z-4. 0TERO FOI HERÓI COM GOLAÇO DE FALTA AOS 44` DO 2º TEMPO

Não foi nada fácil a vida do Atlético diante da Ponte Preta, no Estádio Moisés Lucarelli, Campinas, na tarde de domingo, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro. Mas venceu e de virada, com golaço de Rômulo Otero na cobrança de falta, à entrada da área adversária, fazendo 2 a 1, aos 43 minutos do segundo tempo.
Otero estava no banco de reservas e foi acionado por Diogo Giacomini, substituto Rogério Micale, suspenso. Isso aconteceu aos 34 minutos da etapa complementar, e ele entrou no lugar de Valdívia. Oito minutos depois, Elias sofreu falta e o venezuelano pegou a bola pra cobrar a falta com efeito impressionante e colocar no canto esquerdo do goleiro Aranha.
Com o golaço marcado no Moisés Lucarelli, Otero completa o terceiro gol de falta no ano. O primeiro foi marcado na vitória do Atlético, contra o Joinville, por 2 a 0, pela 2ª rodada da Primeira Liga. O venezuelano também deixou a marca dele na modalidade contra o Sport Boys-BOL, pela 5ª rodada da fase de grupos da Copa Libertadores, fora de casa. Na ocasião, o Galo goleou os bolivianos por 5 a 1.
A vitória em Campinas deixou o Atlético mais distante da temida zona de rebaixamento. Agora, o Galo ocupa a 11ª posição, com 29 pontos, e volta a pensar em G6.
Na última sexta-feira, Otero foi convocado pelo técnico Rafael Dudamel para defender a Seleção Venezuelana nos jogos contra a Colômbia, dia 31 de agosto, em San Cristóbal, e a Argentina, dia 5 de setembro, em Buenos Aires.
Com isso, o jogador desfalcará o Atlético no dia 30 de agosto, nesta quarta-feira, contra o Internacional, pelas quartas de final da Primeira Liga.
CRUZEIRO X GRÊMIO NESTA QUARTA.
Classificado na Copa do Brasil e na luta por se manter entre os seis primeiros colocados no Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro tem objetivos claros atualmente: comemorar título de expressão em 2017 e voltar a disputar a Copa Libertadores na próxima temporada.
Com esse pensamento, o meia Robinho pediu ao técnico Mano Menezes para jogar contra o Santos, neste domingo, no Mineirão, e fez ressalvas para o duelo contra o Grêmio, na próxima quarta-feira, pela Primeira Liga.
"Quero jogar. Se tiver que poupar, deixa para poupar na Primeira Liga. O time está bem. Tivemos uns dias para descansar. Quero jogar", destacou Robinho.
Na quarta-feira o Cruzeiro volta a reencontrar o Grêmio, pelas quarta de final da Primeira Liga. O time deve ser formado com a maioria de reservas, já que a Raposa tem pretensões maiores na temporada.
Mano ainda não definiu completamente a equipe e disse que espera a fisiologia para saber qual time mandará a campo. Querendo evitar excesso de desgaste e contusões, o treinador indicou uma formação mesclada para o confronto contra os gaúchos.
COELHO CAI PRA VICE-LIDERANÇA E INTER ASSUME A CORRIDA DA SÉRIE B
Nos dois empates seguidos, o América acabou sem a liderança da Série B do Campeonato Brasileiro que ficou com o Internacional. O último empate foi com o Criciúma, no Independência. Agora, o América só volta a campo no próximo dia 8, às 21h30, contra o Paysandu, no Mangueirão. Com isso, Enderson Moreira terá 17 dias pra preparar a equipe.
A grande quantidade de dias sem jogo poderá proporcionar ao treinador o retorno de peças importantes, como o lateral-direito Norberto. O jogador está fora desde o dia 21 de julho se recuperando de lesão. Norberto espera que tanto ele, quanto a equipe, aproveitem o período sem jogos pra treinar e voltar a reencontrar o caminho das vitórias.
"Vamos aproveitar esses dias sem jogos para evoluirmos em todos os sentidos. O mais importante é voltar com tudo contra o Paysandu para manter o mesmo ritmo das últimas semanas. Vejo nossa equipe bastante motivada para continuar fazendo uma grande Série B", afirmou Norberto.
Ele ainda minimiza o fato de o time ter perdido a liderança para o Inter. Ele reforça o desejo da equipe de conquistar o título, mas destaca que o principal objetivo é conquistar a vaga na disputa da Série A em 2018.
"Na verdade a nossa maior preocupação agora é fazer bons jogos para permanecer no G4. Claro que queremos brigar pelo título também, mas temos que confirmar o acesso primeiro. Depois disso, vamos em busca da conquista deste troféu, que será muito importante para o clube".
Norberto, porém, terá que enfrentar a concorrência com o mais novo reforço americano. Ceará, ex-Cruzeiro, estreou com a camisa do América contra o Criciúma e foi bastante elogiado por sua atuação. A diferença entre América e Internacional na tabela de classificação é de apenas um ponto. O Colorado é líder com 42, enquanto o Coelho ocupa a segunda posição com 41.
LUAN, DO PALMEIRAS, DESMENTE QUE ELENCO FAZ CORPO MOLE PRA DERRUBAR CUCA, 
ALEXANDRE MATTOS OU ATÉ O PRESIDENTE
0 zagueiro Luan desabafou após a vitória do Palmeiras por 4 a 2 sobre o São Paulo, domingo, no Allianz Parque, pelo Campeonato Brasileiro. O defensor disse que o resultado positivo servirá para afastar notícias de que o elenco não se dá com a comissão técnica ou com a diretoria palmeirense.
"Aqui não tem ninguém de corpo mole, como as pessoas dizem, querendo derrubar Cuca, (Alexandre) Mattos ou presidente. Somos muito amigos aqui dentro. Às vezes as coisas não acontecem e as pessoas procuram problema. Acredito que resultado alimenta ambiente, só ganhando que afastamos essas coisas daqui", disse o zagueiro.
Luan ainda destacou que a felicidade pelo bom resultado, mas alertou para a necessidade de melhorar a atuação para as próximas partidas.
"Os jogadores que chegaram querem mostrar trabalho, os que estão aqui também querem permanecer jogando bem. O Palmeiras é a maior equipe do Brasil e todo mundo quer estar aqui. Estamos felizes por ganhar o jogo, mas sabemos que precisa melhorar muito tempo para buscar os objetivos na competição", destacou.
O jogador espera que a equipe saiba lidar com o bom resultado e não se empolgue por ter derrotado um rival. "Estamos felizes, mas foi só um jogo. Precisamos trabalhar mais. Uma coisa que falamos é que quando perde ninguém é tão ruim como as pessoas falam e quando ganha não é tão bom como todo mundo diz. É manter os pés no chão", pediu.
O elenco do Palmeiras folga segunda e terça-feira e volta aos treinamentos na quarta-feira. O time enfrenta o Atlético, em Belo Horizonte, no dia 9 de setembro, pelo Brasileirão.
CADÊ O BATALHÃO DA POLÍCIA MILITAR PROMETIDO PRA CARATINGA? ENQUANTO, ELE NÃO VEM, O BANDITISMO CRESCE NA CIDADE E NO MUNICÍPIO. DEUS NOS AJUDE E NOS SALVE DOS PÉSSIMOS POLÍTICOS
Certo dia deste ano, eu caminhava pelas ruas super povoadas da minha Santa Terrinha, Caratinga, e fiquei impressionado com a quantidade de gente às pressas pelas calçadas, num entra e sai das lojas de comércio, sustentação da política econômica do município. Nos finais de semana, a sede fica lotada de gente pra fazer compras. Nas vésperas do Natal e dos eventos festivos, o comércio de Caratinga não para; é uma loucura. Então, soube da aflição que toma conta da população, sem policiamento suficiente e com vários eventos criminosos sucedendo. Desesperado, o povo elegeu até delegado da Polícia Civil como prefeito, mas nada mudou.
Preocupado, pois tenho minha filha caçula casada, Julian, que mora em Caratinga. Ela tem a Academia de Dança Aplauso e com o marido, Gustavo Sobreira, montaram uma cafeteria de fazer bem às vistas. Suas três filhas, Luana, Sophia e Stela, são as mais lindas criaturas que Deus nos presenteou, junto com as priminhas Vitória, do meu primogênito Alexandre, e Ana Flávia e Maria Tereza, de Flávio Jr. As notícias ruins sobre Caratinga vieram se somar com as péssimas de BH e meu coração disparou. Só se acalmou ao ouvir de alguns amigos que seria implantado em Caratinga o Batalhão de Polícia Militar igual ao de Manhuaçu. Isso me acalmou em parte; a falta de confiança nas promessas políticas não me deixou calmo o suficiente.
O último acontecimento com o empresário Flávio Medina e sua filha de 8 anos, sequestrados, mas já liberados, aumentou minha angústia. Decidi convocar esta população acomodada pra buscar, em manifestações pacíficas pelas ruas da cidade pacífica, que as autoridades cumpram o prometido e instale o Batalhão de Polícia Militar ou o nome que tiver, no centro ou na redondeza do centro, um batalhão que dará sossego à população e com certeza aumentará, ainda mais, o volume de negócios no comércio já agitado da cidade.
Que venha com o propósito de transformar essa comunidade num lugar tranquilo, bom de se viver, como o xerife Whyat Earp e seus irmãos fizeram na cidade de Dodge, considerada uma das mais violentas do Texas no Século Passado.
Os Earp chegaram com espírito justiceiro, onde a Justiça era vendida e comprometida. Não digo que a de Caratinga seja, acredito nela. Mas os cumpridores desta Justiça precisam de apoio total e da rapidez da lei para que tudo funcione bem. Como pouca polícia nas ruas, como fazer a Justiça ser cumprida e evitar que assaltos, sequestros, latrocínios, roubos a banco sejam evitados. Já pensaram como será quando as quadrilhas começarem a assaltar e explodir os bancos de madrugada?
Vou dedicar esta minha Trincheira que distribuo para 3 mil assinantes diariamente e para vários jornais das principais cidades de Minas Gerais e do Brasil criticando e denunciando as mazelas políticas deste destroçado País pelo golpe político do PSDB de Aécio Neves e do PMDB de Michel Temer.

Antes eu tinha minhas rádios e televisões, quando abrir a boca após o "Alô amigos da Bola..." assustava meio mundo imoral. Tentaram várias vezes me calar e até conseguirem. Porém agora não têm mais jeito, pois não sou empregado de ninguém e não trabalho sob as ordens de nenhuma rede comprometida. Estou livre nas redes sociais. Terão de me engolir, como disse o mestre Zagallo. 

NO VÔLEI FEMININO É ASSIM: ATLETA GRÁVIDA OU QUE QUEIRA SE ENGRAVIDAR NÃO TEM CONTRATO RENOVADO E É DISPENSADA. QUE LEI É ESTA?

Hoje, o momento é de celebrar. Afinal, a pequena Lara, de apenas 13 semanas, está a caminho. Mas até a concretização desse sonho, Dani Lins viveu um pesadelo de incertezas. Levantadora da seleção brasileira por sete anos, campeã olímpica em Londres-2012, eleita quatro vezes a melhor levantadora do Brasil pela Superliga, a atleta revelou, no início do ano, que gostaria muito de contar com a presença de um torcedor a mais na arquibancada.
- Eu queria ser honesta em falar que queria engravidar, mas também achava que eles iriam ficar comigo até que eu engravidasse. Esperei uma coisa e não aconteceu - revela.
Ao manifestar publicamente seu desejo de engravidar, o Osasco, clube a que pertencia até maio deste ano, optou por não renovar seu contrato. Segundo os dirigentes do clube, esse corte teria sido parte de um processo natural de reestruturação da equipe, que ocorre em todas as temporadas. De uma hora para outra, Dani percebeu que tinha trocado os "pés pelas mãos".
- Eu acho que eu fui ingênua. Se eu tivesse ficado quietinha, a história poderia ter sido diferente - pondera.
Ao escolher jogar limpo com o clube, confidenciando seu desejo adiado por vários anos, por causa da intensa agenda de competições, Dani se viu na mesma situação que os mais de 13 milhões de brasileiros hoje, desempregados.
A história de Dani, infelizmente, não é fato isolado. O Esporte Espetacular conversou com várias atletas e ex-atletas sobre a falta de garantias e direitos das atletas profissionais brasileiras, aquelas que recebem salários para competir, e descobriu casos não só de descumprimento de contratos, mas de preconceitos de gênero contra a mulher gestante, que causam prejuízos à nova vida que está sendo gerada.
Casos como o da atleta de saltos ornamentais Juliana Veloso – a principal referência da modalidade no Brasil, que serviu por mais de 20 anos à seleção brasileira – que teve seu plano de saúde cortado, às vésperas de dar à luz.
- No dia em que eu cheguei na maternidade, passando mal, antes de ter o meu filho, fui informada de que o meu plano foi cancelado. Eu falei "como assim? Eu estive aqui três dias atrás.... Mas foi cancelado ontem". É proibido, é contra a lei você cancelar plano de gestante. Não pode! Na confederação, foi um caso muito engraçado, porque eu recebia dos correios, patrocinador da CBDA. E durante a mesma pausa que eu tive para a maternidade, um atleta foi suspenso por doping. Ele continuou recebendo. Eu, não - lembra.
As jogadoras de vôlei Tandara e Karine não tiveram seus contratos renovados por estarem grávidas e decidiram entrar na justiça contra o Praia Clube, clube a que pertenciam na época. Foram os primeiros casos de processo contra os empregadores por parte de atletas.
Camila Brait conseguiu mudar o rumo da história. A atleta estava grávida de três meses quando seu contrato acabou, em maio. O Osasco não renovou.
- Todo mundo tem aquele período em que fica, continua recebendo. Todo mundo tem uma garantia, respaldo. E, nós, atletas, não temos isso. Então, assim, acabou o contrato, engravidou, não vai renovar. E, aí, assim fica meio difícil pra gente. Porque é período em que a gente fica sem receber - avalia Camila.
Depois de o clube ter sido procurado pela produção do Esporte Espetacular, no dia 18 de agosto, a história teve desdobramentos. Em comunicado enviado por e-mail pela assessoria de imprensa, quase três meses depois de encerrado o contrato anterior, o Osasco diz que Brait permanece como atleta do clube, que ela terá o tempo necessário para cuidar da saúde, e que só voltará a jogar quando se sentir pronta para os treinos. Segundo Camila, ela hoje tem contrato até maio de 2018 com carteira assinada.
No Brasil, hoje, a lei protege a gestante. A constituição prevê a licença maternidade sem prejuízo do emprego ou do salário, e garante estabilidade, que não pode ser mandada embora desde a confirmação da gravidez até cinco meses após o parto. E os tribunais entendem que esse direito também vale para quem tem contrato por tempo determinado, o caso de Camila Brait, que tinha vínculo de 12 meses com o Osasco.
Na Espanha, as mulheres assinam contratos com cláusulas anti-gravidez. Se engravidar, está fora do clube sem qualquer indenização. Na NBA feminina, o contrato garante 50% do salário durante e após a gravidez, sem prazo de retorno. A atleta volta quando se sentir pronta.
Para Dani Lins, os clubes brasileiros poderiam se preocupar mais com a questão humana, sem deixar as atletas com medo de fazer aquilo que é natural ao corpo feminino.
- Os clubes poderiam se preocupar pouco mais com a gente. Essa questão humana de querer ser mãe e fazer contratos com cláusulas assim, para poder dar uma garantia também para as atletas -

Livre de vírus. www.avast.com.

sexta-feira, 25 de agosto de 2017

CRÍTICAS DE BERNARD LÁ NA EUROPA AJUDAM A DERRUBAR ANDRÉ E DOMÊNICO BHERING ASSUME SEU LUGAR NA SUPERINTENDÊNCIA DE FUTEBOL

Após 77 dias como superintendente de futebol profissional do Atlético, o ex- zagueiro André Figueiredo foi desligado da função pela diretoria nessa quinta-feira. Ele voltará à função de apenas diretor das divisões de base do Alvinegro. A passagem pelo time principal foi marcada por insucessos: eliminações da Copa do Brasil e da Copa Libertadores, além da má campanha no Campeonato Brasileiro.
O desligamento dele do cargo foi confirmado pelo clube na tarde desta quinta-feira. André se encontrou pela manhã com o presidente Daniel Nepomuceno e foi comunicado da decisão tomada pela diretoria após reunião na noite anterior.
Figueiredo havia sido confirmado como gestor do futebol profissional do Atlético pelo presidente Daniel Nepomuceno há pouco mais de dois meses. Ex-zagueiro e diretor das categorias de base, ele assumiu o cargo de superintendente no dia 16 de junho.
Apesar do respaldo do presidente, André virou alvo de críticas desde a sua chegada ao departamento profissional. À época, Nepomuceno respondeu questionamentos sobre o comando de futebol no Galo e ressaltou o trabalho de todos no clube.
"Existe implicância, questionamento, de uma pessoa do clube, que tem várias taças na base, que tem confiança de todos. A responsabilidade é nossa, minha, do André, do Micale, dos jogadores. Não adianta trazer outra pessoa para colocar a responsabilidade. Temos que sair dessas situações", comentou o presidente.
No jogo contra o Flamengo, no Independência, grupo de torcedores exibiu faixa pedindo a saída de Figueiredo do clube.
Além das críticas da torcida, nessa quarta-feira, o diretor foi alvo do ídolo recente do Atlético. campeão da Libertadores em 2013, o atacante Bernard que fez comentários em rede social nos quais responsabilizou André Figueiredo por suas dispensas do clube. Procurado pela reportagem, o dirigente rebateu as afirmações do jogador.
Protesto
Na quinta-feira, grupo ligado aos 'Embaixadores do Galo' fez protesto na porta da Cidade do Galo. Com faixas, os torcedores pediam a saída de André Figueiredo e cobraram os jogadores alvinegros. "Fora André Figueiredo", dizia uma faixa.
Em outra estava escrito: "Salários em dia, CT top... o que falta?"
E na terceira: "Quem não quiser jogar no Galo, peça para sair", bradava outra.
SAÍDA DE ANDRÉ FIGUEIREDO DA DIRETORIA DE FUTEBOL DO GALO PREMIA DOIS JOVENS BONS DE BOLA: DOMÊNICO BHERING ASSUME O CARGO, E CÁSSIO ARREGUY SERÁ DIRETOR DE IMPRENSA
O Atlético anunciou que o substituto de André Figueiredo na Superintendência de futebol será o diretor de comunicação Domênico Bhering, que está no Galo há 17 anos. O dirigente, que já fazia parte da força-tarefa chefiada pelo presidente Daniel Nepomuceno pra conduzir o futebol do alvinegro após a morte de Eduardo Maluf, agora passará a exercer a função de maneira interina.
André Figueiredo voltou ao cargo de diretor das categorias de base do Galo. Daniel Nepomuceno convocou uma reunião com toda a cúpula alvinegra, e então ficou decidido que Domênico Bhering chefiaria o departamento de futebol. Domênico destacou seu bom relacionamento com a comissão técnica e os jogadores, além de conhecer a fundo o Atlético.
-"Foi colocada esta missão pra mim. Eu entendi como convocação. Não é algo que passava pela minha cabeça. Já fui chamado outras vezes pra esta função e disse não. Vou dar, de maneira interina, o melhor de mim como sempre fiz nos 17 anos que estou aqui. Conheço o clube, os departamentos, tenho boa relação com comissão técnica e jogadores. Vou fazer o meu melhor, como sempre fiz", declarou Bhering.
Domênico Bhering assume o novo cargo não só com o aval de Daniel Nepomuceno, mas também com o 'ok' de Alexandre Kalil, ex-presidente do Atlético e atual prefeito de Belo Horizonte. Nesses 17 anos de Atlético, o dirigente pôde conviver parte deles ao lado de Eduardo Maluf, ex-diretor de futebol do Galo, falecido em junho, aos 61 anos, em decorrência de câncer no estômago.
"A maior virtude que o Maluf deixou é ter transparência, ter calma na hora certa, não sofrer por antecedência. Já diminui minha ansiedade por causa dos conselhos dele", revelou.
O novo dirigente de futebol assume o cargo em meio a pressão da torcida do Atlético. Eliminado na Copa do Brasil e na Libertadores, o alvinegro agora precisa reagir no Campeonato Brasileiro. Atualmente, o Galo ocupa a 13ª posição, com 26 pontos. A fase turbulenta, no entanto, não passa pelas mãos do presidente Nepomuceno, na visão de Domênico.
"Eu posso dizer que o torcedor está machucado com razão. Criou-se expectativa positiva em relação ao nosso ano. Os resultados não vieram como esperávamos, mas presidente fez o melhor, contratou o time que todos acharam que daria resultado. Presidente apanha injustamente. Vejo o Daniel como pessoa séria", concluiu.
TRINCHEIRA: Com Domênico Bhering na Superintendência de futebol, Cássio Arreguy, assessor de imprensa do Atlético, irá cuidar da diretoria de comunicação, ou seja, o setor, também, fica muito bem entregue e o time continuará engrenado.
TIME PARA CAMPINAS
Nesta sexta-feira houve treino tático na Cidade do Galo, priorizados fundamentos como saída de bola, contra-ataque e finalizações. O técnico Rogério Micale comandou atividade com dois grupos divididos entre titulares e reservas, esboçando a equipe que deve enfrentar a Ponte Preta, domingo, às 16h, em Campinas, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro.
Ele escalou a defesa que vai encarar a Macaca: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Bremer e Fábio Santos. O volante Yago ficou à frente dos zagueiros, dando a proteção. O ataque que treinou contra defesa teve Otero, Fred, Robinho e Clayton, que ficarão no banco de reservas. O segundo treino de Clayton com o grupo desde que o atacante de 21 anos foi reintegrado – devolvido pelo Corinthians.
Micale escalou o meio-campo e ataque com Adílson, Elias, Valdívia e Cazares; Rafael Moura. Esta formação foi usada pelo treinador na atividade de quinta-feira à tarde. Giovanni, Alex Silva, Matheus Mancini, Erazo e Fábio Santos fizeram parte da defesa reserva.
Os zagueiros Gabriel (pancada na costela) e Felipe Santana (lesão muscular) fizeram tratamento no departamento médico. Fred cumpre suspensão automática e está fora da partida contra a Ponte Preta.
CRUZEIRO
Mano sonha com bi da Copa do Brasil pra encerrar longo jejum
Mano acumula 60 vitórias, 22 empates e 28 derrotas em jogos eliminatórios
Técnico Mano Menezes disputará sua terceira final de Copa do Brasil na carreira e o Cruzeiro disputará outra final do torneio pela sétima vez em sua história. Tetracampeão, o clube celeste conta a experiência do técnico Mano Menezes em duelos mata-mata para buscar o seu quinto título e se igualar ao Grêmio como o maior vencedor da competição.
O comandante celeste já conquistou a Copa do Brasil pelo Corinthians, em 2009. Desde 2004, superou seus adversários em 46 das 60 vezes em que enfrentou confrontos eliminatórios. Esse retrospecto corresponde a aproveitamento de 76,6%.
Em 110 partidas de mata-matas, venceu 60, empatou 22 e perdeu 28.
Caso o Cruzeiro conquiste a taça, o triunfo marcará o fim do jejum de títulos de Mano Menezes. O último conquistado por ele foi a Copa do Brasil de 2009. De lá para cá, venceu apenas o Superclássico das Américas de 2012, torneio amistoso disputado entre as Seleções Brasileira e Argentina.
Após a classificação nos pênaltis contra o Grêmio, na quarta-feira, Mano Menezes ressaltou sua experiência em competições mata-mata como dos trunfos na partida do Mineirão:
"Modéstia à parte, eu tenho experiência nesse negócio. Estou entre os técnicos que têm um dos melhores aproveitamentos do Brasil em mata-mata. Então, a gente já passou por muita coisa e transmite para os jogadores, e o Cruzeiro chegou hoje e levou o jogo para as penalidades porque foi uma equipe madura", disse.
Trajetória de Mano em duelos eliminatórios
O trabalho que deu projeção nacional ao atual treinador celeste foi desempenhado justamente na Copa do Brasil. Em 2004, Mano levou o modesto 15 de Novembro, do Rio Grande do Sul, à 3ª colocação da competição. Naquele ano, o time treinado por ele deixou o Vasco da Gama pelo caminho e foi eliminado nas semifinais pelo Santo André-SP. Os paulistas foram os campeões.
Mano Menezes deixou a equipe de Campo Bom para assumir o Caxias, onde foi vice-campeão gaúcho de 2005 - derrotado pelo Internacional nas cobranças de pênaltis. Pouco depois da campanha do Estadual, o treinador assumiu o Grêmio. No Tricolor, o comandante acumulou uma eliminação para o 15 de Novembro na Copa do Brasil de 2006, mas atingiu seu melhor momento na capital gaúcha em 2007, quando chegou à final da Libertadores. Na ocasião, acabou derrotado para o Boca Juniors da Argentina.
Após o vice-campeonato continental, Mano deixou o Sul do país pela primeira vez em sua carreira como treinador. Em 2008, ele assumiu o Corinthians, que estava na Série B do Campeonato Brasileiro. Naquela temporada, o gaúcho conduziu o 'Timão' de volta à elite nacional com o título da Segundona. Por outro lado, foi vice da Copa do Brasil. O clube paulista foi superado pelo Sport na decisão.
Foi no ano seguinte, no entanto, que a glória em mata-matas chegou para Mano Menezes. Após perder duas decisões de campeonatos importantes, o treinador venceu a Copa do Brasil com o Corinthians. Em 2009, os paulistas eliminaram equipes como Atlético-PR, Vasco e Fluminense, além de superar o Internacional na final.
De 2010 a 2015, no entanto, Mano não repetiu os bons resultados em jogos de ida e volta. Nesse período, acumulou eliminações nas oitavas de final da Libertadores, com o Corinthians, e da Copa América, com a Seleção Brasileira.
No ano passado, Mano Menezes começou a recuperar seu prestígio em competições eliminatórias. Ele assumiu o Cruzeiro e levou o time às semifinais da Copa do Brasil.
Já nesta temporada, acumula um revés para o rival Atlético na decisão do Mineiro e uma eliminação surpreendente para o modesto Nacional do Paraguai na 1ª fase da Copa Sul-Americana. Na Copa do Brasil, o Cruzeiro de Mano superou rivais de peso: São Paulo, Palmeiras e Grêmio. Na final, marcada para os dias 7 de setembro, no Rio, e 27 de setembro, em Belo Horizonte, duelará contra o Flamengo.

CurtirMostrar mais reações
Comentar

Livre de vírus. www.avast.com.

quinta-feira, 24 de agosto de 2017

CRUZEIRO DERRUBA GRÊMIO NO TEMPO NORMAL E NOS PENAIS ESTÁ NA FINAL DA COPA BRASIL/2017, EM SETEMBRO, DECIDE O TORNEIO CONTRA FLAMENGO QUE ELIMINOU BOTAFOGO POR 1 A 0 NO MARACANÃ.


CBF sorteou a ordem dos jogos: primeiro, Fla joga em casa; segundo confronto decisivo será no Mineirão

 

Este clássico mineiro versus gaúcho, no Mineirão,  foi daqueles que tiveram quase de tudo. Perto de ser classificado de "ataque contra defesa", pois foi dominado no tempo normal pelo Cruzeiro na tentativa de furar o ótimo bloqueio defensivo do Grêmio e de olho dos velozes contra-ataques armados pelo Renato Gaúcho. A equipe de Mano Menezes acabou por usar sua arma letal: a bola parada. Escanteio cobrado pela direita, no certeiro pé esquerdo de Thiago Neves que achou a cabeça de Hudson dentro da pequena área, cercado por vários gaúchos mas mesmo assim o meio-campista celeste mandou tijolaço de cabeça, no ângulo esquerdo do goleiro gremista e marcou o único gol do jogo e da vitória cruzeirense por 1 a 0.

A decisão de 180m ficou igualada: o Grêmio venceu lá por 1 a 0, na primeira partida, e o Cruzeiro 1 a 0 na volta para vibração do público presente de 55.227 torcedores, com 50.243 pagantes, recorde da China Azul nesta temporada. Então, a decisão foi para os pênaltis, na qual tudo estava indefinido porque os times têm goleiros excelentes, afamados como pegadores de pênaltis: Fábio, no Cruzeiro, e Marcelo Grohe, no Grêmio. Foi assim: os mineiros abriram 2 a 0, mas os gaúchos empataram em 2 a 2. Coube ao pé esquerdo de Thiago Neves decidir para o Cruzeiro com a calma e o talento conhecidos. - 3 a 2 pró Cruzeiro e a vaga na final da Copa Brasil/17.

No penúltimo penal cobrado pelos gaúchos, Fábio fez uma defesa igual a de Victor, na Libertadores que o Galo ganhou, e pênalti cobrado por Riascos: caiu no canto direito e o cobrador mandou no meio; Fábio levantou a perna esquerda e desviou a bola pra linha de fundo.Houve um senão nessas cobranças:Mano colocou o jovem zagueiro Murilo pra bater e o clima tenso assustou o menino, que cobrou mal e Marcelo defendeu.

No banco, o excelente cobrador Diogo acompanhou tudo assustado. Porque, Mano, você o deixou  fora das cobranças?

SORTEIO NA CBF DEU MINEIRÃO

A final será realizada nos dias 7 e 27 de setembro. 1º jogo terá mando do Flamengo, no Maracanã, Rio de Janeiro e o segundo e decisivo jogo será do Cruzeiro, no Mineirão, conforme sorteio efetuado esta tarde na sede da CBF no Rio. De novo, a sorteio ficou ao lado do time de Mano Meneses.

TORCIDA LOTA MINEIRÃO

A torcida do Cruzeiro compareceu em peso e empurrou o time na noite desta quarta-feira, no Mineirão, na classificação para a final da Copa do Brasil. A China Azul, como apelidou o saudoso Roberto Drummond, garantiu o recorde de público em jogos nesta temporada em Minas Gerais. Ao todo, foram 50.243 pagantes e 55.227 presentes.

 Cruzeiro superou a marca do Atlético, que então detinha a partida com mais torcedores. O Galo levou 42.936 pagantes, no Mineirão, em jogo do Campeonato Brasileiro. O time alvinegro perdeu aquele jogo por 2 a 0.
A Raposa registrou bons públicos na Copa do Brasil. Contra Palmeiras foram 41.660 pagantes e diante do São Paulo, 32.771.

Nos clássicos, a torcida celeste também compareceu em peso.
O primeiro encontro entre Cruzeiro e Atlético no ano, jogo válido pela 1ª rodada da Primeira Liga, em 1º de fevereiro, recebeu 39.811 torcedores. Na ocasião, o time de Mano Menezes bateu o arquirrival por 1 a 0, gol marcado por Arrascaeta.
Já no jogo de ida da final do Mineiro, 38.978 torcedores pagaram ingresso no Mineirão. A partida acabou 0 a 0, e o Atlético foi campeão estadual com a vitória por 2 a 1 conquistada no duelo da volta, disputado no Independência. No Horto, 22.411 pessoas acompanharam a partida e decretaram o recorde de público da história do estádio.

 

ESTRELA DE FABIO VOLTA A BRILHAR NOS PENAIS

 

A estrela de Fábio brilhou nas semifinais da Copa do Brasil contra o Grêmio. Depois de defesas difíceis no jogo de ida, vencido pelo rival, por 1 a 0, ele teve atuação segura nesta quarta-feira, no Mineirão, e viu o Cruzeiro devolver o placar no tempo normal, com gol de Hudson. Mas sua presença em campo seria mais fundamental ainda na decisão por pênaltis. Ele defendeu a cobrança do craque gremista Luan e deixou para Thiago Neves a missão de classificar os celestes para a sétima decisão do torneio:

3 a 2 nas alternadas.

 

O momento da defesa de Fábio não poderia ser mais tenso. Os gremistas já tinham desperdiçado duas cobranças com Edilson e Everton, que acertaram a trave, mas o Cruzeiro não avançou no placar e parou em defesas de Marcelo Grohe, que pegou as batidas de Robinho e Murilo. Coube ao goleiro celeste, estão, rebater a finalização de Luan, melhor jogador adversário. Para o camisa 1 cruzeirense, a tranquilidade e o trabalho realizado na Toca da Raposa II foram essenciais para este momento de glória.

 

"O Robertinho (preparador de goleiros) é essencial para esse trabalho. A dedicação dele no dia a dia com os goleiros... E não só com os goleiros, mas está pronto para ajudar os zagueiros. O Robertinho faz parte disso, como o Rafael, o Lucas França, o Lucão e os outros que passaram aqui e que fizeram com que eu pudesse me dedicar cada vez mais. Sempre respeitando cada um e procurando sempre melhorar", complementou Fábio.

 

DE : Cesar Claudier (cesar.claudier@gmail.com)

 

Bom Dia Flávio!!!

 

Tomado pela emoção em torno do "encantamento' do grande Willy, escrevi pequeno e simples texto em homenagem a esta histórica figura.

Assim, tomo a liberdade de compartilhá-lo com você.

Abraços Fraternos!!!

-"ADEUS WILLY GONSER - Sempre imaginei que as coisas tivessem voz... A voz dos mais fracos; a voz dos oprimidos; a voz da mãe natureza; a voz do povo; a voz da sabedoria; a voz da indignação; a voz de Deus; a voz da nação e, a voz do tempo. Se tem uma voz que marcou a minha infância, adolescência, e grande parte da vida adulta, essa foi, certamente, a voz de Willy Fritz Gonser. A voz do "Alemão', apelido carinhoso do Willy, representava de tal maneira os jogos do Galo que, quando o jogo era transmitido pelas emissoras de televisão, abaixávamos volume da TV e aumentávamos o do rádio, já que, jogo do Galo só tinha sentido na voz dele".

"-Quando veio a sua aposentadoria, a Nação Atleticana inteira sentiu muito a falta de seu português perfeito puxando o "rrrrr", mas, seguimos em frente, acompanhando o Galo. Apesar de seu substituto ter caído nas graças da torcida,às vezes nos pegávamos imaginando a narração do Willy nos geniais lances do bruxo Ronaldinho Gaúcho ou na defesa de São Victor do Horto no episódio do "partiu Riascos"... Mas, a vida segue em frente, o que se há de fazer?

-" No momento em que recebi a notícia do "encantamento" do dono da voz do nosso tempo e da nossa nação, me dei conta de algo, que, de uma certa forma sabia: O quão "significante significava" aquela voz. Desde muito novo, ainda engatinhando na arte de torcer, e ensaiando as minhas primeiras aventuras pelo mundo futebolístico, já buscava a resposta para minha chama atleticana, na voz rouca, precisa, completa e impactante de Willy durante as transmissões dos jogos do Glorioso Clube Atlético Mineiro".

"-As narrações de Willy tornaram-se verdadeiro símbolo de uma nação... E a história do Clube Atlético Mineiro passou a se misturar e a se confundir com a história de Willy. Assim, como vários garotos de minha geração, sonhei durante muitos anos com gol feito por mim, vestindo a camisa do Galo, narrado pelo dono da voz da massa e ao final, o comentário de Abras sobre a jogada. Foram diversas as vezes que me perdi em meus pensamentos infanto-juvenis, e no mundo da imaginação eu mesmo narrava, imitando o Willy, um lance genial, feito por mim, em que a "bola ia para o barbante..."

-"O tempo passou, minhas aventuras pelo mundo do futebol não passaram realmente de meras aventuras pelo mundo do futebol. Mas, algumas coisas não mudam, e não mudarão, pelo menos dentro dos nossos corações e imaginações. Sempre imaginaremos, e transportaremos através de uma máquina do tempo chamado pensamento,  gol do Galo narrado pelo Willy e comentado pelo Roberto Abras. Acho que o meu pensamento, sobre as coisas terem voz, estava certo: Coisas, tempos, espaços, emoções e sentimentos têm voz, e Willy será eternamente a voz da Massa, a voz da Nação Atleticana, a voz dos injustiçados, a voz da alegria e da tristeza, a voz da raça, a voz da sabedoria, a voz mais completa. Acredito que até quando minhas limitações físicas me deixarem praticar o futebol e conseguir mandar a bola para o barbante dos goleiros nas peladas, sempre, pelo menos em minha cabeça, estes gols serão narrados pelo Willy Gonser..."

-" E mesmo quando o tempo me incapacitar de jogar as peladas, ou talvez esteja surdo ou mesmo, corroído pelo Alzheimer, bem lá no fundinho das minhas imaginações e as mais belas lembranças de uma velha criança que torce eternamente para o Galo, tenho a certeza que continuarei tendo os meus gols narrados e gritados pela voz rouca e inesquecível de Willy Gonser dizendo "é golllll!!!!... é golllll!!!!... é golllll!!!!... é do Galoooooooo..." WILLY FRITZ GONSER VIVE EM NOSSA MEMÓRIA!"

TRINCHEIRA: Caro César, seu texto cheio de emoção e tão carinhoso, sem dúvida, é homenagem mais que justa ao enorme amigo e narrador esportivo Willy Fritz Gonzer, uma profissional notável, inimitável e ser humano sem jaça e impecável. Obrigado pela colaboração.

 


Livre de vírus. www.avast.com.