sexta-feira, 11 de agosto de 2017

NEPOMUCENO QUER ATLÉTICO NO ESTILO 'GALO DOIDO


Para Nepomuceno( FOTO), característica fez time ganhar títulos nos últimos anos




Daniel Nepomuceno quer que Galo volte a jogar com intensidade como foi nas temporadas anteriores. O estilo 'Galo Doido' ganhou fama no Atlético em 2012, sob comando do técnico Cuca. Nos anos de 2013, com o próprio treinador, e em 2014, com Levir Culpi, a forma de jogar rendeu grandes conquistas, como a Libertadores e a Copa do Brasil. Após o 2016 de insucessos e muitos gols sofridos com o técnico Marcelo Oliveira (equipe foi  das mais vazadas do Brasileiro/2016, mesmo com a 4ª posição).
Daniel Nepomuceno contratou Roger Machado. O técnico gaúcho chegou pra mudar o jeito de jogar futebol.. Ele implantou o modelo de mais posse de bola, troca de passes e compactação. Não deu certo e foi demitido.
O principal motivo da demissão de Roger Machado foram as quatro derrotas em casa no Campeonato Brasileiro em oito partidas. Vencer dentro do Horto ou do Mineirão foi trunfo do Atlético nos últimos anos. Com a perda da identidade, o Galo virou presa fácil para os adversários e perdeu a confiança de seu torcedor. Por isso, o presidente Daniel Nepomuceno quer a volta do estilo 'Galo Doido' no clube.
"Para mim, o Atlético tem que voltar para a característica dele, que o fez levantar taças nos últimos anos", salientou o presidente atleticano.

Quando relembrou times passados, Nepomuceno foi questionado se o elenco atual tem jogadores com características para jogar desta forma e ele afirmou que sim. Ele citou como exemplo os meias-atacantes Luan, Valdívia e Otero.

"Eu vi jogos do Otero que ele jogou na frente. Todo mundo viu o Luan. O Valdívia jogou bem no último jogo. Vejo características parecidas com times do passado. Tiveram apagões inexplicáveis em partidas anteriores. A gente tem que ter controle, a gente perdeu jogos em casa, coisa que não acontecia nos últimos anos", completou.
Palavra do treinador
Antes da coletiva de Daniel Nepomuceno, quem falou com os jornalistas foi o técnico Rogério Micale. O treinador foi questionado sobre a volta do estilo 'Galo Doido' e teve um argumento contrário ao do mandatário alvinegro. Ele tratou mudança de estilo com cautela, lembrando que a forma de jogar já custou ao Atlético resultados em casa.

"Uma outra situação, o equilíbrio é você ter  equipe sólida quando estiver no ataque, que você não proporcione ao adversário o contra-ataque. Geralmente, as equipes adversárias sabem que, dentro de casa, nos expomos. Nós temos a fama do 'Galo Doido' e isso já nos custou alguns resultados em casa-" disse Micale, e seguiu:

-" Nós temos que estar cientes, no ataque, mas na marcação, sem deixar espaços de contra-ataques. Estivemos melhor boa parte do jogo. Sofremos, só no final, dois contra-ataques com mais dificuldades. Isso já é  evolução. Antes, íamos e oferecíamos o campo pro adversário contra-atacar. O tempo de trabalho é importante ; e você deve fomentar esse tipo de situação".

FLAMENGO NO CURRAL DO HORTO

Esta indecisão de onde mandar os seus jogos do Brasileiro, em Belô, se no Horto ou no Mineirão, também não é legal na busca do Galo por uma série invicta e que o tire de perto da zona do rebaixamento. O primeiro turno mostrou que os alvinegros não são mais temidos no Horto, onde o adversário cai morto. Pelo contrário, quem cai morto é o Galo Doido.
Houve uma decisão da diretoria pro time voltar a jogar apenas no Mineirão, porém aí veio o debacle contra os bolivianos: pela falta de dois gols ou mesmo de um só pra provocar a decisão nos pênaltis, o Galo foi chutado da Libertadores. Então, Nepomuceno decidiu que o Galo Doido só voltará a ser vencedor caso retorne ao Horto; e pega logo o Flamengo pela proa, neste domingo às 4 da tarde.

LÍDER DA SÉRIE B, COELHO RECEBE O LANTERNA NÁUTICO ESTA NOITE NO HORTO
AMÉRICA x NÁUTICO

América
João Ricardo, Zé Ricardo (Norberto), Messias, Rafael Lima e Giovanni; Ernandes, Juninho e Renan Oliveira; Matheusinho, Luan e Hugo Almeida
Técnico: Enderson Moreira

Náutico
Jeferson; David, Felipe Gabriel, Breno Calixto e Manoel; Amaral, Willian Schuster (Aislan), Diego Miranda e Bruno Mota; Erick e Gilmar
Técnico: Roberto Fernandes

Motivo: 20ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro
Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data e horário: 11 de agosto (sexta-feira), às 21h30

Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR/FIFA)
Assistentes: Rafael Trombeta (PR/CBF) e Eder Alexandre (SC/CBF)
hoje tem América x Náutico no Independência, à noite

MANO MEDROSO NÃO ESTRÉIA SEU MESSI PRA REFORÇAR CRUZEIRO DOMINGO EM SÃO PAULO

Argentino ficará emprestado ao Cruzeiro por 18 meses. Messidoro pertence ao Boca Juniors

O argentino Alexis Messidoro, de 20 anos, foi apresentado nesta sexta-feira pelo Cruzeiro. Cedido por empréstimo de 18 meses pelo Boca Juniors, o armador comentou suas características em campo e disse que sua estreia vai depender do técnico Mano Menezes. Ele aproveitou a coletiva e agradeceu aos compatriotas Lucas Romero e Ariel Cabral, que o ajudam no processo de adaptação.

Na primeira entrevista, Messidoro se mostrou tímido. O argentino ainda tem dificuldade com o português e precisou de tradução para entender a maioria das perguntas. Nas respostas, sempre frases curtas. O idioma ainda é obstáculo pro novo reforço celeste.

A última partida de Messidoro foi pelo Sport Boys, seu ex-clube, contra o Guabirá, pelo Campeonato Boliviano, em 15 de junho. Ele disse que deixa pro o técnico Mano Menezes a definição de sua estreia no Cruzeiro.
 "Quem tem que dizer é o técnico. Vou dar o melhor de mim em cada atividade e vou esperar a oportunidade",disse o armador.

O jovem atleta tem recebido ajuda dos argentinos do Cruzeiro para se adaptar a Belo Horizonte. "Agradeço a Lucas Romero e a Ariel Cabral, que  me ajudam muito, espero que se forme grande grupo", disse Messidoro.

Messidoro e Messi

O argentino foi perguntado a respeito da relação entre seu sobrenome e do craque argentino Messi. Segundo ele, uma coincidência. "Apenas uma parte do sobrenome, nada mais. E como sempre digo, Messi há um só e não haverá outro", disse.

O jogador do Cruzeiro é fã de Messi. Ele, inclusive, fez uma homenagem ao craque. Ramiro Lionel Messidoro, seu filho recém-nascido, recebeu o nome do astro do Barcelona.


Livre de vírus. www.avast.com.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.