sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

CAMISA 9 DO TIME DOS CARATINGUENSES LÁ NO PARAÍSO GANHOU DONO: MORREU PELÉZINHO.


CARATINGA - No dia anunciado da chegada de Pelézinho a Santa Terrinha, vindo de Ubaporanga, para se apresentar como novo contratado do EC Caratinga, eu estava zanzando pela Benedito Valadares, numa tarde quente, e de vez em quando dava aquela mãozinha lá na Papelaria Anselmo, e resolvi tomar um cafezinho no Café Nice. Quem me atendeu? Justo ele, o novo centroavante do Dragão. Arrumar-lhe este emprego para poder contratá-lo. Foi de total simpatia e de imediato surgiu imensa empatia entre nós.

Sorvendo o delicioso cafezinho do Nice e papeando com Wilson Pelé soube que ele jogaria no próximo domingo, ao meu lado, no time do juvenil do EC Caratinga, uma equipe de feras que ficou 50 jogos invicta. Aos 17 anos, da minha idade, Pelézinho seria testado no juvenil e se aprovado já ficaria no banco do amistoso à tarde no qual o time principal enfrentaria o Botafogo de Inhapim.  Pelézinho teve sucesso e ficou. Jogou muito tempo no Dragão e depois foi vendido por 300 mil junto com Nivral ao Cruzeiro.

Meu irmão Zito, que era o diretor de futebol , foi quem fez a transação e a cidade não falava em outra coisa.Eu estava perto de  transferir, também, para BH a convite de Hamilton Macedo, coordenador artístico da Rádio Itatiaia, e Dênio Moreira, narrador da Rádio Guarani. Segui o convite de Hamilton e fui estagiar na Itatiaia.

O time do Cruzeiro era bem forte, com Tostão, Dirceu Lopes, Evaldo, Marco Antônio, Piazza e um monte de atacantes; não sobrava espaço para Pelezinho. Então ele foi emprestado a URT de Patos de Minas para disputar o Campeonato Mineiro. Alguns anos depois, ele voltou ao EC Caratinga pra fazer dupla com  o impetuoso Baiano.

De outra vez que estive aqui, encontrei-me com ele na porta do Banco do Brasil e Pelézinho estava aposentado e doente. Teve tumor na próstata e fora operado. Segundo ele, topou fazer a cirurgia, pois o médico pegou a próstata doente e a jogou fora-"Estou sarado, e penso até em voltar ao futebol", afirmou.

Não deu, não. Soube hoje que o meu amigo de fé, Pelézinho, de memoráveis brigas noturnas com o impagável  MOAÇA havia falecido. Fiquei chocado, deprimido e até sem vontade de dormir.Eu gostava muito do prestativo NEGUINHO de Ubaporanga, que honrava a camisa do EC Caratinga, meu time do coração.

SHOW PRA VEGAS

Antes de receber a notícia triste do falecimento de Pelézinho fui ver o ensaio do Projeto Trem de Minas, com Natan, Ana Lígia e Eroni Mendonça, violão e teclado e voz nas músicas de Beto Guedes, enquanto uma coreografia especial de Vini Monteiro e Juliana Anselmo, coisa de outro mundo de tão belo, preenche o salão  e faz a plateia chorar.A apresentação será no Casarão das Artes, às 19h, desta sexta-feira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.