quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

TRINCHEIRA DO FLAVIO ANSELMO

JÁ ATÉ ACHO QUE OSWALDO DE OLIVEIRA ESTAVA CERTO, TUDO POR CAUSA DO JORNALISTA PAULISTA QUE CHAMOU GOLEIRO FÁBIO DE GORDO.

 

Olha aqui, pessoal das coletivas : vocês têm abusado da liberdade de imprensa, com opiniões cretinas e perguntas maldosas.  Pronto, pulei para o lado de lá e dou agora razão aos entrevistados nos últimos entreveros. Nesta quarta-feira, o goleiro Fábio soltou os cachorros pra cima de um jornalista paulista que opinou sobre sua ausência da Seleção porque está gordo. Disse Fábio, numa coletiva:

 

. "O cara não tem sabedoria. Nem sei quem foi, mas não tem sabedoria. Basta olhar minha história. Imagina se eu estivesse magrinho, então, puxa... Se eu gordinho todo mundo quer... Com todo respeito ao Jaílson, que não tem nada a ver com a história, mas o Jailson surgiu agora. Sou profissional há 20 anos. Só de grandes equipes, graças a Deus, mais de 15 anos como titular. O cara não tem sabedoria e conhece pouco de futebol", disse.

 

"O cara não sabe analisar profissionalmente. Leva muito para o lado pessoal ou estadual. Achando que porque está em São Paulo, porque está no Rio de Janeiro, é melhor do que estar em Minas. O cara tem que ver história. Deus já me justificou, infelizmente esse daí ainda vai ter oportunidade de falar bem. Para mim não muda nada. Isso desmerece o Cruzeiro pelo departamento de fisiologia e preparadores que têm. A história dos goleiros que passaram aqui... Desvaloriza tudo isso por causa de preferência de estado. O cara foi sem sabedoria, para não falar outro termo", complementou.

 

Jailson ganhou de Fábio na escolha dos comentaristas. Votaram no palmeirense, além de Spimpolo, os jornalistas Ricardo Martins e Alfredo Loebeling. Alexandre Praetzel e Ademir Quintino escolheram o goleiro cruzeirense. Na comparação dos times, o resultado foi 6 a 6.

 

Venceram Jailson (Palmeiras); Edilson (Cruzeiro), Edu Dracena (Palmeiras), Manoel (Cruzeiro) e Diogo Barbosa (Palmeiras); Tchê Tchê (Palmeiras), Felipe Melo (Palmeiras), Lucas Lima (Palmeiras), Thiago Neves (Cruzeiro) e Arrascaeta (Cruzeiro); Fred (Cruzeiro). Técnico: Mano Menezes (Cruzeiro).

 

C-7 VENCE DISPUTA COM NEYMAR

 

Neymar perdeu longe a disputa entre ele e Cristiano Ronaldo esta tarde em Madrid. O Paris Saint Germain até que saiu na frente, porém com o futebol mostrado pelos meninos de Zinedine Zidane no segundo tempo, o Real mereceu vencer e virou para 3 a 1.  C-7 marcou duas vezes e destemperou a partida. Aliás, como se esperava, um jogaço de qualidade e demoção.

 

FELIPÃO VEM AÍ.

 

O presidente fraco do Atlético decidiu voltar atrás e liberou a entrada de Léo Gomide na Cidade do Galo. Essas coisas bobas que cartola decide só para aparecer na imprensa. Quando aparece demais, levando porrada, volta atrás e piora sua situação junto à torcida e a mídia.

Ele voltou porque sabe que se mantiver tal postura draconiana o Galo vai fechar as portas para toda imprensa esportiva após a chegada de Felipão, nervoso e brigão. Que os deuses do futebol protejam esta classe privilegiada dos repórteres esportivos e sempre sujeita às intempéries do humor dos treinadores falastrões e metidos a bravo. Puta que pariu...


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.