quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

TRINCHEIRA DO FLAVIO ANSELMO

GALO DÁ UMA AULA DE CONTRA-ATAQUE E GOLEIA BOTAFOGO NA PARAÍBA: 4 A 0

 

Se você não acompanhou pela Globo nesta quarta-feira à noite, a goleada do Atlético sobre o Botafogo-PR, no Estádio Almeidão, em João Pessoa, perdeu uma verdadeira aula de como jogar futebol moderno, defendendo bem e atacando em velocidade. A aula durou 45m exatos, sem qualquer acréscimo da arbitragem, no segundo tempo. Isso porque na fase inicial , o Botafogo conseguiu segurar o Galo que teve apenas paciência e bom toque de bola, mas ninguém no meio-campo que fizesse a ligação rápida de contra-ataque.

Porém foi numa jogada típica que o Atlético abriu o marcador aos 27m. Otero recuperou uma saída de bola dos locais e em velocidade foi ao fundo, cruzando na medida para a cabeçada de Roger Guedes, sem chance de defesa do goleiro Edson: Galo 1 a 0.

No segundo tempo, o jovem Thiago Larghi, treinador interino que já merece ser efetivo, mexeu com acerto ao colocar Casares no lugar de Erick, que não vinha bem. Aos 15m, foi marcado o segundo gol, num rápido contra-ataque, puxado por Otero, que lançou Elias. Com ligeiro toque, deixou Casares na frente da meta. Casares driblou dois, e com simples toque mandou a bola às redes: Atlético 2 a 0, golaço de Casares.

O terceiro gol foi anotado por Ricardo Oliveira, ainda num contra-ataque puxado por Roger Guedes, aos 31m. A bola foi a Otero, que em mais uma assistência notável, colocou o centroavante na cara do goleiro Edson. Com o faro de artilheiro que não brinca em serviço, Ricardo Oliveira tocou de chapa de pé direito no canto de goleiro e marcou 3 a 0, com incrível facilidade.

Apesar de filme repetido, o quarto gol foi de rara beleza, pela velocidade usada por Otero e pelo passe na medida pra Luan, que entrara no lugar de Roger Guedes e manteve os episódios dos contra-ataques como fazia o titular. Luan emendou da entrada da área, de primeira, e fez o placar final no Almeidão, despachando o Botafogo-PR da Copa do Brasil: Atlético 4 a 0. O próximo jogo do Galo será contra o Figueirense, no Estádio Orlando Scarpelli, em Santa Catarina na próxima quarta-feira. Nesta fase acontecerá duas partidas e a segunda entre Atlético x Figueirense será dia 14 de março, em Belo Horizonte.

Após a partida, o atacante Roger Guedes comentou que "-a boa atuação do Atlético nos contra-ataques teve o dedo do técnico Thiago Larghi, além do que  a gente vem se entrosando, e soubemos usar a velocidade como ele orientou e pediu. Deu certo."


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.