segunda-feira, 26 de março de 2018

O DONO DO AZUL NO MINEIRÃO FOI THIAGO NEVES!!!

  

QUEM AZULOU O MINEIRÃO DOMINGO FOI  THIAGO NEVES. HEITA MENINO BOM DE BOLA!

 

Festa azul na Pampulha.

Tá bom! O Cruzeiro manteve neste domingo a rotina de dar alegria à China Azul no Mineirão.

 

Invicto no Gigante da Pampulha e no Campeonato Mineiro em 2018, o Azulão entrou em campo com a vantagem de poder até perder pro Tupi, porém fez mais do que isso.

 

Inspirado em Thiago Neves, venceu apertado, cheio de sustos, por 2 a 1.

 

O dia era de Thiago Neves:  teve a melhor atuação pelo Cruzeiro em 2018. Marcou dois gols e, foi roubado pelo assistente Gabriel Conti Viana no seu direito de pedir música no intragável Fantástico.

 

Aos 42 m do primeiro tempo, ele recebeu em posição legal, chutou por cobertura e marcou  golaço, que foi invalidado equivocadamente  

 

Neste lance ficou bem claro o seguinte: os árbitros de fora, com raríssimas exceções são tão fracos e ruins como os de casa.

O principal responsável pelo azulamento do Mineirão foi o experiente Thiago Neves , bom de bola desde quando saiu do ovo, marcou o primeiro gol após tabelar com Robinho.

Depois teve mais três lances que, fatalmente, terminariam nas redes, mas  foi roubado pelo auxiliar Gabriel Conti.

Num deles, o bandeirinha tirou aquele que seria o segundo gol de Thiago. Por sinal, golaço.

Se já dava aquele show individual, Thiago Neves  deu a vitória também ao time e à China Azul, aos 35 minutos. E de cabeçada, num cruzamento de Egídio. Menino assombroso este Thiago

Thiago Neves não precisa de nenhuma apoio da mídia para ser titular. Todavia, Dedé precisa. Ficou na reserva de Léo, que voltou e ocupou a zaga central, injustamente.

Também Lucas Silva precisa do apoio externo, pois o Mano Meneses, cabeça de jiló, deixa-o no banco e entra com Lucas Romero. Poderia formar dupla com Lucas Silva, bem superior ao tal argentino Ariel.

No ataque, como centroavante, face à ausência de Fred, lesionado, não o que discutir: a vaga é do garoto Daniel.

DETALHE VAI DECIDIR

Mano Meneses, gaúcho, não sabe com certeza que os clássicos Atlético e Cruzeiro são decididos nos detalhes.

Que olhe e examine bem o meio-campo do Galo, adversário de domingo, com Adilson, Casares e Elias, mais o apoio de Otero. Como se movimenta e ocupa as áreas boas todas no gramado: no ataque e na defesa.

E é conversa fiada discutir sua qualidade de apoio, pois seriam quatro brucutus. Ledo engano. Adilson tem ótima qualidade de desarme e vem destacando-se no apoio com bons passes.

Casares dispensa apresentações. Tem armado, lançado bem e feito gols em jogadas individuais. Elias surpreende, também. Longe de ser aquele marcador implacável, tem aparecido em todas as faixas do gramado e feito gols decisivos. Otero é só cobrador de faltas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.