terça-feira, 13 de março de 2018

ORO POR SEU ESPÍRITO


Posso fazer uma pergunta

a quem sustenta a fé agora?

-"Claro, faça e depois desfaça".

-Como comprovar à alma sua individualidade

Visto que não tem mais corpo material?

-"Bobagem. Deus coloca pra Alma o fluído

que lhe é próprio,  na estratosfera

do seu planeta fora da Terra".

-"E o mais importante: guarda a aparência

da última encarnação e a inocência

que nela existia no momento da  partida:

é  seu perispirito."

 

Mexeu comigo!

Se voltares na mesma feição,

linda de corpo, olhos verdes,

pintas escorrendo corpo abaixo,

sei lá como te receberei.

Mas vou receber!

Estou descontrolado por tua ida,

e receber-te de volta como estavas

num momento de nossa grandeza,

preciso ter força e terei.

 

A Alma nada levou consigo desse mundo

senão a lembrança e desejo de ir

para o mundo melhor, sem dor.

Lembrança cheia de doçura,

ou de amargor,

conforme o uso que ela fez da vida.

 

A vida do Espírito é que é eterna.

A do corpo é transitória e passageira.

Quando o corpo morre, a Alma retoma

a vida eterna.

Tu me dizes:

-"se me quiseres de volta,

do jeito que sou, eu vou."

 

Eu te quero de qualquer jeito.

 

Para recuperar o Espírito bom,

o tempo escasso e perdido

que, por acaso, tivemos.

 

O quê sucede à Alma no instante da morte?

Eu te perdi após a morte do corpo?

-"Não, não perdeu. Subiu aos céus também,

só que em Espírito diante de tanta tristeza,

E deixou sua Alma  à solta."

No caso da morte dela,  a Bela volta

a ser Espírito,  volta ao mundo

dos Espíritos , Mundo Profundo!

Donde se apartou momentâneamente.

 

A Alma não perde sua individualidade,

jamais perde, pois o que seria ela

caso não a conservasse.

Sem corpo material recebe o fluído

que lhe é próprio, haurido na atmosfera,

guardando a aparência da última encarnação:

seu perispírito.

 

 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.