sexta-feira, 16 de março de 2018

TRINCHEIRA DO FLAVIO ANSELMO

O QUE ACHA DESSE PESSOAL QUE TEM ATACADO A CBF, EM BUSCA DE SEUS COFRES VAZIOS?
Responderia esta pergunta, se lhe feita, o meu ídolo Stanislaw Ponte Preta: " Não acho nada, que achou algo um dia, foi achado e nunca foi achado mais."
Caboclo, quem é Rogério Caboclo?
Sabe-se que ele é o atual Diretor Executivo de gestão da entidade.
E daí,  é algum Bebeto de Freitas, em competência?
Tem competência pra ser Presidente da CBF, em substituição  ao deplorável Marco Polo Del Nero?
E o que faz lá, também, o ex-presidente da FMF, Castellar Netto, cuja passagem pela entidade mineira não deixou nenhuma marca?
Porque o deputado federal, Marcelo Aro, da turma de Cunha na Câmara, conseguiu uma vice-presidência na CBD e baita salário?
Como Marcelo Aro continua de mando na FMF e pra colocar na presidência seu irmão mais velho Adriano na vaga de Castellar?
Eleição feita pelo perigoso sistema da aclamação. Cruzes?
Dos oito vice-presidentes, quatro representam regiões do País, além de Castellar do Sudeste. Só não há representa direto do Centro-Oeste.
O coronel Nunes - coisa do militarismo exarcebado que assumiu a intervenção no Rio de Janeiro - é o presidente interino da CBF.
Segunda-feira passada, na convocação para os amistosos contra Rússia e Alemanha, perguntaram para o Tite o que achava das manobras sujas para eleger Caboclo.
Tite olho de revés e retrucou: "Eu não gostaria de receber esta pergunta, pois o momento não é propício". Ou seja, já misturam Seleção com a política porca dos bastidores da CBF.
TRINCHEIRA: Da parte deste filho do Sodico e de dona Geralda, enquanto mordisco uma goiaba vermelha de Rio Casca, perguntado o que achava, respondi: "Não acho nada; o último que achou algo no Brasil sumiu, e nunca mais foi achado"!!!!



trincheira 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.