sexta-feira, 9 de março de 2018

TRINCHEIRA DO FLAVIO ANSELMO

BH IMITA RIO E SÃO PAULO: MORADORES PROTESTAM E TACAM FOGO EM DOIS ÔNIBUS

 

 Dois ônibus foram incendiados do fim da noite desta terça-feira até a madrugada da quarta-feira em Belo Horizonte. Em um dos ataques, o cobrador não conseguiu sair a tempo e se feriu. O coletivo que fazia a linha 314 (Estação Barreiro/Estação Diamante) foi queimado no bairro Santa Helena, na Região do Barreiro, no fim da noite desta terça-feira. Os bombeiros tiveram que aguardar o desligamento da rede elétrica por causa do risco de choque pra iniciar o combate ao fogo. Somente depois que os funcionários da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) chegaram foi possível fazer o rescaldo.

 

Vídeos enviados por moradores mostram o momento em que o ônibus era consumido pelas chamas, na Rua Maria Amélia Melo, no bairro Santa Helena. É possível ver a linha de fogo no chão. Segundo os bombeiros, as chamas se alastraram depois que o óleo vazou na pista. Um poste foi destruído e vários fios foram queimados. Uma árvore, o portão e o interfone de uma casa também foram atingidos.

Testemunhas contaram à polícia que quatro pessoas esperavam o ônibus no ponto quando dois homens entraram e mandaram o cobrador e o motorista descerem.

 

"Deu sinal no ponto, como passageiro normal. Um chegou na porta da frente, com a mão debaixo da blusa, simulando estar armado e mandou descer. Desce, desce"'. E já veio com o galão de gasolina", contou o motorista. O trocador se queimou, mas não corre risco de vida.

 

De acordo com o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belo Horizonte (Setra-BH), só neste ano, 14 ônibus do sistema de transporte coletivo urbano foram queimados. É o maior número em um mesmo ano desde 2010, conforme a entidade. 

 

No bairro São Gabriel, na Região Nordeste, o micro-ônibus que fazia linha suplementar também pegou fogo durante a madrugada. O veículo estava estacionado e várias peças foram queimadas. Depois que os bombeiros começaram a apagar o fogo o veículo acabou descendo sozinho na rua e bateu no muro de um lote vago.

 

Os bombeiros disseram que as chamas eram altas e não deu tempo nem de fazer o calço pra evitar a descida do micro-ônibus. Logo em seguida, eles fizeram o rescaldo. A polícia suspeita que o incêndio tenha sido criminoso. Ainda não se sabe o que motivou os ataques. Nenhum suspeito foi preso.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.