segunda-feira, 9 de abril de 2018

BATE, BATE CORAÇÃO, QUERO MAIS EMOÇÃO


QUANDO ESTA ÂNSIA DE  AMOR IMPERA
(Flavio Anselmo - abril/18)


Falar com você, descobrir você
amar você, olhar você de perto
É como estar com sede e fome,
perdido num quente deserto,
longe do Oasis salvador.

Descubra  moça bonita de olhos verdes,
cujo pranto diário os água
e acendem mais o verde,
cor da mata ideal para fuga.

Fuja, afinal   o penhor dado ao destino
Foi de longe o seu maior desatino
como  qualquer mocinha apressada.
Coisa da idade!

Você não penhorou a alma ao Senhor do céu,
em troca de imediata felicidade
Mas aos Senhores da Terra,
falsos profetas do imediatismo florido
que conhecem   bem  seus arroubos infantis
que num amor imediato e impossível
no  espírito aventureiro da época você enterra.

Sei que aquele não ata, nem desata de então
nem escrava, nem  senhora, apenas ansiosa
 embora a pressa do amor menino assim exija
 junto com o dono de seu coração - que  tortura!
Seja a trilha da abertura,
de entrada da chuva de aditivo molhado
pelo suor e orientado pelos desejos
Você o receba  e precisa como  lenitivo,.
para minimizar a fuga do preconceito
que a prende de qualquer jeito
Nos braços desses senhores,naquele instante.

Todos julgam tudo por mal feito,
até o simples beijo de pura emoção.
Nada lhe é tão fácil, Mocinha de olhos verdes,
pois a soma das ânsias  forma forte dique
 E impede a vazão.
Segura o sangue nesse coração
que já  nem bate em ritmo de perdão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.