segunda-feira, 23 de abril de 2018

DE FUTEBOL RUIM CRUZEIRO PERDE DO FLU NO MARACANÃ

CAMPEONATO BRASILEIRO

Com futebol ruim e um a mais, Cruzeiro perde do Fluminense e entra na Zona do Rebaixamento, sem pontuar no Brasileiro
O Cruzeiro repetiu os erros dos últimos compromissos, voltou a mostrar falta de repertório na criação das jogadas, e perdeu para o Fluminense por 1 a 0. O Flu teve jogador expulso aos 15' do primeiro tempo. Gilberto foi expulso pelo árbitro Flávio Rodrigues de Souza por chutar a cabeça de Sassá.

Pedro, em posição de impedimento, marcou o gol do triunfo do Tricolor. Foi o segundo duelo em que o time de Mano Menezes saiu derrotado por times com menos jogador,  no Campeonato Brasileiro. Na estreia, contra o Grêmio, também perdeu por 1 a 0 no Mineirão, e o time de Renato Gaúcho teve jogador expulso no início. O clube amarga a 18ª colocação na tabela, zona de rebaixamento. 

Apesar da situação na Série A, o Cruzeiro agora muda o foco da preparação. Precisa vencer para seguir sonhando com classificação às oitavas de final da Libertadores: a Raposa recebe a Universidad de Chile na quinta-feira, às 19h15, no Mineirão.

O time celeste tem responsabilidade de vencer por dois gols de diferença se quiser assumir a segunda colocação do Grupo 5.  O próximo compromisso pelo Brasileirão é contra o Internacional, domingo, dia 29, às 19h, no Beira-Rio.  Céus que maratona gelada.

O jogo do Maracanã

Embora sem chances claras de gols até a metade da etapa inicial, Fluminense e Cruzeiro deram velocidade ao jogo no Maracanã, especialmente até os 25'. Com poucas faltas e muito toque de bola, as equipes se estudavam para encontrar o melhor espaço por onde  avançar.

O time de Mano Menezes era melhor e tinha mais posse. Aos 15', Gilberto chegou por trás e colocou o pé na cabeça de Sassá:  falta forte no círculo central do campo. O árbitro Flávio Rodrigues de Souza expulsou o lateral do Tricolor.

A partir daí, o domínio do Cruzeiro se intensificou, apesar de não ter resultado em chance clara de gol. Abel Braga reorganizou seu time com duas linhas de quatro e deixou o atacante Pedro isolado no setor ofensivo. O Fluminense não finalizou uma vez sequer na primeira etapa.

O planejamento para o segundo tempo seria corrigir justamente essa falha. Mano promoveu a estreia de David, contratado ao Vitória no início da temporada ; sua principal  característica é a finalização, mas não deu qualquer chute a gol. Mas logo no terceiro minuto do segundo tempo, o Fluminense abriu o placar em sua primeira finalização no jogo.

Sornoza cobrou falta, Gum desviou, e Pedro, em posição de impedimento, marcou. 1 a 0, com a cara..
O Cruzeiro ligou o botão do tudo ou nada e partiu para cima depois do gol. Repetindo a falta de repertório dos últimos jogos, porém, se dedicou a chegar na intermediária e cruzar bola na área. 

Com certa apatia, o Cruzeiro  buscou criar oportunidades, encontrava a área do Fluminense preenchida por defensores, e não finalizava. O Fluminense, com menos se segurava da forma que conseguia e puxava contra-ataques na medida em que a Raposa desperdiçava suas chances.

O fim de jogo comprovou a falta de criatividade do time de Mano Menezes. Foram cruzamentos e mais cruzamentos na tentativa de uma finalização pelo alto, mas nada feito: Fluminense 1 x 0 Cruzeiro, e o time celeste que não pontuou, ainda, entrou na zona do rebaixamento.E se continuar com  Mano Meneses na direção técnica cai mesmo para a Série B.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.