segunda-feira, 2 de abril de 2018

DERBI (SIC) PAULISTA TEVE DE TUDO: DEDO NAQUILO, AQUILO NO DEDO, CUSPARADA E BRIGAS NO GRAMADO E NAS ARQUIBANCADAS

TRINCHEIRA DO FLAVIO ANSELMO

O árbitro do derby - isso é coisa feia, criada por paulista, pois não é corrida de cavalos - do último sábado entre Corinthians e Palmeiras, na Arena Corinthians, que terminou em 1 a 0 para os visitantes, Leandro Bizzio Marinho, publicou no site oficial da FPF (Federação Paulista de Futebol) a súmula em que explica, principalmente, as expulsões de Clayson e Felipe Melo.

De acordo com Marinho, o volante Felipe Melo se excedeu ao segurar o rival pelo pescoço após uma grande discussão, no final da primeira etapa. O jogo valeu pela ida na decisão do Campeonato Paulista.

"Por revidar à agressão sofrida pelo seu adversário, Sr Clayson Henrique da Silva Vieira, número 25 do Sport Club Corinthians Paulista, segurando o mesmo pelo pescoço utilizando de força excessiva, o Sr. Felipe Melo, foi expulso." que se justificou assim: "cabe informar que o fato ocorreu fora da disputa de bola e com o jogo paralisado".

"Por desferir dois tapas com força excessiva em seu adversário Sr Felipe Melo de Carvalho, número 30 da equipe Sociedade Esportiva Palmeiras foi expulso.; o primeiro tapa,acerta o braço direito do mesmo, e o segundo não o atinge. Situação essa ocorrida fora da disputa de bola e com o jogo paralisado", escreveu, agora acerca de Clayson.

Mas não foi só dentro das quatro linhas que o dérbi (SIC) se mostrou palco de confusões. Nas arquibancadas, parte da torcida do Corinthians também foi citada na súmula de Marinho, que relatou o copo arremessado e até mesmo cusparadas em direção a jogadores do Palmeiras e ao trio de arbitragem.

O atacante Lucca também foi outro que se envolveu em confusão, desta vez nos túneis que levam ao vestiário da Arena Corinthians, com o auxiliar do técnico Roger Machado, Roberto Ribas.

"Fui informado pelo Fiscal da partida Sr Sidney Roberto da Silva Rg 16224922-6 , quando o atleta da equipe do Sociedade Esportiva Palmeiras Sr Felipe Melo de Carvalho descia a rampa de acesso para os vestiário após ter sido expulso do campo de jogo , foi arremessado  copo plástico pela torcida mandante em sua direção, não o acertando..

-"Também pelo mesmo Fiscal da partida, fui informado que, após o término da partida, enquanto as equipes se dirigiam aos vestiários, na rampa de acesso, houve uma discussão entre o atleta da equipe mandante Sr. Lucca Borges de Brito e o auxiliar técnico da equipe visitante Sr. Roberto Lampert Ribas, onde ambos precisaram ser contidos por pessoas que estavam próximas no momento do ocorrido. Ressalto que, além da informação feita pelo fiscal, o mesmo mostrou-me o vídeo do fato acima descrito".

-"Fui Informado pelo Delegado da partida Sr Walter de Lima Coelho Junior Rg 41298971-2 ,que após o término do 1º. tempo, quando os atletas da equipe da Sociedade Esportiva Palmeira se dirigiam na rampa de acesso para seu vestiário , receberam cusparadas da torcida da equipe mandante e, no momento em que a equipe de arbitragem se dirigia ao vestiário, na rampa de acesso, a mesma também foi atingida por cusparadas".

-"Na saída do 2. tempo (final do jogo), no momento em que os jogadores da Sociedade Esportiva Palmeiras se dirigiam ao vestiário na rampa de acesso , foram arremessados pipocas e cusparadas na direção dos atletas e na arbitragem pelos torcedores da equipe mandante", escreveu.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.