domingo, 22 de abril de 2018

GALO VOLTA AO TERREIRO IMPOSSÍVEL E CONSEGUE SUA PRIMEIRA VITÓRIA NO BRASILEIRÃO

GALO CHUTOU PARA ESCANTEIO A MÁ FASE E VENCE VITÓRIA NO HORTO POR 2 A 1.

 

O Atlético deu pontapé na sequência de quatro jogos sem vitória. Na tarde deste domingo, no Independência, o Galo bateu o Vitória, por 2 a 1, e somou os primeiros pontos no Campeonato Brasileiro. As apostas feitas por Thiago Larghi surtiram efeito. Gustavo Blanco, que ganhou a vaga de Elias, foi dos destaques da partida. Ele fez o cruzamento do primeiro gol, marcado por Ricardo Oliveira.

Roger Guedes, que criticado pelo torcedor, teve nova chance e marcou o segundo gol, após cruzamento de Ricardo Oliveira. No fim, Gabriel fez contra após disputa aérea na área alvinegra.

 

Thiago Larghi apostou em Blanco, em franca ascensão, no lugar de Elias, que vinha em queda de produção. O volante se destacou com boas chegadas ao ataque, bem como no lance do primeiro gol, e bons desarmes. Roger Guedes também esteve bem, com velocidade pelo lado esquerdo, boas chegadas e presença decisiva pra garantir a vitória alvinegra.

O Atlético volta a campo no próximo domingo, às 16h, contra o Corinthians, no Independência, pela 3ª rodada do Campeonato Brasileiro.

 

O Atlético entrou em campo com novidades. Gustavo Blanco e Roger Guedes foram confirmados no time titular. Como prometido, Thiago Larghi mudou o esquema tático. Quem perdeu espaço foi Elias, que começou o jogo contra o Vitória no banco de reservas. 

 

O Atlético controlou o  primeiro tempo. No início, no entanto, teve dificuldades para criar devido à marcação do time baiano. Vagner Mancini colocou seus homens para marcarem no campo de ataque e forçou o time de Thiago Larghi a tocar a bola para trás e tentar lançamentos longos. Restou ao Galo apostar na movimentação, principalmente de Gustavo Blanco e Otero.

 

E foi numa dessas jogadas em velocidade que o Atlético abriu o placar, aos 20. Fábio Santos lançou Gustavo Blanco, posicionado na ponta esquerda. O volante girou, olhou para a área e fez cruzamento perfeito para Ricardo Oliveira subir livre e cabecear para o fundo do gol de Caíque: 1 a 0.

 

Após o gol, o Atlético passou a encontrar mais espaços, enquanto o Vitória apostava na jogada aérea para tentar o empate. E quem esteve mais perto do gol foi o Galo. Otero acertou o travessão em finalização de fora da área. Na sequência, Blanco recebeu e chutou para grande defesa de Caíque (a bola bateu na trave logo depois). No fim, ainda deu tempo para Otero acertar a trave outra vez em chute de fora da área.

 

Aos poucos, as chances foram aparecendo. A mais clara delas surgiu aos 23'. Blanco errou o passe, Neílton avançou em velocidade, deu linda caneta em Gabriel e finalizou com  perigo. Quando parecia melhor, o Vitória levou novo golpe. Ricardo Oliveira roubou a bola de Kanu, avançou pelo lado esquerdo e cruzou para Roger Guedes dar leve toque, por baixo do goleiro Caíque, e ampliar: 2 a 0.

 

Teve tempo ainda para a estreia do volante Matheus Galdezani, reforço que chegou do Coritiba. No lance seguinte, o Vitória diminuiu. Após falta cruzada na área, Gabriel disputou pelo alto e acabou marcando contra: 2 a 1 e vitória do Galo no Independência. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.