quinta-feira, 31 de maio de 2018

O MELHOR REMÉDIO PARA CURAR ÂNSIAS

CURA DE ÂNSIAS
(MAIO-2018)

Antes que o sono chegue.
Nas formas que a noite traz.
Fale comigo, converse comigo.
Se quiser rezar, reze, serei seu abrigo,
a minha sofreguidão, sua oração.
Se quiser virar para o canto
tímida, e falar sozinha, faça.
Serei o buraquinho na parede a ouvi-la.

Converse comigo através dos pirilampos
Que trombam com a janela,
Pedindo para entrar no quarto.
Deixa a luz acesa, e conversa comigo
pelos raios que seus olhos criam
a cada piscadela de sono,
Veja-me no reflexo do silencioso espelho.
Ou no porta-retratos que nem é meu.
Pode apagar a luz, mesmo que vire breu.

Na total escuridão pela calma zelarei
e por seu aconchego velarei
 que possa falar em paz comigo.
Consulta seu coração,
como se dentro eu estivesse,
acalenta seu corpo suplicante,
dê-lhe o que pede, com a força
da minha presença no pensamento.

Presente estarei nas cura de ânsias suas
nas angústias reprimidas,incontidas
nos desejos do corpo cicatrizado.
Conversa comigo, durma satisfeita,
a seu lado, deitado, eu estarei.


Não há cura melhor para essa dor
que sufoca a alma;
nem pra ansiedade
que afugenta a calma,
 e traz a insônia sem piedade,  
A cura vem na boa conversa,
ao pé do ouvido, muito amor
Amor que luta para não dormir,
ficar bem acordado
ao seu lado - amor recalcitrante.
Apesar de estarmos
tão longe - aparente.


terça-feira, 29 de maio de 2018

CRUZEIRO ESTÁ PRONTO PARA O PALMEIRAS E FABIO ESTÁ PRONTO PARA TAFAREL

 

CRUZEIRO FECHA PREPARAÇÃO PARA PEGAR PALMEIRAS NESTA QUARTA-FEIRA, E FABIO FALA DE TAFFAREL

 Num ambiente de festa com os bons últimos resultados do time no Brasileiro, na Copa do Brasil e na Libertadores, os  jogadores do Cruzeiro promoveram rachão disputado na Toca da Raposa encerrando os preparativos para o jogo desta quarta-feira à noite, contra o Palmeiras, no Mineirão.

 O goleiro Fábio,  com 770 jogos, o jogador com  o maior  número de partidas vestindo a camisa do Cruzeiro na história do clube era o mais animado pois fora incentivado a comentar as declarações de Cláudio Taffarel, preparador de goleiro da Seleção Brasileira, sobre os motivos de sempre se esquecerem de convocar Fábio, apesar da excelente fase.

Segundo Taffarel,  goleiro tetracampeão do mundo e hoje preparador da Seleção Brasileira, teve bastante repercussão na Toca da Raposa II. Durante preparação para a Copa do Mundo, ele foi indagado na Granja Comary sobre a ausência de Fábio, do Cruzeiro, na Copa do Mundo.

 

E foi direto: 'Tem goleiros melhores do que ele'.

 

Nesta terça, Fábio falou pela primeira vez sobre o comentário de Taffarel e evitou polêmicas.

-"É a opinião dele. O importante pra mim é ter o reconhecimento do Cruzeiro, do torcedor, a imprensa que reconhece o que faço ao longo dos anos. A opinião dele só me motiva a trabalhar mais cada vez dentro do Cruzeiro, onde sou feliz e onde eu me dedico dia após dia".

 

Para o Mundial na Rússia, o técnico Tite chamou três goleiros. Alisson, da Roma, é o atual titular na Seleção Brasileira.

Éderson, do Manchester City,reserva imediato. O terceiro convocado foi Cássio, do Corinthians. 

O goleiro relacionado por Tite na lista de suplentes é Neto, do Valencia, da Espanha.

 

A última convocação de Fábio pra Seleção Brasileira foi justamente por Mano Menezes, seu atual treinador no Cruzeiro.

A convocação aconteceu em setembro de 2011 para amistoso contra Gana, em Londres. Foi a terceira convocação de Fábio, que teve companhias do titular Júlio César, então na Inter de Milão, e de Jefferson, do Botafogo.

 

Desde então, Fábio  é especulado na Seleção Brasileira em diversos momentos. Entretanto, ele nunca recebeu oportunidade. Fábio, de 37 anos, é o jogador com mais número de partidas vestindo a camisa do Cruzeiro na história: são 770 (de 1999 a 2000 e 2005 a 2018).

 

COELHO TREINA PARA O TIMÃO SEM DOIS TITULARES IMPORTANTES

 Enderson Moreira orientou treino tático e atividade de ataque contra defesa nesta terça-feira, porque leva confiança em novo esquema que possa parar o ataque do Corinthians, quinta-feira, em São Paulo, valendo pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro.

0 América treinou novo esquema tático nesta terça-feira, no CT Lanna Drumond. O técnico Enderson Moreira comandou treinamento tático em campo reduzido.

O atacante Rafael Moura e o meio-campista Ruy foram as ausências, mas  não preocupam para o jogo de quinta-feira, às 18h, contra o Corinthians. Os desfalques certos são o goleiro João Ricardo, o zagueiro Lima e o meia Matheusinho, que seguem em tratamento no departamento médico.


OTERO CHORA E VAI EMBORA; ROGER GUEDES TODO RISONHO, FICA

 

GALO JOGA LOGO À NOITE NO RECIFE CONTRA SPORT SEM O GARÇOM OTERO, NEGOCIADO COM FUTEBOL DA ARÁBIA.

 

 

Para o compromisso desta quarta-feira, no Recife, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro, o Atlético já não vai contar com o maior "garçom" do ano em seu time;  com nove assistências, Rômulo Otero é o nome do momento no Galo, além de marcar quatro gols. Apelidado até de "Rei das Bolas Paradas", pela eficiência de seus chutes nas cobranças de escanteio e nas faltas fora da área. Otero vai jogar no Al-Wehda da Arábia Saudita que recentemente contratou Fábio Carille ex-técnico do Corinthians.

Apesar da perda, o diretor de futebol Alexandre Gallo se disse 'tranquilo'. e prometeu peça de reposição 'à altura' do meia venezuelano.

 

Gallo afirmou que a negociação, ainda,  está em andamento,  que não foi finalizada. -"A gente está tranquilo em relação a isso. Efetivamente, quando tivermos certeza, iremos passar para todos vocês, inclusive para a nossa torcida. Já estamos em busca de reposição à altura de atleta importante, bom jogador.", disse Gallo, em pronunciamento feito na tarde desta terça-feira, na Cidade do Galo.

 

O Al-Wehda, que recentemente tirou o técnico Fábio Carille do Corinthians, se interessou em comprar Otero em definitivo. No entanto, o clube saudita não chegou aos valores pedidos pelo Atlético.

 

A oferta máxima do Al-Wehda chegou a 8 milhões de euros (R$ 34 milhões), enquanto a direção do Galo pediu 10 milhões de euros (R$ 43 milhões) por 100% dos direitos. Diante do impasse, os árabes ofereceram 5 milhões de euros (R$ 21 milhões) pelo empréstimo de 12 meses, com opção de compra por mais 6 milhões de euros (R$ 26 milhões) ao fim do vínculo temporário.

 

A necessidade de reforçar o elenco do Atlético já foi exposta publicamente pela diretoria. Recentemente, o técnico Thiago Larghi admitiu que espera três ou quatro contratações caso não houvesse saídas de jogadores ou lesões mais graves. A prioridade são atletas para o setor ofensivo.

 

OTERO CHORA NA DESPEDIDA

 

Otero tinha várias razões para chorar ao se despedir dos companheiros na Cidade do Galo. Vai ganhar dinheiro bom no Al-Wheda, da Arábia Saudita, porém  não terá o carinho e apoio da torcida como teve junto à Massa atleticana e, por seu espírito alegre, simpático, criou clima de amizade com os demais companheiros de elenco e funcionários do clube.

No auditório do CT do Galo, ao lado do técnico Thiago Larghi, Otero se dirigiu aos companheiros de elenco em agradecimento. Ao voltar para o seu lugar nas cadeiras, não conseguiu segurar e chorou cascata de lágrimas.  


Otero foi emprestado até o fim de maio de 2019, e o clube árabe terá a opção de compra do seu passe. O Atlético receberá 5 milhões de euros (R$ 21 milhões) pelo vínculo temporário, e mais 6 milhões de euros (R$ 26 milhões) caso o Al-Wheda decida pela aquisição.

Otero tem vínculo definitivo com o Galo. Depois de contratá-lo por empréstimo ao Huachipato, do Chile, em 2016, o Atlético fechou a compra de 50% dos seus direitos por US$ 1,5 milhão em abril do ano passado. O valor aproximado em reais foi de R$ 4,5 milhões. Os chilenos são detentores da outra metade dos direitos.

Um dos principais nomes do Atlético, Otero fez 101 jogos pelo  Galo e se destacou não só por 21 gols, mas por 15 assistências no período. Este ano, foram quatro gols em 28 partidas.

 

OTERO FOI EMBORA MAS ROGER GUEDES FICA

 

Se a torcida encarou como barcaça cheia para aliviar financeira o clube, o diretor Alexandre Galo desmentiu a saída do atacante Roger Guedes, destaque do Atlético no Campeonato Brasileiro. Vai ficar até o fim da temporada. Gallo afirmou, ainda, que conversou com o diretor de futebol do Palmeiras, Alexandre Mattos, e ouviu a promessa de que o jogador não será vendido nesta janela de transferências.

 

Na noite dessa segunda-feira, uma fonte revelou que o Al-Hilal, da Arábia Saudita, havia oferecido 9 milhões de euros (R$ 39 milhões) ao Palmeiras por Roger Guedes.  O passe de Roger Guedes está "fatiado" entre Palmeiras (25%) e Criciúma (75%). O Galo receberia 10% de uma transação por taxa de vitrine, pois tem contrato com o atacante até dezembro. O clube paulista tem os direitos federativos e autonomia para bater o martelo.

 

Outros nomes do Atlético,  envolvidos em especulações nos últimos dias, são:  os  zagueiros Gabriel e Bremer, os volantes Elias e Matheus Galdezani e o atacante Ricardo Oliveira foram citados em outros clubes. Alexandre Gallo, no entanto, afirmou que tudo não passa de boato.


segunda-feira, 28 de maio de 2018

FUTEBOL COMEÇA A REAGIR CONTRA A CRISE POLÍTICA DO BRASIL

GALO ACERTA TIME PARA IR AO RECIFE BUSCAR REABILITAÇÃO CONTRA SPORT NA ILHA DO RETIRO.

 

Na busca de reabilitação  no Brasileiro, o Atlético começou, na Cidade do Galo, a preparação pra enfrentar o Sport nesta quarta-feira, às 19h30, na Ilha do Retiro, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro. A expectativa é pelo retorno do centroavante Ricardo Oliveira, cortado por causa de virose minutos antes da derrota para o Flamengo por 1 a 0, sábado, no Independência.

0 Galo busca, no Recife, a  sua segunda vitória fora de casa no Brasileiro:: venceu o Atlético Furacão (2 a 1), perdeu do Vasco (2 a 1) e empatou com o São Paulo (2 a 2).

Contra o Flamengo, no Independência, a ausência de Ricardo Oliveira foi bastante sentida. Na ausência de seu goleador, a equipe  abusou dos cruzamentos,sem encontrar jogador de referência na área. O jovem Alerrandro, seu substituto, demonstrou nervosismo e saiu chorando após ser substituído pelo técnico Thiago Larghi.

Depois da derrota, Thiago lamentou o desfalque do experiente artilheiro da equipe este ano com 11 gols. "O Ricardo é jogador que a gente considera  consistente. Tem saúde muito boa, desempenho consistente, a gente sabe o que esperar dele na hora que ele entra em campo. É jogador em quem a gente confia bastante", analisou.

Para o treinador, o Atlético se impôs mesmo sem o atacante, mas não foi efetivo. "Desde o início do jogo, a gente entrou a fim de fazer o gol, de dominar o jogo, de impor o nosso ritmo. Acho que isso conseguimos, mesmo na ausência do Ricardo Oliveira. A gente lamenta ter perdido ele no vestiário, faltavam 15 minutos pra começar a partida".

Desde que assumiu o comando do Galo, Larghi tem aproveitado os jovens do grupo. Gustavo Blanco, de 23 anos, tomou o lugar do veterano Elias, enquanto Emerson, de 19, ganhou a posição de Patric na lateral-direita. No sábado, o gol do Flamengo nasceu depois de uma falha de Emerson ao tentar interceptar o contra-ataque.

Vinícius Júnior partir em velocidade pela esquerda, avançou e tocou para Éverton Ribeiro emendar para as redes. A derrota custou caro ao Atlético, que perdeu a liderança e, permaneceu com 13 pontos.
Larghi saiu em defesa de Emerson, que fez apenas sua segunda partida no profissional. "Eu vejo com muita naturalidade o que aconteceu, porque faz parte para quem está ali dentro do campo. É um jogador que tem um potencial enorme", disse o treinador.
Outro jogador defendido foi Alerrandro, de 18, que prometeu dar a volta por cima depois de não aproveitar a chance entre os titulares

 

"COMO PODEMOS SERVIR DE DIVERSÃO NUM PAÍS QUE CHORA E LAMENTA' - DESABAFA ENDERSON MOREIRA

 

0 treinador do América, Enderson Moreira, mostrou muita personalidade, após a derrota para o São Paulo (3 a 1) no Independência, domingo passado. Questionado a falar sobre a derrota, Enderson respondeu:

'Eu não consigo entender como a gente tem que continuar servindo, às vezes, de diversão para um país que está chorando e lamentando".

 Em fim de semana marcado por problemas de transporte e abastecimento de combustível e alimentos em todo o Brasil, consequência da greve nacional dos caminhoneiros, a bola rolou normalmente no Campeonato Brasileiro.

O técnico Enderson Moreira, do América, foi outro nome do futebol a  lamentar que  a CBF tenha confirmado os jogos da sétima rodada em meio à crise.

 

O  treinador do Coelho não chegou a fazer o desabafo como o do colega Eduardo Baptista, técnico do Coritiba, que definiu os políticos como "assassinos" por desviar verbas públicas e disseminar a corrupção. Mas, para ele, não havia clima para se jogar futebol.

 

-"O Eduardo Baptista fez seu desabafo e, eu, também,  não consigo entender como a gente tem que continuar servindo, às vezes, de diversão para o país que chora e lamenta, infelizmente, coisas bem mais graves. Vendo tantas pessoas com dificuldades, tantas pessoas com tantas preocupações e a gente tendo que desempenhar o nosso papel. Somos profissionais e precisamos fazer, mas o clima deste fim de semana é muito ruim para quem é brasileiro e não vê nenhum tipo de respeito dos nossos governantes com quem realmente merece que é esse povo sofrido. É difícil ser profissional e  ver  tanta gente passando dificuldade", disse.

 

Para Enderson, o clima no Independência não foi ruim só pela derrota do América por 3 a 1 para o São Paulo. Disse:

 

 "Vieram quatro mil pessoas que saíram de casa. Temos limitação de combustível. Não é só de isso, mas é alimentação que não chega, hospitais que têm dificuldades. Imagina uma pessoa que mora na periferia. Eu nasci e cresci na periferia. Às vezes você não tem como chegar nos lugares. É uma série de coisas que nos fazem ficar muito tristes, porque o futebol é a coisa mais importante dentre as menos importantes".

Temos que entender que não é a coisa mais importante do país. Temos outras muito mais graves que estamos passando por isso, e nem vou falar se a paralisação é política ou se não é, não me interessa, o que me interessa é que somos um povo que, infelizmente, sofre constantemente os desmandos. Pagamos a conta daquilo que não temos culpa. Da corrupção absurda, da falta de responsabilidade dos governantes que matam muitas pessoas, milhares, quando começam a desviar esse dinheiro das pessoas que precisam".

 

 


QUE PRECONCEITO MAIS TOLO; HOMEM NÃO PODE CONFESSAR QUE AMA OUTRO, SEU IRMÃO DE AMIZADE

SEM RAFINHA E ARRASCAETA, CRUZEIRO CORRE RISCO DE FICAR SEM THIAGO NEVES, TAMBÉM. MANO AVISA QUE VAI CUIDAR DELE AGORA

 

Campeonato Brasileiro, competição longa e pesada, com viagens cansativas para atravessar o Pais de norte a sul, as Comissões Técnicas precisam dar atenção a outros aspectos importantes, além das táticas de jogo: perdas de atletas essenciais,  como acontece no Cruzeiro:  os meias Rafinha, que se recupera de dores no púbis, e Arrascaeta, na Seleção Uruguaia, deixam o  técnico Mano Menezes num terreno escorregadio.

 

O principal nome do setor é Thiago Neves. Para preservar o camisa 30, o o treinador adotou cuidados especiais.Recentemente, Thiago Neves desfalcou o Cruzeiro em três partidas com dores na panturrilha direita.

 

Não atuou  contra o Sport e Atlético, pelo Campeonato Brasileiro, e Atlético-PR, pela Copa do Brasil. O meia voltou a atuar diante do Racing, no Mineirão, , pela Libertadores, e jogou 65 minutos.

 

Nesse domingo, na vitória sobre o Santos, por 1 a 0, o camisa 30 esteve em campo por 64 minutos. Ele deu a vaga a Raniel, que participou do gol de Bruno Silva.

 

Desta forma, Mano vai 'administrando' a utilização de Thiago Neves. O treinador, em entrevista coletiva após a vitória no Pacaembu, não deu indicativos de que deixará o meio-campista atuando nos 90 minutos.

 

"Thiago é importantíssimo, muito mais nesse momento em que não temos Arrascaeta. Então, estou dosando a volta dele, poderia certamente ter levado mais tempo, mas não é isso que deve ser feito nessa hora (...) Thiago é Thiago, vamos cuidar dele na proporção que ele tem pra gente nesse restante de temporada", disse o técnico.

 

Sobre as alternativas que Mano implanta no meio-campo, foram mostradas nesse domingo contra o Santos e funcionaram. Colocou em campo Raniel, no lugar de Thiago Neves, e apostou na entrada de Bruno Silva, tirando Sassá. O treinador explicou a função do volante, que  recebia críticas da torcida. No Contra o Santos, Bruno entrou pelo lado direito, e Robinho passou a fazer a função de Thiago Neves.

 

TRINCHEIRA: Porquê então o professor Pardal não faz isso logo de cara, na escalação inicial da equipe? Será que gosta de viver perigosamente primeiro?

 

 MANO ressaltou: "Robinho não é  de jogar tão por dentro, de costas, muitas vezes para armar jogadas, mas é meia; então trouxe o Robinho para dentro; depois coloquei Bruno por fora, que faz bem a função, quando somos mais atacados. É jogador de força, que puxa contra-ataque com bastante competência".

 

GOZAÇÕES Á PARTE. EU GOSTARIA DE VER SÓBIS JOGANDO COMO THIAGO, OU COMO FAZIA NOS SEUS TEMPOS DE INTERNACIONAL

 

 

O atacante Rafael Sobis, do Cruzeiro, foi o convidado desse domingo à noite do programa Resenha, do canal ESPN, e gerou muitas risadas ao contar histórias dos bastidores da bola. Mas ele também foi alvo de zoeira dos demais convidados quando a emissora exibiu uma mensagem gravada pelo meia cruzeirense Thiago Neves.

 

Neves falava sobre a amizade com Sobis, iniciada nos tempos de Fluminense e que hoje transcende o futebol. Em dado momento, o meia declarou na gravação: 'Te amo mais que tudo".

Ao ouvir a declaração, Sobis franziu a testa, em tom irônico, e ouviu risadas dos demais participantes: Djalminha, César Sampaio, Amoroso e o goleiro Weverton, do Palmeiras.

 

Na resposta, Sobis fez questão de retribuir a homenagem, mas também brincou: "Eu não sei se eu amo (risos)".

 

Disse mais Thiago: "Meus filhos são amigos dos filhos dele. Então, eu fico feliz por ter amigo como o Rafael, é muito legal, muito honesto comigo. Então, Rafa, eu só agradeço a você pela nossa amizade, por tudo que você faz por mim, pela minha família, e que a gente possa continuar  com a nossa amizade para o resto da vida. Grande beijo, te amo mais que tudo, você sabe disso, e parabéns por tudo que você tem feito em sua carreira. Abração".

 

Resposta de Rafael Sobis: "Que legal, né? É mais uma daquelas coisas que eu comento, esse é irmão também. Nossa amizade já é além do futebol. Ele me chama de carroça, né, me chama de velho, porque eu cuido dele, eu acordo às 6h da manhã todo dia. Durmo muito pouco. Então ele me chama de carroça, estou sempre me arrastando. E que legal. Ele é cara super bacana. Como ele falou, a nossa amizade é família mesmo, a gente está sempre junto. Quando vou com a família visitar, sozinho, jantar, fazer as coisas...E, eu não sei se eu o amo (risos).

Mas agradeço, a gente está sempre junto, em férias. Nessas férias provavelmente vamos estar juntos, ele me escalou numa viagem que eu não sabia que estava. Mas, que bom, amigo que eu tenho, amigo que vai ser pro resto da vida, e ele sabe que, para o que precisar, vou estar sempre disposto a ajudar. O que cabe a mim, ajudo sempre. Vida longa pra nós".

 


MANO QUER O FIM DAS GOLEADAS AZUIS POR 1 A 0

CHEGA DE 1 a 0, PLACAR MAGRO PÕE EM RISCO A  VITÓRIA, DIZ MANO APÓS GANHAR DO SANTOS NO PACAEMBU

 

O Cruzeiro só teve um senão no jogo contra o Santos: a falta de centroavante de ofício no primeiro tempo. Tocava bem a bola, mas sem profundidade, tanto que chutou apenas duas vezes à meta santista, com Sassá e Robinho. Além disso, faltou criatividade no meio-campo em função da fase ruim de Thiago Neves.A história foi outra no segundo tempo, com Romero na lateral direita, Bruno Silva no meio e Raniel na frente, como produtivo camisa nove.

 

O gol de Bruno Silva servirá com certeza para ele ganhar, de novo, aquela personalidade que mostrou no Botafogo, como articulador e meia ofensivo, sempre presente na área adversária. Foi muito mais útil nos poucos minutos que esteve em campo do que Thiago Neves e Rafael Sóbis. Espero que Mano Menezes cuide mais dele e o aproveite outras vezes, mas como titular mesmo.

 

Apesar dos números longe do esperado, o Cruzeiro  está entre os nove times com saldo de gols positivo no Brasileirão. Deve-se ao ótimo desempenho defensivo. Melhor assim: deve-se a Dedé, verdadeiro furacão azul. Nas sete rodadas iniciais, os celestes sofreram apenas três gols e têm a melhor defesa, ao lado do Grêmio.

 

Após o triunfo sobre o Santos por 1 a 0, no Pacaembu, gol de Bruno Silva, numa cobrança de escanteio, no qual houve o desvio de Raniel, para pegar o autor do gol livre pela meia esquerda e ele marcou de peixinho,  o primeiro triunfo celeste como visitante na competição, Mano Menezes avisou que não quer depender de números tão 'apertados'.

Afirmou: - " Placares magros muitas vezes colocam em risco as vitórias".

 

Mano até brincou com a escassez de gols no Brasileiro, já que, na Libertadores, o Cruzeiro se destacou no ataque: goleou a Universidad de Chile por 7 a 0 no Mineirão e por 4 a 0 o Vasco em São Januário.-"Gastamos muito em dois jogos na Libertadores (risos). Fizemos sete, quatro, fizemos onze (em dois jogos). Até estava comentando no vestiário que, com quatro gols (no Brasileiro), estamos com dez pontos"

-". Nossos gols valem muito. Mas temos que voltar a marcar mais. O futebol obedece essa lógica. Você não pode estar muito apertado, pode tomar  gol como quase tomamos (contra o Santos, no final) e deixar escapar o resultado. Marcamos poucos gols no Brasileiro, mas logo isso também melhora. A gente quer é seguir com vitórias para o torcedor",


sábado, 26 de maio de 2018

ATACANTE GOLEADOR X GOLEIRO PEGADOR DE PÊNALTI NESTE SÁBADO NO HORTO

 

Ricardo Oliveira x Diego Alves, este duelo vem lá da Espanha, e continua neste sábado no Horto

À parte da rivalidade histórica entre atleticanos e rubro-negros, um duelo interessante foi levantado pelos repórteres João Vitor Marques /Superesportes Túlio Kaizer /Superesportes. O atacante Ricardo Oliveira, camisa 9 do Atlético, já enfrentou três vezes o goleiro flamenguista, formado nas divisões de base do Galo, Diego Alves duas vezes na Liga Espanhola e uma aqui no Brasil.

Melhor para Ricardo Oliveira. Em três duelos contra times em que Diego Alves jogava, o atacante venceu duas vezes e empatou outra. E melhor: só não marcou gols em um deles, quando iniciou no banco de reservas. Vamos ver um pouco da história deste duel particular entre Ricardo Oliveira e Diego Alves:

 

Zaragoza 1 x 1 Almería - 23 de março de 2008 - 29ª rodada do Campeonato Espanhol

 

Ricardo Oliveira foi titular do ataque do Zaragoza ao lado de Diego Milito, argentino com passagens marcantes por Racing e Inter de Milão. Além deles, também faziam parte daquele time o ex-lateral-direito Roberto Ayala, além dos espanhóis Juanfran e Gabi, que atualmente defendem o Atlético de Madri.

 

O Almería, por sua vez, era comandado por Unai Emery, ex-técnico do PSG e substituto de Arsène Wenger no Arsenal. Felipe Melo, volante do Palmeiras, foi titular naquela partida. O atacante Álvaro Negredo, atualmente no Besiktas, da Turquia, marcou o gol de empate para os visitantes aos 44 minutos do segundo tempo.

Betis 2 x 0 Almería - 17 de maio de 2009 - 36ª rodada do Campeonato Espanhol

 

Essa foi a única disputa entre os dois que não teve gol de Ricardo Oliveira. O centroavante entrou apenas aos 31 minutos do segundo tempo, no lugar de Sergio Garcia. O chileno Mark González, que teve passagem pelo Sport, e o espanhol Arzu garantiram a vitória do Betis.

 

Apesar da derrota por 2 a 0, Diego Alves teve participação de destaque. O atual jogador do Flamengo mostrou aquela que é uma das especialidades dele: defesa de pênalti. O goleiro, que já venceu nomes como Cristiano Ronaldo, Messi e Griezmann nesse tipo de lance, pegou a batida do brasileiro Edú, revelado pelo São Paulo.

 

Santos 3 x 2 Flamengo - 2 de agosto de 2017 - 18ª rodada do Campeonato Brasileiro

 

A última vez que Ricardo Oliveira e Diego Alves se enfrentaram foi na 18ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2017. E o centroavante teve participação decisiva nos 3 a 2 do Santos sobre o Flamengo. Foi ele o responsável por marcar o gol da vitória dos paulistas, aos 43 minutos do segundo tempo, na Vila Belmiro.

 

O Flamengo abriu o marcador com Felipe Vizeu, aos 27 minutos da etapa inicial. Bruno Henrique empatou, após o intervalo. Pouco depois, Éverton Ribeiro fez 2 a 1 para os visitantes. Alison e Ricardo Oliveira garantiram a virada do Santos de Levir Culpi.

 

Atlético e Flamengo fazem partida decisiva neste sábado, a partir das 21h. O duelo coloca frente a frente líder e vice-líder do Campeonato Brasileiro. Em seis partidas, o Galo fez 13 pontos - dois a mais que o rival carioca. Vitória no Independência mantém os comandados de Thiago Larghi na ponta da tabela.

 


sexta-feira, 25 de maio de 2018

GALO X URUBU NO HORTO, DEDÉ JOGA CONTRA PEIXE, E COELHO NÃO TERÁ O GOLEIRÃO CONTRA SP


ATLÉTICO X FLAMENGO, PÚBLICO NO HORTO NÃO TERÁ 20 MIL, MAS SE  FOSSE NO MINEIRÃO TERIA MAIS DE 60 MIL PAGANTES


Apesar da ideia de fazer o Independência o terreiro do Galo, com algumas obras de aumento e melhoria das estruturas físicas e dos estacionamentos do estádio antigo Campo do Sete, ser do então presidente Alexandre Kalil, a quem respeito bastante por sua visão de futuro, sempre condenei tal decisão. O terreiro do Galo tem que ser do tamanho, ou pouco menor, que o Mineirão.

Atlético e Flamengo que fazem dos maiores e mais comentados clássicos brasileiros, por suas rivalidades, teriam de jogar no Mineirão.

Digo isso, pensando na segurança e no conforto do torcedor, itens mais importantes do que a possível pressão da torcida sobre os visitantes. Salvo melhor juízo, o Galo, também, ganhou importantes títulos no Mineirão. A história do Independência resume-se no fato da conquista da Libertadores, com momentos históricos ultrapassados pelos gritos de "Eu acredito" dos torcedores.

A repercussão seria a mesma com 60 mil torcedores aos berros no Mineirão.

Até dezembro, o Atlético apostará todas as fichas na conquista do Campeonato Brasileiro, título que não vê desde 1971. Para isso, sabe que precisa do máximo apoio de seu torcedor nos jogos no Independência, o que não tem ocorrido.

A média de pagantes inferior a 15 mil torcedores por partida, mostra que o Galo está bem longe dos times que lotam os estádios na Série A nesta temporada, como mandantes..

Ainda que o balanço financeiro, ainda, não foi divulgado pela CBF, os números do clássico com o Cruzeiro, sábado, no Horto, foram decepcionantes: apenas 15.384 torcedores presentes .
Mesmo com a equipe na ponta da classificação, esse público é inferior pelo menos ao de seis jogos do Atlético em 2018, sendo quatro pelo Campeonato Mineiro.
No entanto, a expectativa do Atlético é a de que o Independência receba mais torcedores no jogo contra o Flamengo neste sábado, às 21h, briga direta pela liderança do Nacional.
Até  quinta-feira à noite, quando se encerrou o primeiro dia de venda nas bilheterias, foram comercializados 7.405 entradas.
Apesar do horário pouco comum, a diretoria aposta no embalo do Galo para lotar o estádio do Horto, cuja capacidade total é de pouco mais de 22 mil.
Os rubro-negros, que costumam vir em peso aos jogos na capital mineira, terão 1.871 ingressos à disposição.

Depois do Fla, o Atlético fará três jogos como mandante e pode ampliar sua média de torcida no Brasileiro:
pega a Chapecoense, em 2 de junho, e na sequência, o Fluminense (dia 10) e o Ceará (dia 13). O Galo, também,  encara o América no Horto, no dia 7, mas com mando do Coelho.

MENOS RENDA O maior público do Galo neste Brasileiro foi registrado na vitória sobre o Corinthians por 1 a 0, no mês passado, quando 19.118 pagaram ingresso no Horto.
 Na estreia em casa – triunfo sobre o Vitória por 2 a 1, em 22 de abril – foram 9.649 pagantes. Obviamente, quanto menos gente vai aos jogos, menor é a arrecadação com bilheteria. Nas três partidas em BH, a receita foi de pouco mais de R$ 1,2 milhão (valor bruto).

A média alvinegra na competição é bem aquém daquela do período de conquistas do clube nesta década. Na campanha que culminou na conquista da Copa Libertadores, o Galo teve públicos pagantes acima dos 18 mil nos seis jogos que disputou no Independência – a decisão contra o Olímpia foi no Mineirão.
 Já na Copa do Brasil de 2014, a equipe levou 19.657 torcedores na vitória por 2 a 0 sobre o Palmeiras, pelas oitavas de final, e 18.578 na decisão contra o Cruzeiro. Essas partidas foram as únicas que o time mandou no Horto naquela competição – os duelos com Corinthians e Flamengo foram no  Mineirão.
CBF COMUNICA CRUZEIRO QUE DEDÉ ESTÁ LIBERADO PARA JOGAR

A CBF publicou no seu site oficial que já encaminhou à FIFA a relação final dos 23 atletas que participarão da Copa do Mundo. Dessa forma, os jogadores que estão na pré-lista, caso de Dedé, foram liberados para atuarem sem nenhuma restrição.


Assim, Dedé (FOTO) fica  à disposição do técnico Mano Menezes para a partida contra o Santos, neste domingo, às 16h, no Pacaembu.
Em 2018, o zagueiro disputou 16 jogos e marcou dois gols. Faz ótima temporada.

O regulamento da FIFA estabelece que todos os jogadores pré-inscritos para a Copa do Mundo não poderiam mais atuar pelos seus clubes, exceto as equipes envolvidas em competições europeias, como a final da Liga dos Campeões neste sábado.

A Conmebol também enviou ofício à FIFA e  conseguiu liberar que os clubes envolvidos na Copa Libertadores tivessem seus atletas liberados, entre eles, o próprio Dedé.

Antes da liberação ser oficializada pela CBF, o técnico Mano Menezes classificou de 'inaceitável' a situação dos atletas na pré-lista, pois eles não se apresentaram à Seleção Brasileira na Granja Comary, em Teresópolis, no Rio de Janeiro, e não tinham condição de jogo pelos clubes.

O atacante Dudu (Palmeiras), por exemplo, foi cortado do jogo contra o América, pela Copa do Brasil, na última quarta-feira.

Dedé não treinou com o grupo nos últimos dias, porém deve ser titular do Cruzeiro neste domingo. Mano Menezes fechou o treino desta sexta-feira,

O Cruzeiro deve entrar em campo com Fábio; Edilson, Dedé , Léo e Egídio; Henrique e Lucas Silva, Robinho, Sobis e Thiago Neves; Sassá.

HOMENAGEM DE TITE


Neste Brasil, brasileiro, terra de futebol e pandeiro, que estava na paz do Senhor, festivo com o samba no terreiro, antes de ser avacalhado pelos golpistas da Direita, que derrubaram a Presidenta legitimamente eleita pelos nativos e tupiniquins , tudo é aceito. Nós, brasileiros, tornamo-nos bois de presépios, cada qual no seu canto, a balançar  a cabeça no ato de concordância total com a situação reinante de cheiro nazista.

Agora no País é difícil a gente ouvir um testemunhal como o feito pelo técnico Tite, durante a convocação da Seleção Brasileira, dia 14, sobre os atletas que nunca foram convocados, mas que estavam sob os olhares atentos da Comissão Técnica. Então, Tite ressaltou:

"- Vou falar de um porque ele merece. Dedé, do Cruzeiro, merece. Por todo trabalho que realizou de superação. Eu me identifico com Dedé porque passei por isso como atleta. Vou fazer essa confidência aqui: com os problemas de joelho que passou, ficar fora de convocações, encontrar um clube, ter uma família, só podia mesmo  encontrar essa superação e voltar em alto nível. Ele se faz merecedor de eu quebrar essa confidência. Me perdoem meus companheiros da Comissão Técnica, mas ele merece".

AMERICA VAI PEGAR SP SEM SUA MURALHA JOÃO RICARDO
Desta vez, com lesão no músculo adutor, João Ricardo deve desfalcar América por cerca de duas semanas,
Estava na cara que mais dia,menos dia, o América pagaria pela maratona de jogos envolvendo o Brasileiro da Série A e a Copa do Brasil. O preço cobrado foi alto: os problemas físicos não têm dado trégua ao goleiro João Ricardo, um dos responsáveis pela boa campanha do time.

Nesta sexta-feira, o camisa 1 alviverde teve constatada lesão grau dois no músculo adutor da coxa direita e é desfalque certo do Coelho para enfrentar o São Paulo. As duas equipes se enfrentam, às 19h deste domingo, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro.

No início do ano, João Ricardo exigiu atenção especial do Departamento Médico por causa de desgaste muscular e incômodo justamente no adutor da coxa direita. O jogador passou por reforço físico e desfalcou o time durante cerca de 30 dias entre fevereiro e março.

No retorno à equipe, o goleiro atuou em três partidas e teve constatada lesão no músculo reto femoral da perna direita, ficou fora por quase 40 dias de março a maio. Desde que voltou ao time, dia 5, em contra o Vasco, o Coelho teve cinco compromissos.

Desta vez, com a lesão no músculo adutor, João Ricardo deve desfalcar o América por cerca de duas semanas. Ele poderá não enfrentar o São Paulo, Corinthians, Atlético Paranaense e Galo pelo Brasileiro.  Na sequência até a parada da  Copa do Mundo, o Coelho ainda enfrenta Grêmio e Chapecoense.

quinta-feira, 24 de maio de 2018

SABIÁ QUE SE ESCONDE ATRÁS DO FRUTO DA FIGUEIRA

PERDÃO, SABIÁ DA FIGUEIRA

(Flavio Anselmo - maio/2018)

 

Sabiá, o ninho está desfeito

Será que há algum jeito

de tudo ser refeito

de maneira bem diferente

sem decisões ou repentes?

 

Será que a forte ventania

surpresa de novo viria

sem força suficiente,

como o gaúcho minuano

cuja corrente, não causa dano,

nem de noite e nem de dia;

e que não conseguiria destruir

esse ninho difícil de construir

 

Canta, canta Sabiá, joga

a tristeza pra lá,

perdoe a quem rasteja

de joelhos atrás de ti.

Deixa de fora a pouco provável

perda do ninho inestimável

que no tormento, quase destruí.

 

Você que canta na figueira

pois ama figo, fruto dela,

volta a fazer ninho nela

num galho bem mais alto

para que maus momentos,

sempre que rastejam por perto

Não o vejam no cimo

nem perturbem depois

esse eterno amor a dois.

 (Fim)